quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

CORINTHIANS: VERGONHA EDIÇÃO 2011

Corinthians vai a Colômbia e é eliminado mais uma vez da Copa Libertadores da América.

Quarta-feira, 02 de fevereiro de 2011, essa é mais uma data que devera ser esquecida pela diretoria e principalmente pela Fiel Torcida, pois se trata de mais um dia de vergonha na história do Corinthians e a tão sonhada Libertadores.

Estádio Manuel Murillo Toro, cidade de Ibagué na Colômbia, condições do gramado, péssimo, condições do time brasileiro pior ainda.

Nos primeiros quinze minutos de jogo o que se viu foi um jogo de um time só, esse time era o anfitrião e o time que corria sem direção era o Corinthians.

Com menos de dois minutos de jogo, lado direto do ataque colombiano, erro de marcação de Leandro Castán, quase sai o primeiro gol. Alguns minutos depois mais um erro de marcação e a bola sobra na esquerda do mesmo ataque, por sorte e ótima defesa de Júlio César, não saiu ali o primeiro gol. O time colombiano tocava bem a bola, fazendo com que o time brasileiro corresse bastante e se desgastasse, mas a partir do vigésimo minuto de jogo o Timão consegue equilibrar a partida e obriga o jogo a ficar no meio-campo, também com três volantes em campo era isso que ia acontecer mesmo.

O Corinthians chutou apenas uma bola a gol no primeiro tempo com Jorge Henrique de fora da grande área sem dar nenhum trabalho ao goleiro Silva. Mas o placar insistia em ficar como terminou em São Paulo, 0 a 0.

No inicio do segundo tempo parecia que o time havia se organizado, imprimiu forte marcação na saída de bola colombiana e chegou algumas vezes, em uma delas, Ronaldo recebe a bola livre de marcação, chuta forte e obriga Silva a uma bela defesa. E em outra oportunidade, em boa triangulação do ataque alvinegro, Ronaldo rola para Paulinho que acerta um belo chuto, mas Silva espalma para escanteio.

Mas... Mais uma vez a “CASA CAIU!”

Aos 20 minutos da etapa complementar, em mais um erro de marcação, a bola sobra para Medina, o cara da noite, de frente para Júlio César que não pode fazer nada, Tolima 1 a 0.

Mas não parecia ser o fim do mundo, nem o fim da Libertadores, pois se o Timão fizesse um se classificaria.

Mas... O Timão ficou atordoado!

Tite decide fazer suas primeiras substituições: saem Paulinho e Dentinho e entram Ramírez, sim Ramírez, aquele que marcou um golaço contra o São Bernardo e Danilo.

Em sua primeira participação, Ramírez se envolve em uma disputa de bola e é seguro, ao tentar se desvencilhar, acerta uma cotovelada no adversário, sem titubear, o arbitro o expulsa.

Alguns minutos depois, tira Fábio Santos e coloca Edno em seu lugar, tentando ao menos um gol.

Mas, com um a mais em campo, o Tolima só administra a partida e aos 36 minutos dá o golpe de misericórdia. Cruzamento da direta, espaço do campo que ficou vazio por conta da alteração e a saída de Fábio Santos, encontra Medina nas costas de Leandro e a frente de Chicão, que só teve o trabalho de esperar a bola bater em sua cabeça para comemorar o segundo gol. Confira os melhores momentos no vídeo abaixo.
Com dois no placar o Tolima passa a tocar a bola e colocar o Timão na roda.

Olé, olé, olé....

PONTO DE VISTA DO TORCEDOR:

Julio César: Sem culpa nos gols salvou a equipe no primeiro tempo, porém esta exposto por conta da falta de entrosamento da zaga.

Alessandro: Não apoiou como no jogo no Pacaembu.

Chicão: Esta com muitas saudades do Capitão William.

Leandro Castán: Parece que jogou com um fardo de 1 tonelada nas costas.

Fábio Santos: Quase consegue repetir o que fez quando jogava no São Paulo em 2004 contra o Once Caldas, entregar o jogo.

ROBERTO CARLOS: PIPOQUEIRO

Ralf: Deve estar no mesmo nível do Ronaldo, GORDO.

Jucilei: Será que ele não queria ir com o Elias

Paulinho: Não sabia nem o que estava fazendo na Colômbia, perdido em campo, só deu um chute a gol.

Ramírez: Jogador mais perigoso. Se acerta em cheio a cabeça do colombiano, arranca fora. Foi para a Colômbia apenas para gastar dinheiro com passagem. Agora volta de “BUSÃO”.

Jorge Henrique: Se observarmos ao final do jogo os uniformes de cada jogador, vemos que o único que saiu sujo foi o desse jogador. Não que isso ganhe jogo, mas mostra a garra, vontade e determinação empregada por esse atleta em campo.

Dentinho: Para de passar esse pé sobre a bola. Você quer pedalar, compra uma bicicleta.

Danilo: ACORDA!!! O JOGO COMEÇOU!!!

Edno: Jogou pouco, entrou no fim do jogo.

Ronaldo: Muito obrigado pelos títulos do Paulistão e Copa do Brasil em 2009. Agora chega! Você é um ex-jogador. Não tem mais condições de lhe tratar como jogador de futebol. Vai cuidar de suas empresas.

Tite: Covarde. Faltou peito para tirar o Ronaldo, se tirou o Bruno César, por que não tirar o Ronaldo que estava pior.

Agora tem que ganhar o Paulista e o Brasileiro. O Corinthians fará (contando os já realizados) apenas 63 jogos, pois disputará somente o Paulista e o Brasileiro.

O QUE VEM PELA FRENTE:
No domingo enfrenta o Palmeiras no Pacaembu.
Se não ganhar!!! O bicho vai pegar!!!

0 Comentários:

Postar um comentário