sexta-feira, 29 de junho de 2012

PACAEMBU É O NOVO SALÃO PARA FESTAS DOS CORINTIANOS!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O primeiro título Brasileiro que o Corinthians conquistou foi em 1990, em jogo disputado contra o São Paulo e em pleno Morumbi. De lá para cá, o Estádio Cícero Pompeu de Toledo passou a ser considerado pelos torcedores do Timão como o Salão Para Festas dos Corintianos (SPFC).
Em terras tricolores, o Corinthians conquistou nada mais, nada menos que dez títulos comemorados no Morumbi: 3 Brasileiros (1990, 1998 e 1999), 1 Supercopa do Brasil (1991), 1 Rio-São Paulo (2002), 4 Paulistas (1997, 1999, 2001 e 2003) e 1 Copa Bandeirantes (1994).

Com as constantes brigas políticas entre as diretorias do São Paulo e Corinthians, em 2009, o então presidente do Timão, Andrés Sanches disse: “Enquanto eu for presidente, o Corinthians não joga mais no Morumbi. Vai ser assim pelos próximos três anos, a não ser, claro, quando for mando de campo do São Paulo. Não tem Federação Paulista, CBF, Conmebol... Nós não vamos jogar lá”

Com essa determinação, o Timão se viu obrigado a jogar as finais que vem disputando no Pacaembu. O Paulista de 2009 foi conquistado em jogo diante do Santos e a confirmação do título Nacional de 2011 também foi no Estádio Municipal, quando empatou com o Palmeiras.

Agora, o destino reservou ao Timão a oportunidade de conquistar o título mais cobiçado pelos corintianos em pleno Pacaembu. Detentor da segunda melhor campanha da primeira fase e com a eliminação do Fluminense (melhor da primeira fase), o Timão ganhou o direito de disputar a segunda partida das fases eliminatórias em seus domínios.

O Pacaembu se tornou a grande arma corintiana a partir das oitavas de final. Se segurando na casa do adversário e fazendo o resultado diante de sua fiel torcida, tanto é que, sofreu apenas um gol em seis partidas disputadas no Pacaembu. Neymar foi o único a vencer o goleiro Cássio e marcar contra o Timão dentro do Paulo Machado de Carvalho.
Esses são números que dão ao corintiano a sensação de que é só uma questão de tempo para comemorar o primeiro título da Libertadores.

Para a maioria dos comentaristas esportivos, dessa vez esse título não escapa. E “se” essas previsões se realizarem, será o terceiro título comemorado dentro do Pacaembu desde 2009 e o melhor, diante de sua torcida.

Detalhes que abrilhantarão essa conquista: além de ser a primeira, dentro do Pacaembu, será de forma invicta. Fato que não ocorre desde 1978, quando o Boca Juniors alcançou o feito com 4 vitórias e 2 empates (a equipe entrou na competição nas semifinais, pois havia conquistado o torneio do ano anterior).

Agora chegou a hora de comemorar o primeiro título continental! E nada melhor que comemorar em casa, diante da Fiel!

Vai Corinthians!!!

quarta-feira, 27 de junho de 2012

AMÉRICA, MUITO PRAZER, ROMARINHO!

E ai galera Apaixonada por Futebol!

Essa semana foi de consagração para um jogador em especial. Romarinho estreou contra o maior rival (Palmeiras) do Timão e marcou os dois gols da virada do time B. A partir de domingo, o Brasil conheceu essa grata revelação de 21 anos. Nessa noite foi a vez de Romarinho se apresentar para toda América.
Para jornalistas desinformados da região, Romarinho se tratava do filho do grande Romário. Mas isso não é verdade, Romarinho é o nome do mais novo candidato a ídolo dos corintianos.

Não há outra definição para o que está à espera deste jogador. Estrear, marcar dois gols contra o maior rival do Timão e em seu primeiro toque na bola diante do Boca Juniors o resultado foi o gol de empate. Alguém tem duvida de qual será o provável destino de Romarinho? Quem estava na Bombonera não tem nenhuma!

O Timão sofreu o gol aos 28 minutos da etapa final, após cobrança de escanteio, Santiago cabeceia e Chicão salva com a mão, mas no rebote Roncaglia marca. Menos mal que o juiz deu o gol, pois se dá o pênalti, o Timão perderia Chicão (expulso) para o jogo de volta.

O Corinthians passou receber grande pressão dos boteros, recuou muito a marcação e dava todo o campo para Riquelme e seus companheiros avançarem em direção ao gol de Cássio. Tite estava atento ao jogo e aos 38 minutos, sacou Danilo para a entrada de Romarinho, o Libertador.

Não demorou dois minutos para a estrela de Romarinho brilhar. Aos 40 minutos, Paulinho desarma Riquelme e toca para Emerson. O Sheik deixa o Romarinho na cara do gol. O atacante que ainda não tinha tocado na bola (nem no jogo, muito menos na Libertadores), tirou do goleiro para empatar a partida.

O jogador mostrou que tem estrela e o mais importante: competência. Mostrou que não tem medo de pressão e que tem a cara do Timão. Diante do goleiro, não teve medo e num raciocínio rápido colocou em pratica sua habilidade e categoria.

A Bombonera calou-se nos pés de Romarinho!

Acredito que dessa vez esse título não escapa. Tudo está cooperando para isso, tanto é que, em cruzamento de Clemente Rodrígues (aos 46), Viatri cabeceia e a bola bate no travessão. Não bastasse isso, no rebote Cvitanich escora e a bola passa rente à trave.

Contra o Palmeiras, Romarinho deu o recado e mostrou para o professor Tite que se precisasse era só chamar. Chamou, ele resolveu. 

Ao termino do jogo de domingo, o tímido Romarinho disse: "Essa é minha cara! Ousadia, muita garra e muita disposição para jogar!"

Com uma declaração e suas ações em campo, a fiel só tem a dizer: "Romarinho, seja bem vindo ao bando de loucos!"

O atacante foi mais uma vez o nome do jogo! Tem estrela ou não? 

A contratação desse jogador foi mais uma vitória sobre o Santos. Pois o alvinegro praiano estava na disputa para a contratação do jogador revelação do Paulistão-12.

Quarta-feira que vem é no Pacaembu! Espero que a inspiração esteja mais uma vez com Romarinho e o Timão seja Campeão da Libertadores da América 2012!

BOCA JUNIORS x CORINTHIANS: Vai começar a guerra!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Daqui mais algumas horas, Boca Juniors e Corinthians farão o primeiro jogo da grande final da Taça Libertadores da América. O coração do corintiano vai bater mais forte e em ritmo bem mais acelerado.

Para o adversário, Boca Juniors, essa situação já é comum e corriqueira. Essa é a decima vez que o clube disputa uma final do torneio e já venceu seis das nove disputadas, podendo chegar ao seu sétimo titulo.

A equipe da Bombonera dá de ombros para a competição e esnoba a principiante (em final de Libertadores) equipe corintiana. Riquelme, preterido pela diretoria do Timão em 2010 por conta do alto salário, declarou em entrevista ao jornal argentino Olé que desconhece o Corinthians. "Não tenho ideia, não sei se ganhou, se perdeu ou empatou", disparou.

Na contra mão do sistema, os jogadores do Timão adotaram a cautela e respeito ao adversário, decisão sábia e marca registrada dessa equipe. 

Essa final já era muito aguardada por todos os amantes do futebol. Não desmerecendo a La U, que fez uma belíssima campanha, mas se o Timão chegasse a sua primeira final sem que tivesse uma disputa contra um grande time argentino, não teria a menor graça. Para o Timão todo tem de ser das maneiras mais difíceis e complicadas, se for fácil não tem graça. 

Foi assim contra Vasco da Gama, com gol no último minuto, e contra o Santos quando já era tido como eliminada. Agora é a vez desse grupo mostrar que é campeão de verdade e representar suas cores diante do temido Boca Juniors.

Duas equipes com características semelhantes: sofrimento, raça, determinação, torcidas (concentradas) em regiões humildes e apaixonadas por seus times.

Será a final entre o calejado Boca Juniors e o principiante Corinthians; do campeão Intercontinental e do campeão Mundial de Clubes de 2000, será a primeira batalha de uma grande guerra.

Pelo que vejo e consigo sentir dos demais torcedores, o Boca Juniors ganha um grande número de simpatizantes para esse guerra pelo título. Os considerados anti-corintianos, mesmo brasileiros, torcerão para o time argentino como se fosse sua maior paixão. Tudo para não ver o arquirrival campeão da Libertadores.

O Timão confia na força de sua torcida e na última partida que será diante dela. O Pacaembu, no próximo dia 4, estará lotado por mais de 35 mil loucos na espectativa de gritar é campeão (da Libertadores).

A equipe que vai para o combate folgou nesse final de semana e viu os reservas virarem para cima do Palmeiras (2x1). Não vou dizer que isso dá moral, pois os titulares não entraram em campo. Mas, Romarinho, Liedson e Marquinhos jogaram muito bem, estão com moral e estarão no banco esperando uma oportunidade.

Não será nada fácil! Vai ser suado, brigado!

Essa frase serve tanto para corintianos, quanto para os xeneizes ou bosteros.

O Timão quer presentear sua torcida com esse título inédito, mas o Boca não vai largar o osso facilmente.

Dos últimos anos, essa é a equipe corintiana que mais tem o jeitão da Libertadores. E apresenta uma grande capacidade de ficar com esse título. Com jogadores experientes e que conhecem bem a competição, o Corinthians chega a essa final sem saber o que é derrota. 

Danilo, Paulinho e Ralf são as peças principais desse elenco e somados a Emerson, Chicão, Alessandro, Leandro Castán, Fábio Santos, Jorge Henrique, Alex e Cássio são os grandes candidatos a colocarem o Timão na rota Mundial.

terça-feira, 26 de junho de 2012

O SÃO PAULO NÃO MERECE...


E aí galera Apaixonada por Futebol!
Leão não é mais técnico do São Paulo. 
O treinador não resistiu às eliminações no Campeonato Paulista, na Copa do Brasil e a um início irregular no Campeonato Brasileiro e foi demitido pela diretoria tricolor nesta terça-feira. O próprio técnico anunciou sua saída, após rápida conversa com o presidente do clube, Juvenal Juvêncio.
- Quero confirmar que, a partir de agora, não sou mais o técnico do São Paulo. O (presidente) Juvenal me disse: "Vamos encerrar". Agradeci. Deve ter dado uns 30 segundos de conversa. Saí numa boa. Não existe nenhum constrangimento. Cada um segue para o seu lado.
A diretoria agora corre atrás de substitutos. Abel Braga, do Fluminense, é um nome especulado nos bastidores. O português André Villas Boas, ex-Chelsea, também está na mira. (Fonte: Globo)
OPINIÃO:
O SPFC não merece a diretoria que tem! O SPFC não não merece a torcida que tem!
Explico! Time que antes era acima da media, colocava Corinthians, Palmeiras e Santos em segundo plano, se tornou um time comum, mostrou realmente o que é. Clube desorganizado, presidente que não sabe o que diz e faz, fala bobagens sem precedente. Hoje ao dispensar Emerson Leão soltou uma de suas perolas quando disse que seria um bom técnico para o time.
Leão foi crucificado por coisas que não tem culpa, pegou o time em um momento delicado no Brasileiro e conseguiu arrastar um elenco para duas semifinais (Paulista contra o Santos e Copa do Brasil diante do Coritiba). Quando chegou ao São Paulo em 24 de outubro de 2011, a diretoria vislumbrava repetir o excelente desempenho que teve no Tricolor Paulista em sua primeira passagem , porem não consegue cumprir o objetivo de classificar o time para a Taça Libertadores de 2012 , mesmo assim é mantido por Juvenal Juvêncio. 
Imagem extraída do Facebook
No entanto essa missão fica difícil quando não tem jogadores que correspondam dentro de campo. A liderança do time está lançada sobre um jogador que não consegue frear sua própria língua e vira e mexe está desfalcando a equipe. A torcida vive na esperança de Rogério Ceni (o mito) retornar aos gramados e comandar um reação e devolver ao clube as conquistas de outrora.
Falando da torcida. Quando a equipe mais precisa do apoio dos torcedores, eles viram as costas e propõem protestos que vão afetar diretamente o desempenho da equipe em campo. Assim não dá!
Torcedor tem de aparecer em momentos como esse, mostrar que nunca vai abandonar o time e empurrar na arquibancada. Não promover protesto que deixará a equipe na mão em um momento delicado, protestos como por exemplo o Morumbizero.
Manifestação que está sendo programada para o jogo diante do Coritiba (algoz da Copa do Brasil), onde os torcedores comparecerão a entrada do Morumbi, porém não entrarão. Essa manifestação só terá um resultado: confusão.
Isso por que alguns vão querer entrar e outros vão tentar proibi-los.
O SPFC não merece! Torcedor apaixonado por futebol está acima de qualquer politicagem!

domingo, 24 de junho de 2012

ROMARINHO DÁ O RECADO!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Este final de semana não tinha intensão de comentar nada a respeito do clássico entre Corinthians e Palmeiras. Fui tomado por esse pensamento por conta de minha ansiedade pela chegada da partida de quarta-feira. Assim como os times entraram em campo com a cabeça nas finais da Copa do Brasil e da Libertadores da América, minha mente só aguarda esse momento.
O clássico que estava cercado de incertezas, surpreendeu em sua intensidade e volume de jogo. O Timão entrou em campo com um time recheado de reservas para dar descanso aos titulares que vão iniciar uma batalha na quarta-feira diante do Boca Juniors pelo titulo. 

Felipão usou de malandragem e divulgou uma lista mista, mas usou sua base principal, descartando apenas atletas vetados pelo departamento médico, como Luan e Marcos Assunção, machucados, Thiago Heleno, que deixou a semifinal contra o Grêmio com dores, e Artur, que teve lesão muscular há 15 dias e jogou no sacrifício na quinta-feira passada.

Normal seria o Palmeiras vencer com folga, pois os reservas do Timão não vinham apresentando um bom futebol e não tinham conquistado nenhum ponto em quatro jogo (o único ponto havia sido conquistado pelos titulares). Mas a realidade foi outra. Graças a um jogador que se mostrou pronto e habilitado para ajudar o Timão na conquista de sua primeira Libertadores. Romarinho foi o grande destaque da partida, marcou dois golaços e garantiu a virada, mais uma no ano. A primeira havia acontecido no jogo pelo Paulista, também pelo placar de 2 a 1.

O atacante de 21 anos, fez sua estreia como titular e já começou a cavucar sua vaga na equipe e, principalmente, um espaço no coração da fiel torcida. Os 17.519 espectadores que estiveram no Pacaembu, viram um jogador habilidoso, atrevido e goleador. Não teve medo da marcação de Cicinho, foi oportunista na linda jogada dos atacantes e marcou um golaço de letra. No segundo gol, recebe na entrada da área, com muita habilidade dá um drible de corpo em Cicinho (sua vitima na partida) e bate forte, sem chance para Bruno.

Esses dois gols não significaram apenas a grande virada do Timão sobre o Palmeiras, mas o iniciou de uma boa relação com a Fiel torcida. Que valoriza muito o jogador que joga com raça e determinação, e isso tudo somado ao fato de ser em clássico contra o Palmeiras ganha peso ainda maior.

Liedson foi outro que apareceu muito bem na partida e, acredito que saiu com uma boa imagem por uma vaga na equipe que disputará a final contra o Boca. Voluntarioso como sempre, roubou bolas no meio campo e quase marcou um golaço de bicicleta, a bola caprichosamente bateu na trave e correu (quase) sobre a linha do gol. Gol (de bicicleta) que persegue desde seu retorno ao Timão. 

Essa não é a equipe que vai a campo na próxima quarta-feira, mas que dá uma moral sem tamanho dá. Principalmente que alguns desses jogadores poderão compor o banco de reservas. 

Para o Palmeiras, acredito que não influenciará em nada, pois o Coxa entra como o favorito para a conquista desse titulo. O Coritiba leva essa, está merecendo desde de o ano passado!

sexta-feira, 22 de junho de 2012

CORINTHIANS x PALMEIRAS: Tem clássico domingo?

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O jogo de número 340 da história entre Corinthians e Palmeiras está cercado dos sentimentos de desprezo e desdenho. Isso tudo por que as equipes estão com suas atenções viradas para as decisões que começarão a partir da próxima quarta-feira. 
O time de Parque São Jorge fez uma campanha brilhante na Libertadores da América, passou pelo Santos na semifinal e vai enfrentar o Boca Juniors - ARG pela primeira vez em sua história na final da competição. Já o Verdão após quatorze anos voltará a uma final da Copa do Brasil e encara o algoz da edição passada, pega o Coritiba.

O momento não é o mais favorável para o clássico, pois as equipes só pensam naquilo, pensam em se preservar para chegar aos títulos que acabariam com sinas e  tabus que perseguem os clubes. O Timão nunca venceu a Libertadores e o Palmeiras não sabe o que é título de expressão desde 1999, quando venceu o Torneio Continental.

O time do técnico Tite deve colocar em campo um time composto por jogadores considerados reservas; o Palmeiras promete uma equipe mista, composta por meio time titular e meio reserva. Com isso podemos esperar as arquibancadas do Estádio Paulo Machado de Carvalho com um publico bem a quem da grandeza do clássico.

Mesmo as equipes amargando posições incomodas na tabela, as atenções estão voltadas para as finais. É nítido que até mesmo as torcidas não estão nem ai para esse jogo, nem se lembram que os times estão na zona da degola e não encherão o estádio. Pena que as classificações foram definidas muito próximas as finais, se não fosse isso, os clubes poderiam pedir adiamento do Dérbi e assim, privilegiar o clássico, realizando em outra data após as decisões.

O Corinthians será o maior prejudicado, pois terá que viajar para Buenos Aires para na quarta-feira (27) enfrentar o Boca Juniors pela primeira partida da final. O Palmeiras se quiser pode entrar com o time principal, isso por que a sua primeira partida será na quinta-feira (05), na Arena Barueri. Então terá mais tempo para colocar seu time em condições de combate, no entanto, a meta é recuperar o mais rápido possível jogadores que não estejam em 100% de suas condições. O volante Marcos Assunção, por exemplo, ainda se recupera de uma pancada na coxa direita.

Com todos esses bons imprevistos, o Dérbi tem tudo para ser um clássico esvaziado. A diretoria do Timão poderia premiar a Fiel Torcida e promover uma promoção: baixar o preço do ingresso ou quem comprar um ganha outro.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

CORINTHIANS: COM A CARA DA LIBERTADORES!

E aí galera Apaixonada pelo Timão! Ops! Quero dizer: Apaixonada por Futebol!

O Corinthians até que enfim, chegou à final. O Timão segurou o empate em 1 a 1 contra o Santos e consegue um feito inédito na história do clube. Vai disputar a final da cobiçada Libertadores da América.
As lagrimas tomaram conta de todos os presentes ao Pacaembu. Os santistas choravam pela eliminação; a grande torcida corintiana chorou pela primeira vez a classificação para a final.

Confesso que a apreensão tomou conta quando aos 35 minutos Neymar, mesmo sumido na partida, marcou o primeiro gol do jogo. Acredito que o filme das eliminações rondou o pensamento de todos os corintianos. Os jogadores apresentaram um inicio de desequilíbrio e até se desordenaram em campo, posso até dizer que o sentimento de angustia tomou conta dos guerreiros do Timão.

No finzinho do primeiro tempo, Jorge Henrique assustou o goleiro, que em cruzamento de Fábio Santos, se lançou em um peixinho e obrigou Rafael a praticar boa defesa.

O fim do primeiro tempo veio para acalmar os ânimos dos jogadores corintianos e impedir o que poderia ser o abafa dos santistas que se inflamaram com o gol. 

No inicio do segundo tempo, o gol que mudou o rumo da partida e garantiu o triunfo inédito para o Timão. Alex, que não foi bem na partida anterior, chamou a responsabilidade de uma cobrança de falta e coloca a bola para Danilo. O meia que tem a cara da Libertadores, com toda calma (marca registrada), desloca Rafael e marca o gol da classificação.

Nesse momento, pairou uma duvida no ar: O Timão vai para cima e tenta o segundo gol? Ou fica na defesa e segura os santistas?

O Timão optou por segurar os santistas, mas passou a conviver com a possibilidade de sofrer o segundo gol e perder a classificação. Mas ali estava a melhor defesa de todos os tempos da Libertadores.

Estrategia escolhida, bastou ao Timão segurar o impeto dos santistas e não deixar que Ganso e Neymar tomassem conta da partida. Missão cumprida, meninos da Vila dominados, só restou aguardar o fim da partida. Fim que parecia não chegar, os gandulas faziam o trabalho de retardar a partida.

Quarenta e oito minutos de jogo no segundo tempo, o arbitro pede a bola e apita o final da partida. Corinthians é o primeiro finalista da Libertadores!

Agora o Timão espera a definição de seu adversário que está entre Boca Juniors e Universidad do Chile. Acredito que essa equipe está pronta para ser campeã da Libertadores, indiferente de quem seja o adversário. Essa equipe tem a cara da Libertadores.

Aproveitando a ocasião, quero parabenizar o Dr. Osmar de Oliveira, que completou 69 anos e recebeu o maior presente que o Timão poderia lhe dar! Parabéns Dr. Osmar!

Para alegrar mais ainda a noite corintiana, o São Paulo foi eliminado pelo Coritiba da Copa do Brasil com um gol de Everton Ribeiro, revelação do Timão.

sábado, 16 de junho de 2012

LAOR, PRESIDENTE DO SANTOS, EXPLICA APAGÃO NA VILA!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O jogo entre Santos e Corinthians, pela Libertadores da América, acabou fazem exatamente 90 horas, mas as polêmicas pós jogo ecoam por todos os cantos do mundo futebolístico, principalmente, ao pé do ouvido de Mano Menezes e Andrés Sanches. 

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro (Laor), levantou uma tese para explicar o apagão que o Santos sofreu diante do Timão e atribui a responsabilidade a convocação de seu principal jogador para os amistosos da Seleção Brasileira nos Estados Unidos. Laor alega que não houve convocação dos corintianos para não desgasta-los e assim estarem bem para a partida da última quarta-feira.


"Por que não chamaram o Ralf, o Paulinho, o Castán? É estranho, não é? E se a seleção era Olímpica, por que então convocaram o Hulk?", questionou Laor, em entrevista ao Estadão.


"O Neymar voltou para o Santos acabado, abaixo do peso, abalado psicologicamente por causa da derrota para Argentina. Estão matando nossa galinha dos ovos de ouro", afirmou.

Dentre os presidentes em exercício é o que mais admiro, pois teve peito para segurar a maior joia do nosso futebol, Neymar ficou, não foi para o exterior. Devolveu o Santos à rota mundial quando conquistou a Libertadores do ano passado e disputou o Mundial.

Só que essas declarações o leva ao nível de presidentes equipes de várzea, que não conseguem reconhecer suas deficiências e falhas. O Santos tem total condição de reverter esse resultado, mas dizer que há um complô para o Timão ser campeão.

Se bem que tenho que reconhecer a inteligência de Laor. Bela maneira de tirar o foco dos aspectos negativos da partida: a derrota (principalmente); a não expulsão de Neymar; os objetos jogados em direção aos jogadores corintianos e o apagão dos refletores. Ah, os refletores, essa foi a pior das manobras dos donos da casa! Não me venham com a história que foi um apagão normal.

Missão cumprida com êxito, pois não se fala desses aspectos, agora o assunto é o cansaço de Neymar e Rafael.

O Diretor de Seleções, Andrés Sanches, matou a charada: "Fico triste, sei como dói uma derrota. Ele falou no calor do momento. Só que o Santos teve jogadores convocados no ano passado e jogos adiados por causa disso. Eu não sabia que o Luis Alvaro não queria que convocasse jogadores dele, e ele ainda queria que convocasse o Arouca. Se existe esquema, ele próprio é o chefe" 

Lembro-me que no ano passado o Santos passou por situação semelhante e foi campeão da Libertadores. Esse mesmo Neymar, ano passado, voltou do torneio sub-20, pulou o carnaval baiano, foi à campo e ajudou o Santos à vencer a Portuguesa. 

E agora? Por que esse caso é diferente? 
Por que agora ele está falando como o derrotado!

Com essas declarações já consigo respostas para o apagão dos refletores: Neymar estava cansado e precisava descansar! Então, apaguem as luzes!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

CORINTHIANS! UM PASSO PARA FINAL INÉDITA!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O Corinthians deu um passo gigante para a conquista da vaga inédita na final da Taça Libertadores da América. Com golaço de Emerson, ótima atuação de Cássio e uma partida “quase” perfeita, o time de Parque São Jorge venceu pelo placar mínimo a badalada equipe do Santos.
Não adiantou a torcida estourar rojões a madrugada inteira e impedir o descanso dos corintianos no hotel. Não adiantou o esforço de colocar PH Ganso em condições de jogo. Neymar não foi nem sombra do Neymar que aparece em grandes decisões. O fator campo / torcida (ponto forte desse ano) não foi determinante a favor do Santos nessa partida, pois quem comemorou foi a torcida visitante (apenas 600 torcedores corintianos).

As maiores expectativas estavam direcionadas para um camisa 11, Neymar, que tinha tudo para desequilibrar nessa partida e mais uma vez decepcionou, foi anulado. Fato que se tornou comum nos últimos três jogos do craque: dois pela seleção e um pelo Santos. O craque sumiu contra o México, Argentina e contra o Timão! Bom para o Corinthians!

O setor defensivo do Corinthians foi absoluto mais uma vez e não deu espaços para os atacantes do Santos. Com a proposta de marcar por setor, o Timão anulou totalmente os meninos da Vila na Vila. A solidariedade defensiva dos jogadores de meio e “ataque” foi do tamanho do clube, grande e impressionante. Todos, sem exceção, defendiam e quando ficou com um a menos esse esforço foi multiplicado por dois.

Na primeira etapa os donos da casa pareciam estar com o freio de mão puxado. Erravam muitos passes no ataque e o goleiro Cássio foi um mero espectador. Já na etapa final, nas raras vezes que o setor ofensivo conseguiu superar os marcadores do Timão, Cássio foi perfeito nas saídas em bolas alçadas e em lances de perigo. Destaque para as ótimas defesas em cabeçada de Borges e em chute de Juan.

O Timão só não foi perfeito por conta de um detalhe: o poder ofensivo fica prejudicado pela falta de um centroavante de origem e pela fase que o meia Alex está passando, hoje é sombra de Danilo. Não tenho duvidas que seja um ótimo jogador e decisivo, mas, principalmente, no jogo dessa quarta-feira ficou (e está) muito abaixo do que pode produzir. Errou passes que não costuma errar e comprometeu em alguns lances em que perdeu a bola no meio campo proporcionando alguns contra ataque, que a defesa corintiana impediu.

Com o sumiço de Neymar, outro camisa 11 foi o grande destaque do jogo. Emerson Sheik, aos 27 minutos do primeiro tempo, em mais uma ótima jogada de Alessandro e Paulinho. O volante arrancou pelo meio, recebeu ótimo passe (nas costas de Arouca) de Alessandro, avançou sozinho e fez bela assistência para Emerson. Sozinho na área, o camisa 11 ajeitou para a direita, olhou e bateu colocado, golaço, no ângulo de Rafael.

Sua participação só não foi excelente, pois o atacante, por excesso de vontade levou dois cartões amarelos (infantis) e foi expulso. Com isso, desfalcará a equipe na partida decisiva no Pacaembu.

Para o jogo de volta, Tite terá a dura missão de arrumar um substituto. Acredito que Willian seja a melhor opção para manter a mesma formação, mas não seria nada ruim optar por Liedson (mesmo em má fase).

A partida contou com uma péssima arbitragem que pipocou quando deveria expulsar Neymar por entrada dura em Leandro Castan. A torcida santista foi pequena ao jogar objetos em direção do goleiro Cássio, até o capacete de um policial entrou na história.

E o fato que para mim é inaceitável: Quando Alex partia em direção ao gol (podendo fazer o segundo), alguém, sim, alguém apagou os refletores. Coincidência? Para mim não!

Mas com todos esses imprevistos a noite não foi do alvinegro praiano, que sucumbiu à melhor defesa da competição.

Para calar a boca do jornalista Odir Cunha que menosprezou o Timão em seu blog:
“Acordei tranqüilo, otimista. Penso no jogo desta noite e só me vêem imagens boas na cabeça. Vejo Elano acertando suas cobranças de falta, Alan Kardec infernizando a defesa adversária, Neymar inspirado e objetivo como nunca, Arouca penetrando de surpresa pelo meio, Edu Dracena acertando uma cabeçada decisiva... Sinto que neste duelo tão aguardado pela semifinal da Libertadores, a Vila Belmiro viverá uma de suas noites históricas mais felizes. O time que joga para o gol – e por isso tem os deuses do futebol ao seu lado – mais uma vez construirá um grande momento do esporte.”

terça-feira, 12 de junho de 2012

CORINTHIANS x SANTOS: Quem é favorito na Libertadores?

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Corinthians e Santos vivem uma grande expectativa, a decisão na vaga para a final da Taça Libertadores na América. As equipes não pensam em mais nada, a não ser na decisão, os jogos dos dias 13 e 20 de junho, que deixarão uma torcida muito feliz e outra muito triste.

Dizer que há um favorito é mero palpite, apostar em uma das equipes é impossível, pois não temos parâmetros para afirmar qual equipe está melhor no momento.

O Santos de Neymar passou por período sem a presença de seus principais craques e poupou a maioria dos atletas pensando naquilo, pensando na Libertadores. Dizer que enfrenta um mau momento é não enxergar que o clube despreza (por enquanto) a disputa do torneio Nacional.

O Corinthians de Paulinho (ou de todo o elenco?) também deixou a competição nacional de lado para se dedicar aos treinamentos e poupar jogadores para o torneio continental. A única apresentação que contou com todos os titulares, contra o Figueirense, a falta de atenção e displicência dos jogadores era totalmente visível. Vencia pelo placar de 1 a 0, ficou com um a mais em campo e relaxou, resultado: sofreu o empate.

Gostaria muito de dizer que o meu Timão é favorito, mas o craque Neymar está contrariado, pois sofreu muitas contestações na excursão da seleção brasileira aos Estados Unidos. Nessa excursão, a seleção venceu sem maiores problemas as seleções da Dinamarca (3 x 1) e Estados Unidos (4 x 1); fez uma partida apática contra o México, sendo derrotada por 2 a 0 e em jogão contra os Hermanos (Argentina), perdeu por 4 x 3. Nas últimas partidas, o craque não foi muito bem e sofreu duras criticas de torcedores e comentaristas. Principalmente em comparação ao que Messi fez contra a nossa seleção.

Todos nós sabemos que se contrariam o craque, ele vai para cima para tentar mostrar o seu poder de fogo. Lembram do que aconteceu com o Bolívar? E esse é um momento que o craque volta a apresentar um bom futebol, em momentos decisivos.

E provavelmente, Ganso poderá estar de volta. O que leva o time santista a ficar mais perigoso e com mais qualidade de jogo.

Por outro lado, o Corinthians tem uma equipe muito forte. Conta com um setor defensivo de dar inveja a qualquer equipe, o meio campo conta com a melhor dupla de volantes da atualidade, Paulinho e Ralf e é a única equipe que não perdeu nessa edição. Fatores que me levam a acreditar muito na classificação inédita do Timão para a final, mas o Santos é forte e busca o tetra.

Não há favorito! Para o torcedor resta se apegar na confiança, tabus, superstição, retrospectos e principalmente na força da sua torcida.

Aproveitando que falamos em retrospectos, vamos ver os números desse clássico, o clássico alvinegro:

 ·     Corinthians venceu 122 vezes e marcou 568 gols;
·         Santos venceu 99 vezes e marcou 486 gols;
·         As equipes empataram 85 vezes.


E aí você arrisca um palpite sobre quem vence a primeira partida?
Meu palpite é empate em 0 a 0.

domingo, 10 de junho de 2012

4 POR 4: VASCO 100%

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O Vasco é a sensação do BRA-12, o time conquistou nada mais nada menos que todos os pontos disputados. É, sem duvida, o time que reúne as melhores condições para buscar o titulo que persegue desde o ano passado. Sim! Não tenho duvidas que é muito cedo para falarmos de título, mas lembre-se do último campeão. O Timão só ficou com o caneco do ano passado por que reuniu nas primeiras rodadas o maior número de pontos, conquistou a chamada gordura e se deu ao luxo de queima-la no momento certo.

O inicio da competição pode ser decisivo para um desfecho feliz ou muito triste. O inicio do Vasco é muito bom e pode conduzi-lo ao título.

Desconsiderando o clássico San-São, que obrigatoriamente traria um resultado positivo para um dos lados. Temos que destacar o único paulista que alcançou mais uma vitória no torneio: Salve a Portuguesa!

Vamos ver como foi essa rodada:

Palmeiras 0 x 1 Atlético - MG: Para o Verdão, era o último ensaio antes de encarar o Grêmio pela primeira semifinal da Copa do Brasil, jogo que será realizado na quarta-feira. Além da estreia de Ronaldinho Gaúcho com a camisa do Galo Mineiro, existia a certeza de que uma vitória valeria a primeira colocação, mesmo que provisória do Torneio Brasileiro. Ronaldinho Gaúcho, o novo R49, foi apenas esforçado, buscou o jogo, se apresentou, queria mostrar o seu valor para os poucos torcedores, mas não foi nada brilhante. Mas não precisou que sua capacidade fosse colocada em pratica para passar pelo fraco time palmeirense. O Galo, bem superior, venceu com justiça pelo placar minimo e está na segunda colocação do torneio.

Flamengo 3 x 1 Coritiba: Até que enfim, uma boa notícia para os flamenguistas. Saída de Ronaldinho, troca de acusações e até a sua sede assaltada, mas o triunfo deste sábado trouxe uma ligeira alegria aos rubro-negros. Com muito sofrimento, é verdade, mas os três pontos estão estampados na tabela. O placar de 3 a 1 diante do Coritiba no Engenhão, sob muita chuva e pressão persistentes, põe fim a uma incomoda série de três empates e garante um sopro de paz na Gávea. O Coritiba, que vai decidir vaga com o São Paulo na final da Copa do Brasil, foi um adversário duro e terminou o jogo com mais finalizações do que o Mengão, mas se perdeu nos primeiros 15 minutos. O time carioca soma seis pontos, já o Coxa permanece com três.

Portuguesa 2 x 0 Atlético - GO: Para os Lusitanos, persistência atende pelo nome de Moisés. O cara perdeu gol incrível, méritos para o goleiro Roberto que fez grande defesa. Alguns minutos depois viu, em cobrança forte de falta, Roberto praticar mais uma grande defesa. Mas é luso-brasileiro e não desiste nunca. E em lance inusitado e que o único recurso para o goleiro Roberto era pegar com a mão, pois Paulo Henrique toca no seu contra-pé, Moisés cobra e marca. Esse gol foi o segundo da partida, Ricardo Jesus já havia balançado as redes aos 2 minutos do segundo tempo.

Fluminense 0 x 0 Internacional: Há pouco mais de um mês, as duas equipes protagonizaram dois jogos eletrizantes pela Libertadores da América - na ocasião, os cariocas levaram a melhor e despacharam os gaúchos, mas não passaram pelo Boca Juniors e ficaram no meio do caminho. Cheias de desfalques, as equipes voltaram a se enfrentar, no Engenhão, a igualdade predominou e a escasses de gols garantiram o 0 a 0.

Grêmio 2 x 0 Corinthians: O Timão com o foco totalmente voltado para a disputa da semifinal da Libertadores, colocou em campo um time, além de reserva, com vários jogadores improvisados. Ora Ramon estava no meio, ora na lateral revesando com Fabio Santos (único titular); Marquinhos saiu da zaga para se aventurar no meio como um volante de contenção e diga-se de passagem, melhor ficar na zaga. O Grêmio que não tem nada a ver com isso, entrou em campo com o que tem de melhor e fez o resultado: duas bolas na rede garantiram mais uma vitória para o time gaúcho. Agora eu pergunto: "Por que o Tite demorou tanto para colocar Romarinho e Adilson em campo? Tudo bem que o Timão está com seus esforços direcionados para a Libertadores, mas se for mal no BRA-11, pode ser rebaixado"
Bahia 1 x 2 Vasco: Em Pituaçu, o Vasco não se intimidou, fez mais uma vitima e segue 100%. Com dois belos gols, de Juninho e Diego Souza, o time carioca bateu o Bahia por 2 a 1. A liderança é mais que justa para esse time que mantem a mesma pegada desde o ano passado, quando sagrou-se campeão da Copa do Brasil e vice do Brasileirão. Com 12 pontos, vai fazendo campanha melhor que a do campeão do BRA-11 e de quebra conta com o artilheiro do torneio, Alecsandro ao lado de Herrera e Vagner Love, com 4 gols


São Paulo 1 x 0 Santos: Imaginem um time que conte com Rogério Ceni, Wellington, Casemiro, Luis Fabiano (São Paulo), Rafael, Fucile, Edu Dracena, Juan, Arouca, Elano, Ganso, Borges e Neymar. Sim! Seria um time favorito a ganhar qualquer titulo que disputasse, mas tire-os de uma clássico san-são. Clássico sem esses jogadores fica deprimente, monótono, sem qualidade e vazio, pois é, apenas 6.327 pessoas assistiram a redenção de Paulo Miranda, que marcou o gol da vitória magra do Tricolor.

Náutico 3 x 2 Botafogo: As torcidas foram da alegria à frustração e da frustração à alegria, melhor para a do Náutico, que viu seu time derrotar o Botafogo. Essa foi apenas a primeira vitória do time pernambucano, mas essa é para dar moral para qualquer equipe. Os pernambucanos chegaram a abrir 2 a 0, teve um de seus jogadores expulso e viu o Fogão chegar ao empate. Quando parecia que os cariocas chegariam a sua terceira virada no torneio, Márcio Azevedo foi expulso, Vitor Junior errou e o Timbu marcou o gol da vitória.

Figueirense 0 x 0 Ponte Preta: Bem que se esforçaram, superaram a forte chuva que caia em Florianópolis e fizeram o jogo com o maior número de finalizações dessa rodada. Mas as 17 tentativas dos donos da casa somadas as 15 dos visitantes não encontraram as redes no Orlando Scarpelli. O placar persistiu em ficar no zero e a invencibilidade do Figueira permaneceu intacta.

Agora para os amantes do esporte bretão, resta aguardar o dia 13 de junho para acompanhar as semifinais da Libertadores e Copa do Brasil.

sábado, 9 de junho de 2012

FALAR O QUE? Brasil 3 x 4 Argentina

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Brasil e Argentina protagonizaram mais um grande espetáculo, escreveram mais uma belo capitulo dessa grande rivalidade, acredito que a maior do mundo. Mas esse espetáculo não poderia acabar empatado e se deu melhor quem tem o melhor jogador do mundo, a Argentina, graças a Messi - o cara marcou três dos quatro gols dos hermanos.

Sou brasileiro e apaixonado por nossa seleção, mas sou fã de carteirinha do futebol argentino. Quando a Argentina sofreu o primeiro gol, a câmera fechou em Messi e era nítido em seu olhar o sentimento de frustração. E essa frustração foi transformada em determinação, que automaticamente veio a toma em forma de gols. 

Messi passou a maior parte do primeiro tempo sem tocar na bola, mas aos 31 minutos, mostrou seu infinito repertorio de jogadas e marcou o gol de empate, mais três minutos e o cara virou o jogo. Rafael que não havia passado por nenhum susto e não tocou na bola, sofreu em três minutos dois gols, mas continuou sem tocar na bola.

A infantilidade do setor defensivo do Brasil foi assustador. Como dois volantes deixam Messi sozinho para se infiltrar entre a zaga e marcar? Um setor defensivo não pode jogar em linha, quando o adversário tem um jogador que a maioria de suas jogadas é de infiltração, tem que ficar alguém na sobra, mas fica como lição.

O Brasil jogou bem e usou um recurso que não costuma usar com Mano, apertar o adversário na saída de bola. O lado esquerdo funcionou, apesar da forte marcação sobre Neymar. Marcelo fez uma excelente partida e com o santista vai forma uma bela dupla e juntos vão dar trabalho nas Olimpíadas. 

Oscar tem demostrado que é o camisa 10 dessa seleção e não deve perder o lugar até o inicio dos jogos olímpicos. Hoje não foi tão bem, mas quando aparecia no jogo, fazia muito bem sua função, armar! Em lance que o Brasil poderia parar a jogada por sua causa, segurou a dor e foi premiado com o gol de empate.

O Brasil virou - com Hulk -, mas a Argentina tem Messi e o cara desequilibra e resolve. Fernandez marcou o gol de empate, de cabeça, aos 30 minutos.

Nove minutos após o empate, Messi colocou sua genialidade em ação e marcou um GOLAÇO e fechando o placar. Falar o que desse jogador?

Para os apaixonados do esporte bretão foi um grande programa para tarde desse sábado, Brasil e Argentina fizeram um jogo digno da grandeza desse clássico.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

BRA-12: PAULISTAS NÃO VENCEM, BOM PARA O VASCO!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Corinthians, Santos, São Paulo e Palmeiras deixam o Brasileiro de lado e permitem que os demais times se distanciem na tabela. Envolvidos com as semis da Libertadores e Copa do Brasil, não conseguem encaixar em seus jogos e passam sem vencer na terceira rodada. Enquanto isso o Vasco da Gama encaixa a terceira vitória e chega a liderança isolada com nove pontos.

Mesmo estando na disputa de grandes títulos, os grandes de São Paulo não podem deixar o Brasileiro de lado. Esses pontos perdidos no inicio da competição farão falta na reta final e será difícil tirar essa diferença. São Paulo e Palmeiras não conseguiram passar por Internacional e Sport; Santos e Corinthians ficaram apenas no empate e continuam sem vencer nessa edição do BRA-12.

Vamos ver como foi a terceira rodada:

Sport 2 x 1 Palmeiras: Sport e Palmeiras reviveram a rivalidade de anos anteriores, fizeram um jogo disputado, com lances ríspidos, mas no fim os rubro-negros fizeram a festa na Ilha do Retiro. Aproveitando os erros do Verdão, a equipe da casa fez 2 a 1 e obteve na noite desta quarta-feira sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, no segundo jogo sob o comando de Vágner Mancini. O Palmeiras jogou mal no primeiro tempo, melhorou na etapa final, chegou a ter um gol anulado, mas amargou nova derrota na competição.

Atlético - GO 0 x 1 Grêmio: Uma virtude dos bons atacantes é a insistência. Miralles é desses que parece passar incólume às chances desperdiçadas. E na partida diante do Dragão goiano foi recompensado no Serra Dourada, em Goiânia, pela sua insistência e perseverança. Depois de duas oportunidades perdidas, fez o gol da vitória do Grêmio sobre o Atlético-GO por 1 a 0.
Vasco 4 x 2 Náutico: Duas semanas depois da eliminação na Libertadores, o Vasco mostra a cada jogo que não se abalou com a derrota para o Corinthians. Já o Náutico, eliminado precocemente da Copa do Brasil, ainda tenta entrar nos trilhos nesta temporada. O resultado, em São Januário, reflete a diferença entre as duas equipes neste início de Brasileirão: vitória cruz-maltina por 4 a 2. O time carioca, que não vencia seus três primeiros jogos na Série A desde 1988 foi o grande destaque desta rodada, assumiu a liderança da competição, com nove pontos. Já o Timbu continua com apenas um ponto no torneio.

Atlético - MG 1 x 1 Bahia: A expectativa era ver Ronaldinho Gaúcho em campo. Porém, como o nome do jogador não apareceu a tempo no Boletim Informativo Diário (BID), o craque não apresentou condições legais para jogar. A torcida atleticana, que lotou as arquibancadas do Independência - 16.580 pessoas pagaram ingressos -, teve de se contentar com a presença do atleta atrás do gol, acima dos vestiários, onde acompanhou o jogo. E foi apenas isso o que agradou à torcida alvinegra, que viu um empate inesperado diante do Bahia, em 1 a 1. O Galo, que havia vencido nas duas primeiras rodadas, sofreu o primeiro gol na competição e perdeu os 100% de aproveitamento. O Bahia, por sua vez, marcou pela primeira vez no Brasileirão e conquistou um resultado muito comemorado pelos atletas e pela comissão técnica.

Coritiba 2 x 0 PortuguesaNo duelo dos times sem vitória, o Coritiba levou a melhor e ganhou da Portuguesa por 2 a 0, no estádio Couto Pereira. Foram os primeiros pontos do Coxa, que soube jogar no campo pesado, após três dias de chuva na capital paranaense. O lateral-direito Ayrton abriu o placar, contando com um desvio em chute cruzado. O atacante Everton Costa marcou o segundo, em boa conclusão da entrada da área. Os dois gols foram marcados ainda no primeiro tempo. Fica esperto São Paulo!

Santos 1 x 1 Fluminense: Os 4.080 torcedores de Santos e Fluminense que compareceram à Vila Belmiro na fria noite desta quarta-feira não foram recompensados pela coragem de se deslocarem de casa na véspera do feriado prolongado. Desfalcados, paulistas e cariocas apresentaram um futebol abaixo da média e ficaram no 1 a 1, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez o Santos provou que Neymar representa mais da metade de seu poder ofensivo.

Ponte Preta 2 x 2 Flamengo: Vencer ainda não é um verbo que Flamengo e Ponte Preta podem conjugar no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro vive momentos de crise de resultados, de identidade e futuro de incertezas. Sem conquistar uma vitória desde o dia 15 de abril, quando venceu o Americano por 3 a 1 pelo Carioca, a equipe de Joel Santana continua mal, não evolui. Na noite de quarta-feira, a Macaca foi melhor a maior parte do tempo, vencia por 2 a 1 até os 48 minutos da etapa final, mas não soube segurar o placar. Vagner Love, praticamente no último lance do confronto do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, decretou o empate por 2 a 2, pela terceira rodada. O confronto teve público pagante de 5.365 torcedores - maior que no jogo do Santos - e renda de R$ 110.417,00.

Botafogo 2 x 3 Cruzeiro: O time das viradas, sofreu uma virada incrível e permitiu que seu arquirrival, Vasco da Gama, assumisse sua posição de líder. O Cruzeiro esbanjou raça no Engenhão e, mesmo após estar perdendo por 2 a 0, virou para cima do Botafogo e saiu do Engenhão com uma vitória de 3 a 2. A partida, válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, foi realizada na noite desta quinta-feira, no Engenhão. Com a virada conquistada em apenas 6min, o Cruzeiro chegou aos cinco pontos e ocupa a oitava colocação. Já o Botafogo - que brigava para continuar na liderança após a rodada - perdeu os 100% de aproveitamento e terminou a rodada apenas no quarto lugar. 

Corinthians 1 x 1 Figueirense: Enquanto a cabeça continua nas semifinais da Taça Libertadores, o Corinthians segue sem vencer no Campeonato Brasileiro depois de três rodadas. Com uma atuação bastante discreta e tendo um jogador a mais desde os 17 minutos do segundo tempo, o Timão permitiu o empate do Figueirense por 1 a 1, no Pacaembu. Danilo fez para os paulistas e Caio empatou para os catarinenses. Abre o olho Timão, desse jeito vai ficar pelo caminho na Libertadores. Um time que quer ser campeão, não pode se dar ao luxo de jogar tão mal diante de um time com pouca qualidade.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

CAMISAS 10, NOTA ZERO!

E aí galera Apaixonada por Futebol!


Dois jogadores que chegaram ao topo do mundo com muita facilidade, pois sabem (quando querem) jogar muita bola. Adriano e Ronaldinho Gaúcho são os jogadores que ultimamente estão tomando conta das principais polêmicas do nosso futebol.



O primeiro classificado de imperador em tempos que enchia os olhos dos amantes do esporte bretão, sofreu com lesões, esteve no centro de polêmicas aos montes e decidiu voltar ao nosso Brasil. Por São Paulo e Flamengo nas primeiras tentativas e no Corinthians em sua última investida. No time dirigido por Tite, entrou em campo poucas vezes, se somado o tempo que esteve em combate não dá um jogo completo. De bom, apenas o gol que marcou na virada contra o Galo Mineiro no Brasileiro do ano passado.

A relação Tite/Adriano/Corinthians se desgastou ao extremo e uma negativa para não subir na balança foi a gota que faltava. Adriano foi dispensado! 

O Timão ficou com o prejuízo e nos últimos dias pagou uma indenização de pouco menos de R$ 2 mi. Pagou pelo que não usufruiu; pagou e não levou; pagou por um produto estragado que funcionou apenas uma única vez. Imagem para o marketing, Adriano não tinha, pois nenhuma marca que se preze colocaria o rosto de um "boy problem" em seu produto. Porém, comprou sabendo de todos os riscos que corria.

De igual modo, o Flamengo, da presidente Patrícia Amorim, comprou o melhor jogador do mundo por duas vezes, eleições de 2004 e 2005. Comprou pensando que teria em mãos um Ronaldo Fenômeno e alcançaria além de títulos, muitas ações de marketing. Mas a presidente não lembrou que a imagem desses Ronaldos são antônimos. O fenômeno tem uma simpatia e carisma fora do comum, já o segundo é totalmente antipático e fechado em termos de mídia, ou seja, não tem mercado.

No quesito título: as ondas estavam boas até a conquista do Campeonato Carioca 2011, vencendo a Taça Guanabara e Taça Rio. Mas vieram os tropeços e com os tropeços as criticas. 

A relação Luxemburgo/Ronaldinho/Flamengo começou a ficar conturbada, mas preferiram tirar o chefe do que o subordinado. O craque esteve envolvido na saída de Vanderlei Luxemburgo, alguns jogadores dizem que ele foi o pivô do episódio que culminou na demissão do técnico.

Agora o craque acusa o Flamengo de mal pagamento (nenhuma novidade) e o Flamengo quer processa-lo e pede a sua reintegração junto a justiça. Em entrevista ao fantástico, o cara se mostrou um santo e exemplo de profissional! Será? Mas as imagens do circuito interno do hotel provam que ele está mentindo!

O que mais me chama a atenção é que o Palmeiras, time que não vive uma boa fase e agora não tem estádio, ainda correu atrás do jogador para negociar mais uma vez com ele. Foram acusados pelo Flamengo de aliciamento e quase foram para o tribunal.

Lembro-me que antes do Flamengo entrar na jogada, o Verdão tentou a contratação do craque. Errar por falta de conhecimento é aceitável, mas errar diante do exemplo é mais que burrice. E quem está caindo na burrice é o Atlético – MG, que anunciou a contratação de Ronaldinho.

Ronaldinho terá que provar que joga se pagarem seu salário.

E o que dizer do Flamengo? E o que dizer de Patrícia Amorim? Pelo amor de Deus, cair no conto do vigário uma vez tudo bem, mas duas é demais! Não bastasse Ronaldinho, agora é a vez de Adriano dar trabalho no Ninho do Urubu.

O Imperador Adriano iniciou hoje suas atividades pelo bom retorno ao futebol e para provar que o Corinthians cuidou muito mal de sua recuperação.

Patrícia Amorim e Alexandre Calil, prestem atenção! Esses ai não querem mais nada!

sábado, 2 de junho de 2012

MESSI, O DONO DA BOLA

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Que Lionel Messi não consegue repetir as belas atuações de Barcelona quando está com a camisa da seleção argentina é notório. Todos os críticos o colocam como um jogador clubista e que no Barça os demais jogadores o ajudam em suas exibições. Sim, concordo com tudo isso, mas hoje contra a fraca e infantil seleção equatoriana, foi o dono do jogo.

Não foi uma noite fácil para o Equador. Quando disse que a seleção equatoriana era infantil, me referi ao modo em que a defesa se portou diante de um jogador como Messi. Não podem deixa-lo livre para armar as jogadas, livre para pensar; se em espaços menores o cara já faz estragos, imagem com espaço livre.

Além de um Messi inspiradíssimo, os equatorianos tiveram pelo frente um ataque formado por Higuían, Aguëro e Di Maria – todos afim de futebol. Com isso, em noite de belas jogadas e gols sensacionais, a Argentina goleou por 4 a 0 no Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, assumiu a liderança isolada das eliminatória sul-americanas e se encheu de moral para o amistoso contra a seleção brasileira, no próximo sábado, em Nova Jersey, nos Estados Unidos.

O dono do jogo, participou de três jogadas de gol e marcou um, por sinal um golaço. O melhor do mundo, mostrou do que pode fazer com a nossa seleção no próximo dia 09, em jogo amistoso.

Sorte nossa que o baixinho não é bom em bolas aéreas, isso por que no último jogo, nossos zagueiros mostraram uma pequena fragilidade nas bolas alçadas na área.


Mano, fica esperto!