domingo, 27 de fevereiro de 2011

TUDO IGUAL NO CHOQUE REI

São Paulo joga melhor e abre o placar no primeiro tempo com Fernandinho, num golaço. Mas tem Alex Silva expulso no segundo tempo, o Palmeiras passa a dominar e consegue o empate com Adriano que tinha acabado de entrar.

A água que caia forte desde às 14hs desse domingo parecia querer esfriar o clássico, isso por que atrasou o início do jogo em aproximadamente uma hora e meia. Depois que a chuva parou, a água baixou e escuou e o arbitro autorizou o início da partida. O que se viu foram duas equipes com ímpeto a flor da pele e logo de cara, Valdivia e Alex Silva trocaram farpas. Nos primeiros minutos o fogo pegou e evaporou a água, devido esse fogo, antes dos quinze minutos um jogador de cada equipe já tinha um amarelo, Miranda do São Paulo e Danilo do Palmeiras.

Com a bola no chão e nos pés de Dagoberto, Fernandinho e Lucas, o São Paulo foi mais time, dominou as ações e criou mais oportunidades. Até que aos 25 minutos, APAGÃO NA ZAGA PALMEIRENSE. Fernandinho recebe na entrada da grande área pelo lado esquerdo, tira o zagueiro da jogada e bate cruzado no angulo de Deola, que nada pode fazer.

O apagão palmeirense coincidiu com o apagar das luzes do estádio, que provocou uma paralisação de 15 minutos na partida.

Voltamos ao jogo!

O São Paulo continuava dominando, Deola teve que trabalhar e trabalhou bem, com ótimas defesas e impedindo que o Tricolor ampliasse o placar.

Quando o Palmeiras tentava sair para o ataque, a ótima defesa são paulina bloqueava as tentativas. E quando passava pela defesa, estava lá Rogério Ceni para impedir.

O São Paulo imprimiu um ritmo muito veloz, pois contava com Fernandinho, Lucas, Dagoberto e as aproximações de Casemiro. Até os zagueiros Miranda e Alex Silva levaram perigo ao gol verde, em troca de passes e arremate de Alex que Deola defende.

O técnico Felipão errou em escalar dois atacantes de chegada e não um para ficar fixo na área, um legitimo camisa nove. No retorno para o segundo tempo, o técnico, não sei porque, trocou um zagueiro pelo outro; tirou Danilo (será que foi porque não conseguiu para Fernandinho na jogada do gol?) e colocou Leandro Amaral. Nada que fortalecesse o que o Palmeiras mais precisa foratelecer, o ataque.

O São Paulo adotou uma nova postura e começou a esperar o Palmeiras para tentar roubar a bola e sair no contra-ataque, pois velocidade para isso tem. E conseguiu algumas boas jogadas, em uma delas Dagoberto rouba a bola, carregou até a entrada da área e bateu.

A DIFERENÇA!!!


Felipão então decidiu fazer algo para tentar pelo menos o empate. Tira Luan, que até então não havia feito nada na partida, e coloca Adriano Michael Jackson. Em seu primeiro lance, tenta passar por Alex Silva (que aparentava estar nervoso desde o primeiro lance de jogo), cai para cavar falta, o zagueiro são paulino se irrita e o empurra. Pronto, Adriano em seu primeiro lance fez mais que Luan, cavou a expulsão do zagueiro são paulino. Mas não ficou só nisso.

O Palmeiras com um a mais desde os 12 minutos do segundo tempo, passou a dominar a partida e ter mais oportunidades de gol, mas continua pecando nas finalizações.  Muitas dessas finalizações foram defendidas por Rogério Ceni, que fez uma ótima partida, só faltou o gol, dele claro!

Mas aos 37 minutos, Adriano faz "a diferença" em troca de passes na entrada da área, Kleber o deixa na cara de Rógerio e dessa vez não deu para o goleirão. Palmeiras empata a partida e continua dando trabalho a defesa são paulina. Mas ficou nisso mesmo.

Com os resultados dessa rodada o São Paulo ficou na quarta posição com 19 pontos e o Palmeiras cai para a terceira posição com 21 pontos atrás de Mirassol e Corinthians, ambos com 22 pontos.

DECLARAÇÕES:

Fernadinho diz que a arbitragem influenciou diretamente no resultado da partida, pois expulsou o Alex Silva.

Keber deixa recado para Felipão sobre quem deve ser o camisa 9, o matador. Quando perguntado sobre a declaração de Felipão que disse: "Se o Palmeiras não contratar um centro-avante matador, não vai a lugar nenhum". Kleber disse: "O Adriano jogou no Bahia e fez 17 gols, mas a gente prefere jogar com dois jogadores abertos, mas o Adriano esta ai".

Felipão na coletiva declara que São Paulo joga a culpa de maus resultados na arbitragem, para que no próximo jogo seja beneficiado pela mesma arbitragem.

O QUE VEM PELA FRENTE?
O São Paulo terá a semana sem jogo, pois eliminou o jogo de volta da Copa do Brasil e só volta a campo no sábado contra o São Caetano, no Anacleto Campanela.
Na quarta-feira o Palmeiras receberá o Comercial - PI no Pacaembu, pelo jogo de volta da Copa do Brasil.

CORINTHIANS: A CONFIANÇA VOLTOU!!!

O Corinthians goleia o Grêmio Prudente, permanece invicto na competição, vence o terceiro jogo seguido, assume (pelo menos até o domingo) a liderança e recupera a confiança.

O torcedor corintiano deve estar se perguntando: "Por que esse time não enfrentou o Tolima?" Porque se tivesse enfrentado, certamente não estaria fora da Libertadores. "Por que?"

O time está com outra postura em campo, vai para cima dos adversários, a não ser no jogo contra o Palmeiras, não tem dado chances aos outros times e o principal, está confiante.

Todos que entram para o jogo, dão conta do recado.

Willian se aposentou, mas Leandro Castán está se adaptando muito bem a defesa. Tudo bem que contra o Tolima comprometeu.
Chicão está machucado, mas a única diferença de Wallace para ele é que não bate falta. Porém para as faltas, temos o substituto de Roberto Carlos, Fábio Santos, que deixou sua marca nesse jogo também.
Morais voltou para a equipe e já ganhou espaço, espaço esse que Bruno Cesar deixou, pois não vem jogando bem.
Paulinho ficou no lugar de Jucilei, o cara vem jogando tão bem que nem lembrava-se de Jucilei, foi para a Russia, né?
Não estou dizendo que o Jucilei é ruim, acho que é um grande volante, mas Paulinho tem feito boas apresentações e sofreu o penalti que originou o primeiro gol corintiano na partida.

Liedson. Falar o que desse cara? Em cinco jogos, o cara marcou sete gols e já é vice artilheiro do campeonato. Chegou e já foi jogar e vem jogando como se treinasse com esses jogadores a anos. Hoje marcou mais dois, o que falar? Não preciso dizer quem vai estar mais uma vez na página destaque?

Sem contar que Dentinho (o ator de Bruna Surfistinha) está voltando a jogar o bom futebol. Nessa partida teve calma para fazer um lindo passe para Paulinho, na jogada que resultou o penalti e, de quebra, marcou um golaço.

O técnico Tite conseguiu formar um grupo forte e confiável, pena que não a tempo de disputar a Libertadores. Mas fazer o que? Agora eles tem que trabalhar para buscar fazer um bom Brasileiro e voltar a competição Continental em 2012.

O Corinthians permanecerá na liderança em caso de empate ou derrota do Palmeiras contra o São Paulo e do Mirassol contra o Paulista.

O QUE VEM PELA FRENTE?
O Corinthians só volta a campo no próximo sábado, vai a Lins encarar o Linense.
Já o Grêmio Prudente na sexta-feira receberá o Ituano, tentando reagir, pois está com a corda no pescoço.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

SÃO PAULO X PALMEIRAS: CHOQUE REI VALE A LIDERANÇA

Nesse domingo a partir das 16hs, no Morumbi, São Paulo e Palmeiras farão um duelo que pode valer a liderança do Campeonato Paulista.

Na história dos dois clubes já foram disputados 296 partidas com leve vantagem para o time do Morumbi, são 103 vitórias contra 97 triunfos do time verde, marcou 402 gols e sofreu 389 e são 96 empates. O Palmeiras vai a campo para enfrentar além do Tricolor, vai enfrentar um tabu de não vencer no Morumbi desde 2002. Jogo valido pelo Torneio Rio-São Paulo, em jogo que ficou marcado pelo golaço de Alex, que chapelou o zagueiro e Rogério Ceni para depois enpurrar para as redes e levar o Verdão a vitória de 4 a 2. De lá para cá só deu Tricolor, mas os palmeirenses vão para esse jogo a fim de quebrar esse tabu.

Já no último choque rei, valido pelo Campeonato Brasileiro de 2010, vitória Tricolor pelo placar de 2 a 0. Na ocasião Lucas (na época chamado de Marcelinho) e Fernandão marcaram para o Tricolor.

Será um jogão de bola de um lado uma defesa bem montada e menos vazada do Campeonato, mas que conta com um ataque que não vive bom momento, pois peca muito nas finalização. Na derrota para o Corinthians, no empate com o Mogi Mirim e na vitória sobre o Comercial ficou bem claro que a maior deficiência palmeirense é o arremate para o gol.

Poderia ter vencido o Comercial com um placar mais amplo e eliminar a segunda partida em São Paulo e evitar um desgaste por conta do número de jogo. Mas por conta desse péssimo aproveitamento no ataque não foi possível. De contra partida a defesa é a menos vazada do torneio, sofreu apenas três gols em nove jogos.

Do outro lado o São Paulo de Paulo Cesar Carpegianni que preocupado com setor defensivo vem trazendo a campo uma formação com três zagueiros e dando mais liberdade aos ala para municiar o ataque que provavelmente contará com Lucas, Dagoberto e Fernandinho. Jogadores velozes que poderão fazer a diferença nessa partida. Lucas voltou da seleção sub 20 e vem dando espetáculos em cima de espetáculos, fundamental na armação da equipe. Dagoberto vem fazendo ótimas apresentações e, mais importante que boas apresentações, fazendo gols. Já marcou cinco vezes nesse campeonato e em dois jogos deixou sua marca duas vezes, sem contar que é boa opção para sair da área e buscar a bola. Fernandinho também muito rápido forma o trio.

O Palmeiras querendo fugir da sina de péssimo finalizador e contando com reforço de peso (não é o Ronaldo), Valdivia fez dois jogos consecutivos e no último fez boa apresentação. E o São Paulo com poder de fogo apurado, conta com a juventude e rapidez de Lucas. O choque vai ser bom.

Esse jogo vale a manutenção palmeirense no topo da tabela ou, dependendo de outros resultados, o São Paulo assumir a liderança.

OS PROBLEMAS ESTÃO NO GOL!
Os únicos ídolos do futebol brasileiro em atividade no país, provavelmente não jogarão o clássico.
Rogerio Ceni terá que adiar a marcação de seu gol número 100, pois está com problemas nas costas e é duvida para o jogo. O goleirão nem viu a cor da bola no último coletivo, ficou em tratamento. Em seu lugar entra Denis, que já atuou pelo Tricolor contra o Verdão em 2009. E quando perguntado se estava preparado, respondeu:

- Só pego "bucha", né?

Já Marcão com problemas pessoais não participará da partida. Sendo assim a responsabilidade de parar o ataque Tricolor vai para as mãos de Deola.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES: 
São Paulo: Dennis, Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Juan, Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Lucas e Rivaldo; Fernandinho e Dagoberto (3-5-2).
No lugar de Carlinhos Paraíba poderá ser usado Casemiro.


Palmeiras: Deola, Cicinho, Danilo, Mauricio Ramos e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araujo, Tinga e Valdivia; Luan e Kleber (4-4-2).
No lugar de Mauricio Ramos poderá ser usado Thiago Heleno.


Os destaques ficam por conta de Lucas pelo lado Tricolor e Valdivia pelo lado Verde e Branco.


ONDE SERÁ O JOGO?
Estádio Cícero Pompeu de Toledo - Morumbi
Inaugurado em 02 de outubro de 1960
Capacidade para 67.428 Apaixonados por Futebol


Maior público registrado não foi em um jogo e sim em uma reunião religiosa no Congresso Internacional das Testemunhas de Jeová em 25 de agosto de 1985.


O maior público registrado em um jogo foi na final do Paulista de 1977, 146.082 apaixonados por futebol assistiram Corinthians e Ponte Preta. 

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

10ª RODADA DO PAULISTA: CONFIRA OS MEUS PALPITES

Esses são os meus palpites para a décima rodada do Campeonato Paulista. Caso não concorde com algum, deixe o seu comentário com o seu palpite. E vamos ver quem acerta mais.
Situação pós jogo:
Oeste 1 x 0 Linense. Acertei.
Santos 1 x 1 São Bernardo. Que bom que errei, pois beneficiou o Timão.
Corinthians 4 x 0 Grêmio Prudente. 2º Acerto.
Americana 0 x 1 Mogi Mirim. Errei.
Santo André 0 x 2 Ponte Preta. 3º Acerto.
São Paulo 1 x 1 Palmeiras. 4º Acerto.
Ituano 3 x 1 Botafogo. Errei.
Noroeste 0 x 0 São Caetano. Errei.
Paulista 0 x 2 Mirassol. Errei, o Mirassol está de mais.
Portuguesa 0 x 0 Bragantino. Puxa vida, apostava todas as minhas fichas na Lusa.

PALMEIRAS: VITÓRIA INDIGESTA

Palmeiras pressiona, joga mais e abre vantagem de dois gols, mas sofre gol aos 30 minutos do segundo tempo e será obrigado a receber o Comercial em jogo de volta. Jogadores do Comercial comemoram como se estivessem classificados. 

O time paulista logo no início da partida foi para cima dos donos da casa. Nos primeiro minutos só se ouvia falar em uma equipe no ataque, o Palmeiras e a outra se segurando na defesa, lutando para não sofrer gol e forçar o jogo de volta em São Paulo.

Para os jogadores do Comercial – PI não é somente o fato de uma possível classificação, mas com a vinda a São Paulo garantem praticamente um ano e meio de salários. Isso por que a folha salarial do time piauiense é de aproximadamente R$ 40 mil e com o jogo de volta vão arrecadar mais ou menos R$ 800 mil.

Deixa-me fazer um comentário:
- Gosto muito do sistema da Copa do Brasil, dos jogos mata-mata, pois acho que dá mais emoção ao torneio. Mas acho uma “sacanagem” o que fazem com os times de menos expressão. Os caras já dão o sangue para jogar essa Copa, quando tem a oportunidade, a CBF coloca essa regra: se perder por dois ou mais gols de diferença em casa está eliminado sem o jogo de volta. Essa regra é pura e simplesmente para beneficiar o clube grande, por que se não fosse, a CBF faria sorteios para definir onde seria o primeiro jogo. E outra coisa a renda integral da partida só fica para o mandante em caso de vitória ou em situação de não eliminação na primeira partida. Se o clube mandante for eliminado ficará com apenas 40% da renda os outros 60% vai para o visitante (Regulamento da Copa do Brasil: capítulo V no Artigo 18)

Voltando ao jogo.

O Palmeiras tinha mais volume de jogo, pressionava, acertou bola na trave, mas o gol teimava em não sair.

Nas últimas partidas o Palmeiras vem sofrendo muito com a pontaria de seus atacantes ou com bons goleiros que encontram pelo caminho. E nesse jogo não foi diferente, ora a trave impedia o gol, ora a falta de pontaria e ora o goleiro defendia.

O Verdão insistia muito em jogadas pelo lado direito, principalmente com o Mago Valdivia que armou muitas jogadas por ali. Diga-se de passagem, o Mago jogou muito bem nessa partida. Com tanta insistência o gol tinha que sair, e saiu pelo lado direito. Aos 30 minutos, bola roubada, boa troca de passes e ótimo cruzamento para Adriano só escorar para o gol.

Após o gol o Palmeiras continuou pressionando e criando muitas jogadas de perigo ao gol do Goleiro Neto, mas como vem acontecendo, errava de mais nas finalizações.

Antes de terminar o primeiro tempo o Comercial pela esquerda levou perigo ao gol de Bruno. A bola chutada ainda tocou no travessão antes de ir para fora.

Logo no início do segundo tempo o Palmeiras marca com Kleber “o Gladiador”.

Pronto, era isso que o Verdão precisava. Fazer dois e eliminar o jogo de volta, mas continuou abusando nos erros. E para não ajudar o goleirão Neto salvou em cabeçada de Kleber e o auxiliar marcou impedimento em uma chance clara de gol.

E mais uma vez o time de ASA ao adversário e tomou o golpe, dessa vez pelo alto.

Aos 30 minutos do segundo tempo, em cobrança de escanteio, Rafael sobe mais que a zaga e garante pelo menos um ano e meio de salários.

O erro de marcação fica claro quando observamos a área, contamos na imagem cinco jogadores piauienses e sete jogadores de verde.

O Palmeiras vem pagando caro pela ineficiência de seu ataque, pois se marcasse metade dos gols que tem chances, seria um dos melhores ataques do Paulista e teria eliminado o Comercial nesse jogo.

Contra o São Paulo isso tem que mudar, se não acontecerá o mesmo que aconteceu contra o Corinthians. Vai criar mais, porém vai sofrer gols, pois o Tricolor conta com um ataque muito rápido.

Mas vamos esperar para ver.

DECLARAÇÕES:

O goleiro Neto do Comercial diz: "A gente vai (para São Paulo) motivado."

Kleber do Palmeiras coloca a culpa no gramado.

O QUE VEM PELA FRENTE?
No próximo domingo às 16hs encara o Tricolor no Morumbi.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

PALMEIRAS: RUMO À LIBERTADORES 2012

Sendo detentor de uma Copa do Brasil, conquistada em 1998, sem ganhar títulos desde 2008 e não ter disputado a Libertadores nos anos de 2009, 2010 e não ter se classificado para a de 2011. Dão motivos de sobra para o Palmeiras buscar força e o seu segundo título na Copa do Brasil e assegurar uma vaga para a Libertadores da América de 2012.

Nessa quarta-feira o Verdão vai fazer sua estreia na Copa do Brasil, diante do Comercial do Piaui. O jogo será realizado no Estádio Albertão, na cidade de Teresina. 

O Palmeiras vai ao Piaui deixando no Paulista uma boa campanha que lhe garante o primeiro lugar da competição estadual e tendo a melhor defesa com apenas três gols sofridos em nove jogos. Diante desse retrospecto positivo na defesa o técnico Felipão tem a missão de fazer o ataque deslanchar.

Nessas nove rodadas o Palmeiras marcou dois ou mais gols em apenas três jogos e isso trás preocupação, pois caso não vença o jogo por uma diferença de dois gols, será necessário o jogo de volta e isso só agrada ao time anfitrião.

Nos últimos quatro jogos o Palmeiras só marcou três gols e sofreu um na derrota para o Corinthians, em um jogo que os atacantes palmeirenses abusaram em perder gols. Mesma coisa aconteceu no último jogo, no empate sem gols contra o Mogi Mirim, os atacantes penaram e não marcaram.

Das vinte e duas edições da Copa do Brasil, o Palmeiras participou de 15 das 22 edições e foi campeão na edição de 1998. Esse título deu habilitação para a conquista da Taça Libertadores da América do ano seguinte, mas não conquistou o Torneio Intercontinental. Alguns palmeirenses se agaram nesse episodio para acreditar que o título da Copa do Brasil trará sorte para a disputa da Libertadores.

No entanto, também traz más recordações, esses mesmos palmeirense não podem nem ouvir os nomes: ASA, Vitória e Atlético Goianiense, vamos ver por que?

No ano de 2002 o Palmeiras encara o modesto Agremiação Sportiva Arapiraquense ou somente ASA de Arapiraca (AL). No primeiro jogo, realizado em Alagoas, o ASA frustra as expectativas palmeirense, vence por 1 a 0 e força o segundo jogo em São Paulo. Na mente de qualquer torcedor, estavam vindo a passeio, mas no dia 20/02/02 o imprevisível aconteceu. Mesmo o Palmeiras vencendo o jogo por 2 a 1, o arbitro dando cinco minutos de acréscimo no segundo tempo, foi eliminado porque levou um gol em casa.

Outro episódio triste ficou para o ano seguinte, não pelo adversário ou pela eliminação, mas sim pelo resultado. Palmeiras chega as oitavas de final, vai ao Estádio Barradão encarar o Vitória (BA) e sai de lá praticamente classificado, pois trazia na bagagem o resultado de 3 a 1 a seu favor. Só que a surpresa estava guardada para o Palestra Itália, um surpreendente 7 a 2, isso mesmo, 7 a 2 para o Vitória.

Em 2007 o nome Ipatinga não era bem visto no Parque Antártica, pois ainda na segunda fase levou o Palmeiras a desclassificação. Mesmo revertendo no Parque Antártica uma desvantagem de dois gols e levando a decisão para os penaltis. O Verdão não foi grande para o time de Minas Gerais e foi derrotado por 4 a 3 e deu adeus a competição.

Ano passado uma outra surpresa, fase de quartas de final, o adversário é o Atlético de Goiás, primeiro jogo o Verdão vence pelo resultado mínimo, mas foi derrotado no segundo jogo, também pelo resultado mínimo. Com as igualdades das duas partidas a decisão foi para os penaltis, mas não era dia dos batedores das duas equipes, pois foram desperdiçadas sete cobranças. destaque para os goleiros Marcos, do Palmeiras e Marcio, Atlético - GO, juntos pegaram seis cobranças e uma foi para fora. Mas como alguém tinha que sair do Serra Dourada classificado, a sorte foi para o lado goianiense e o gol da vitória saiu do pé de Elias, que converteu a última cobrança.

CONFIRA ANO A ANO DO VERDÃO NA COPA:
Nos anos de 1989, 1990, 1991, 2001, 2005, 2006 e 2009 não participou.
1992 - Desclassificado na Semi pelo Internacional
1993 - Desclassificado nas Quartas pelo Grêmio
1994 - Desclassificado nas Oitavas pelo Ceará
1995 - Desclassificado nas Oitavas pelo Grêmio
1996 - Derrotado na Final pelo Cruzeiro
1997 - Desclassificado na Semi pelo Flamengo
1998 - CAMPEÃO
1999 - Desclassificado na Semi pelo Flamengo
2000 - Desclassificado nas Quartas pelo São Paulo
2002 - Desclassificado na 1ª Fase pelo ASA de Arapiraca
2003 - Desclassificado nas Oitavas pelo Vitória
2004 - Desclassificado nas Quartas pelo Santo André
2007 - Desclassificado na 2ª Fase pelo Ipatinga
2008 - Desclassificado nas Oitavas pelo Sport
2010 - Desclassificado nas Quartas pelo Atlético - GO

Mas esse ano o Palmeiras vem confiante em seu técnico Felipão, nos jogadores Valdivia, Kleber, Marcos e Marcos Assunção para obter sucesso na competição. Caso o Palmeiras passe pelo Comercial, enfrentará os mineiros do Uberada na segunda fase.

QUEM É O ADVERSÁRIO:
Nome: Comercial Atlético Clube
Fundado em 21 de abril de 1945
Estádio Deusdeth Melo com capacidade para 4 mil APAIXONADOS POR FUTEBOL
Atual Campeão Piauiense e da Taça do Estado do Piauí

ONDE É O JOGO?
Estádio Governador Alberto Tavares Silva
Inaugurado em 26 de agosto de 1973
Foi construído para um público de 60 mil, mas hoje só está liberado para 44.200 Apaixonados por Futebol.
Registrou um público recorde em 13 de março de 1983, no jogo Tiradentes 1 x 3 Flamengo - RJ, 60.271 Apaixonados.
Estádio estava passando por reformas que seriam concluídas esse ano, no entanto estão paralisadas, causando muitos problemas. O maior problema está no gramado que não é trocado a 38 anos, o deixando com muitos buracos e prejudicando as partidas. 

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

CBF: E AGORA?

Nessa segunda-feira a CBF confirmou que no ano de 1987, como nos anos de 1967 e 1968, houveram dois campeões Brasileiro: o Flamengo que brigava pelo reconhecimento do título e o Sport, que já era considerado campeão judicialmente.

No entanto, na segunda-feira passada, a mesma CBF entregou ao presidente do São Paulo, sr. Juvenal Juvêncio, a tão polêmica Taça das Bolinhas. Taça essa, que simboliza os cinco títulos (não consecutivos) que o Tricolor conquistou nos anos de 1977, 1986, 1991, 2006 e 2007.

Com essa decisão, a CBF poderá causar mais uma confusão, pois como a Taça está com o São Paulo e o Flamengo tornou-se o time que, segundo a entidade máxima do futebol brasileiro, foi o primeiro a conquistar os cinco títulos nos anos de 1980, 1982, 1983, 1987 e 1992. Sendo assim, o Tricolor terá que devolver a Taça para a CBF, que por sua vez passará as mãos da Sra. Patrícia Amorim, presidente do Rubro Negro. Que logo após a confirmação do reconhecimento do título de 1987, declarou:

"Espero que o São Paulo
tenha a nobreza de
devolver a Taça."
Patricia Amorim

Mas o advogado do São Paulo, Dr. Kalil Rocha Abdala disse ao Globo Esporte que:

"A Taça é nossa e ponto final.
Como a CBF pode ter ido contra uma decisão judicial?
Existiu um processo que tramitou, foi julgado e que
definiu o Sport como Campeão.
Não tem como mudar essa decisão."
Dr. Kalil Rocha Abdala

Então vemos que essa história vai dar mais o que falar, ou seja, ainda não está definido em quem vão as "bolinhas". Sem contar que houve espanto por parte do Sr. Gustavo Dubeux, presidente do Sport, que vai tentar reaver essa decisão. Agora para que reaver, se foram declarados dois campeões?

Só que continuo afirmando que diante de tanta "palhaçada", essa Taça deve ser entregue ao Sr. Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, presidente do Santos Futebol Clube. Pois o Santos sim, é o primeiro e legitimo penta campeão Brasileiro.

Para entendermos de uma vez por todas, o que é a "Taça das Bolinhas"? 
A Taça das Bolinhas, é um troféu criado para premiar o clube do Brasil a vencer o Campeonato Brasileiro três vezes seguidas ou cinco vezes alternadamente.

Então, por que acho que deve ir para a galeria santista?
A CBF homologou os títulos de 1959 a 1970 do Torneio Roberto Gomes Pedrosa e da Taça Brasil como sendo Campeonatos Brasileiros. O Santos se tornou ao lado do Palmeiras, o maior campeão Brasileiro com oito títulos cada. E conquistou, desses oito, cinco vezes seguidas (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965), se tornando o primeiro e legitimo penta campeão.

Fazendo uma analise mais aprofundada, o Santos merece duas Taças, uma por conta dos três campeonatos consecutivos (1961, 1962 e 1963) e mais uma por conta dos campeonatos seguintes que somam mais cinco não consecutivos (1964, 1965, 1968, 2002 e 2004).

Isso tudo por causa dessa lambança que a CBF está causando. Mexendo na história do futebol brasileiro.

Por que não deixou do jeito que estava? E os Torneios Robertão e as Taças Brasil, não existem mais?

A CBF está reescrevendo a história. Mas não tem como voltar e fazer os jogadores daquela época comemorarem e sentirem a emoção do momento. 

domingo, 20 de fevereiro de 2011

CORINTHIANS: FENOMENAL REI DOS CLÁSSICOS

Com dois gols de Fábio Santos e um gol fenomenal de Liédson o Corinthians vence o Santos por 3 a 1 e é o único invicto do Campeonato.

Antes do jogo, Ronaldo recebe homenagem e uma placa das mãos do Presidente Andrés Sanches. Em mais uma homenagem, os jogadores entraram em campo com números decimais que possuíam o 9.  

O Santos veio para o Pacaembu com pompa de favorito, com um time aparentemente mais entrosado e contado com Neymar em campo. O Corinthians jogava em casa, mas todos os palpites (até o meu) era que o Santos venceria.

Mas quando começou o jogo, viu-se um jogo diferente do que se imaginava. O Corinthians entrou com uma formação contando com três atacantes velozes, Dentinho, Liédson e Jorge Henrique. Um meio campo muito compacto e tendo o retorno dos atacantes Dentinho e Jorge Henrique para fortalecer o meio. E a defesa era uma incógnita, pois retornava Fábio Santos e Chicão não jogou, dando lugar a Wallace. E assim o técnico Tite confiou na formação 4-3-3.

O Santos, do técnico Adilson Batista, foi bem previsível e veio a campo com a formação 4-4-2, só que não contava com um jogador de área e apostava em Neymar mais aberto pela direita, Diogo pela esquerda e as chegada de Elano pelo meio.

O Corinthians no primeiro tempo engoliu o Santos, só permitindo um cruzamento para área que Durval cabeceou por cima do gol. Neymar era bem marcado por Wallace e o cérebro do time, Elano, era marcado de perto por Ralf. Desse modo o técnico Tite acabou com as possibilidades de o Santos chegar ao gol alvinegro da capital

O Corinthians era superior, com mais posse de bola e deixando o Santos desnorteado em campo, mas o gol só saiu de bola parada. Aos 23 minutos em uma falta pela direita, Fábio Santos acerta um chute "fenomenal" e a bola vai no ângulo esquerdo do goleiro Rafael, golaço. Confira os melhores momentos no vídeo abaixo.
O Timão continuou dominando, deu tempo até de Ralf dar um belo chapéu em Neymar no meio de campo, que levou a galera a loucura (Chicão está vingado)

Só que aos 41 minutos o Santos achou o gol de empate. E que achado, foi um golaço de Elano, o sétimo dele no campeonato que se isola na artilharia.

No segundo tempo o Santos iniciou com uma boa oportunidade de gol com Elano, mas Julio Cesar estava lá para fazer uma defesa "fenomenal". Mas ficou só nisso, pois tirando esse lance o Santos não teve mais nenhuma situação que indicasse uma possível reação. O time continuou a ser envolvido pelo Timão, que tocava bem a bola, fazendo com que o Santos corresse.

Aos 15 minutos em uma jogada "fenomenal" de Dentinho que passou pelo primeiro jogador santista, invade a área, pedala para cima de Adriano que o derruba e o arbitro, sem duvida, marca o penalti. Fábio Santos, o cara do jogo, bate no canto esquerdo e marca o segundo gol do Timão.

Depois desse gol o Corinthians recuou a marcação e passou a esperar o Santos para assim usar o contra ataque. O Santos passou a erra muitos passes e não conseguiam se aproximar do gol corintiano. O nó que o Tite deu em Adilson Batista funcionou muito bem. O Santos não deu nenhum trabalho e aparentava que o time corintiano jogava a um bom tempo juntos, pois mostraram um ótimo entrosamento.

O Corinthians jogava com uma disciplina tática fora do comum e não dava nenhuma chance ao Santos. Essa disciplina foi coroada aos 41 minutos, em uma bola roubada por Ralf ainda no campo de defesa que passou para Liédson. O atacante levezinho avança com velocidade e na saída de Rafael, dá uma cavadinha "fenomenal" e marca o seu quinto gol em quatro jogos e o terceiro do Timão na partida. Números finais da partida, Corinthians 3, Santos 1.

Com essa vitória o Corinthians se torna o único invicto do campeonato e assume a segundo lugar com 19 pontos, um ponto a menos que o Palmeiras.

Opa, já ia me esquecendo. 
O Neymar, alguém viu o Neymar? Acho que ele ficou no Peru.

O QUE VEM PELA FRENTE?
No sábado às 19hs30, o Corinthians receberá o Grêmio Prudente.
Já o Santos no mesmo dia, uma hora antes, receberá o São Bernardo na Vila Belmiro.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

CORINTHIANS X SANTOS: CLÁSSICO DOS ALVINEGROS INVICTOS

Atualizado por Tom de Bola em 20 de fevereiro de 2011 às 07:59
Corinthians e Santos entram em campo nesse domingo, pelo campeonato Paulista no jogo dos únicos invictos na competição.

De um lado o Santos de Elano, Maicon Leite, Zé Eduardo e Neymar que mesmo encarando uma grande maratona de jogos, vai para o jogo. Adilson Batista cogitou não utiliza-lo nesse duelo, mas pensou no público e em gols, e ele vai para o jogo. 


Do outro o Corinthians sem Bruno César, Roberto Carlos e Ronaldo, provavelmente, também sem Jucilei e Chicão. Mas por outro lado, se não tem Ronaldo, tem Liédson que nos últimos três jogos marcou quatro gols, numa média de 1,33 gols por jogo.

Clássico de muita tradição e rivalidade que foi adquirida com os últimos duelos, por conta de título vencido pelo Timão em 2009 e também por causa de uma lençol de Neymar em Chicão com o jogo parado.

O Santos para esse jogo virá com força máxima. Neymar não esta nem ai para o cansaço, mesmo tendo jogado praticamente toda a Copa Sulamericana Sub 20 e a primeira partida da Libertadores, já é presença confirmada no clássico.

Elano e Maicon Leite os artilheiros da competição , estão com muita fome de gols, para ampliar vantagem na artilharia e somar mais três pontos que poderá devolver ao Santos a liderança.

O Corinthians receberá o Santos no Pacaembu sem algumas peças fundamentais.

Não vamos falar mais de Ronaldo e Roberto Carlos, pois já são águas passadas. Mas além desses, o técnico Tite não contará com:

Chicão, pois sentiu uma contusão e esta entregue ao departamento médico. Para a sua vaga o Timão vai contar com Wallace.

Jucilei está negociando com um time Russo. Para sua vaga Tite tem Paulinho, que vem fazendo boas apresentações.

O destaque do Timão fica por conta do novo camisa nove, Liédson, que já marcou quatro vezes em três jogos, superando a marca inicial do fenômeno.


O Corinthians tem a seu favor um bom retrospecto, pois dentre os grandes tem um ótimo desempenho em clássicos. No ano passado perdeu apenas uma clássico, justamente para o Santos. E esse ano já conquistou uma vitória em clássico, contra o Palmeiras.


Caso o Timão vença e o Palmeiras não vença, poderá assumir a segunda posição perdendo apenas em número de vitórias.

Corinthians e Santos já se enfrentaram 295 vezes em suas histórias, clássico mais velho dentre os Paulistas, pois ambos foram fundados na década de 1910.

Nesse 295 jogos, o Timão leve uma boa vantagem sobre o Peixe, são 121 vitórias contra 95. O timão marcou 555 gols e sofreu 460. O ultimo encontro foi em 22 de setembro do ano passado pelo Campeonato Brasileiro e quem levou a melhor foi o Timão, 3 a 2.

Será um jogão de bola, mas quem leva grande vantagem é o alvinegro praiano, pois está com uma equipe mais bem estruturada e entrosada. Já o Timão estará bem desfalcado e num clima de desmanche, isso por que algumas peças já se despedem do Parque São Jorge.

O QUE CHAMA A ATENÇÃO?
O Corinthians tem a segunda melhor defesa do campeonato, sofreu apenas quatro gols e nos últimos quatro jogos não sofreu nenhum gol. O último gol sofrido foi aos 36 minutos do segundo tempo no jogo contra o Tolima que veio a eliminar o Timão da Libertadores. De lá para cá são 369 minutos sem que a bola toque o fundo do gol de Julio Cesar.

O Santos em contra partida é o time mais positivo do torneio, marcou, em oito jogos, 21 gols. No ano só não marcou gol na partida da Libertadores, contra o Deportivo Táchira, que resultou num empate. Os destaques da equipe ficam por conta de Elano e Maikon Leite, artilheiro da competição com seis gols, cada um.

Então teremos o duelo de invictos e melhor defesa contra o melhor ataque.

POSSÍVEIS ESCALAÇÕES:
Corinthians: Julio Cesar, Alessandro, Wallace, Leandro Castán e Marcelo Oliveira; Ralf, Paulinho, Danilo e Ramírez; Jorge Henrique e Liédson (4-4-2)
Técnico: Tite

Santos: Rafael, Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Possebon, Elano e Diogo; Neymar e Zé Eduardo (4-4-2).
Técnico: Adilson Batista

9ª RODADA DO PAULISTA: CONFIRA OS MEUS PALPITES

Atualizado por Tom de Bola em 20 de fevereiro de 2011 às 21:00.


Esses são os meus palpites para a nona rodada do Campeonato Paulista. Caso não concorde com algum, deixe o seu comentário com o seu palpite. E vamos ver que acerta mais.
Situação pós-jogo:
Americana 2 x 0 Ituano. Acertei.
São Paulo 4 x 0 Bragantino. Acertei.
São Caetano 1 x 0 Portuguesa. Se a Lusa marca um gol, eu acertaria.
Prudente 0 x 2 Oeste. Mais um acerto.
Santo André 0 x 4 Paulista. Estou ficando bom nisso.
Corinthians 3 x 1 Santos. Errei. Graças a Deus.
Mogi Mirim 0 x 0 Palmeiras. Quinto acerto.
Ponte Preta 3 x 1 Botafogo. Sexto acerto.
Mirassol 2 x 0 Linense. Sétimo acerto.
São Bernardo 2 x 0 Noroeste. Seria de mais se eu acertasse mais esse, né? Acertei 70%.


Vamos ver a próxima rodada quantos acerto. Dê seus palpites para a próxima rodada e vamos ver quem acerta mais.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

CBF: VELHA CADUCA

CBF causa grande confusão com os títulos Brasileiros e Troféu das Bolinhas entregue ao São Paulo.
No dia 22 de dezembro de 2010, a senhora CBF veio a público, através de seu Presidente, e confirmou como títulos Brasileiros o Torneio Roberto Gomes Pedrosa e a Taça Brasil, disputados no período de 1959 a 1970.

Na última terça-feira, veio mais vez a público e entregou a polêmica Taça das Bolinhas ao São Paulo, devido o mesmo ter conquistado por cinco vez o Campeonato Brasileiro.

No entanto, o Flamengo consegue junto a Justiça o direito para que fosse revisto essa questão, pois esta em julgamento o título de 1987. E hoje a CBF corre o risco de ser multada por conta dessa atitude.

Com toda essa confusão, todos se esquecem que segundo a entidade máxima do futebol Brasileiro, o primeiro time a conquistar por cinco vezes o Brasileiro foi o Santos.

Como a senhora CBF homologou os títulos do Torneio Roberto Gomes Pedrosa e da Taça Brasil como sendo títulos Brasileiros. Temos que observar que o Santos conquistou em 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965, se tornando o primeiro e legitimo Penta Campeão Brasileiro. E outro detalhe, isso tudo esta confirmado pela senhora Fifa muito antes da CBF confirmar.

Outra confusão esta no título de 1987, no qual o campeão segundo o clube dos 13 é o Flamengo, mas a CBF só reconhece o Sport do Recife como campeão daquele campeonato. Só que a CBF e o São Paulo Futebol Clube se esqueceram de um detalhe, mas vou refrescar suas memórias:

No ano em questão a CBF enfrentava problemas financeiros e não haveria possibilidade de organizar o Campeonato Brasileiro. Sendo assim, os presidentes da CBF e do São Paulo se reuniram para decidir como ficaria a realização do torneio. Então o presidente são paulino ficou incumbido de organizar aquele torneio para dar folego financeiro à CBF.

Convocada uma reunião com os quatro grandes de São Paulo (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo) decidiram em organizar um grupo para a realização. Então convidaram os quatro grandes do Rio de Janeiro: Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco; os dois de Minas Gerais: Atlético e Cruzeiro; os dois do Rio Grande do Sul: Grêmio e Internacional e o Bahia considerado um dos times com mais torcida no Brasil. Ai estava formado o clube dos 13 que organizaria o Campeonato Brasileiro de 1987. A unica exigência da CBF era que se convidasse mais três times de estados diferente, então convidaram: Coritiba, Santa Cruz e Goiás, times com boas atuações nos campeonatos passados, só esqueceram de convidar o time vice campeão do ano anterior, o Guarani, sem critério nenhum.

Então dividiram em dois modulos: o modulo verde, organizado pelo Clube dos 13 e o modulo amarelo, organizado pela CBF.

Do modulo verde o campeão foi o Flamengo, que briga até hoje pelo reconhecimento. Do modulo amarelo o campeão foi o Sport, que é reconhecido pela CBF e pelo Superior Tribunal Federal.

CONFUSÕES:

Se a taça das bolinhas deve ser entregue ao clube que primeiro conquistar por cinco vezes o título brasileiro, por que foi entregue ao São Paulo? Sendo que o clube que primeiro realizou essa façanha foi o Santos.

Se a CBF confirmou que nos anos de 1967 e 1968 tivemos dois campeões Brasileiros, por que não confirmar o título de 1987 para o Flamengo junto com o São Paulo?

Com isso, a CBF acabou se perdendo e causando um confusão desnecessária.

CBF TÁ DOIDA?

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

NOTA TRISTE: MAIS VIOLÊNCIA

Oscar Roberto Godói, ex-arbitro de futebol, é baleado em assalto.

O ex-arbitro foi abordado quando saia de seu carro para ir à casa de uma amigo, onde jantaria.

As câmeras de segurança do local registraram a ação, os dois entraram em luta e se ouviu quatro disparos, dois pegaram de raspão, o terceiro atravessou o tórax perfurando um dos pulmões e o quarto atingiu a região cervical se alojando próximo da coluna. (Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/02/ex-arbitro-baleado-em-assalto-segue-internado-na-uti-em-estado-grave.html)

Godói deu entrada às 22hs31, do dia 16/02, na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital das Clinicas e permanecia internado em estado grave até a publicação dessa postagem.

“Que situação revoltante! Como pode uma pessoa se esforçar sua vida inteira para conseguir as coisas e vem um “vagabundo energúmeno” para tentar tirar? Mas o material conquistaríamos depois, principalmente o grande Godói. Só que além de tentar tirar o material, tenta roubar o que temos de mais precioso, a vida.

Que DEUS ilumine a vida desse grande homem. E que a palavra D’ele (DEUS) recaia sobre ele: “Jesus veio para que tenham vida e vida em abundancia”.

QUEM É?
Nome: Oscar Roberto Godói
Nascido na cidade de São José do Rio Pardo em 04 de junho de 1955
Foi arbitro de destaque na década de 90
Atualmente atua no ramo jornalístico. Participava do programa Jogo Aberto e Terceiro Tempo ambos da TV Band e hoje participa do Papo de Craque na rede Transamérica de Rádio.

Reconhecido pelo seu rigor em campo, ganhou da impressa paulista o troféu “Unha de Cavalo”, por conta disso.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

SÃO PAULO FAZ O DEVER "FORA DE CASA"

Em noite inspirada de Lucas e Dagoberto, o São Paulo passa fácil pelo Treze da Paraíba e esta na próxima fase da Copa do Brasil.

Nem parecia que Lucas havia participado de todo o torneio Sul americano, volto e mostrou que é um ótimo jogador.

Dagoberto como sempre decisivo e com o pé certeiro, marcou dois e praticamente liquidou a fatura no primeiro tempo.

O temido Treze nem viu a cor da bola, quem viu o jogo nem imaginaria que esse time estaria até aquele momento, invicto a 39 partidas. Totalmente vendido em campo e engolido pelo ótimo entrosamento da equipe Tricolor que se aproveitou da fraqueza do adversário e foi para cima.

Logo aos 8 minutos em boa jogada de Lucas que passa pelo zagueiro e cruza para Dagoberto que chuta para marcar o primeiro gol da noite.

São Paulo continuou dominando e teve mais oportunidades e conseguiu marcar o segundo aos 26 minutos. Boa jogada de Juan que cruza para área e Dagoberto de cabeça marca o seu segundo gol na partida.

No segundo tempo o São Paulo voltou com força total e logo aos 3 minutos liquidou a fatura e confirmou a classificação. Dagoberto faz boa jogada pelo meio e dá um passe para Fernandinho que na cara do gol só teve o trabalho de empurrar para o gol. Confira os gols no vídeo abaixo.

Com esse resultado o Tricolor se classificou para a segunda fase, eliminado a necessidade da segunda partida em São Paulo.

Essa vitória já era esperada, pois a diferença de nível técnico é enorme. Tudo bem que a equipe do Treze estava a 39 partidas sem perder, no entanto temos que perguntar: Contra quem esse Treze jogou, será que alguma vez encarou um time bem montado com o São Paulo?

Não menosprezando a vitória Tricolor, mas não fez mais do que a obrigação.

O QUE VEM PELA FRENTE?
Nesse sábado a partir das 19hs30, o Tricolor receberá o Bragantino pelo Campeonato Paulista.

NA ESTREIA DA LIBERTADORES: SANTOS EMPATA

Com domínio total no primeiro tempo e um segundo tempo que deixou a desejar, Santos só empata sem gols com o Deportivo Táchira na Venezuela em San Critóbal.

Neymar voltando da seleção sub 20 com um título na bagagem, time sempre muito ofensivo e um detalhe que fazia toda diferença, o Santos havia marcado gols em todas as partidas disputadas no ano.

Mas, Neymar estava cansando, o time retrancado, a defesa venezuelana bem montada e, principalemente, com muita sorte.

Um primeiro tempo nem pra lá nem para cá, o Santos chegou muito pouco ao gol adversário, sem perigo, mas chegou. Em ótimo lance do alvinegro praiano, Elano lança do campo de defesa para Diogo na direita, que cruza, Neymar tenta de letra, a bola bate na zaga e volta para o chute de Danilo, que já comemorava o gol, mas o goleiro toca na bola antes de bater na trave.

Neymar de tão cansado que estava até errou, errou não, furou e furou feio. Na seqüência toca para Danilo, ele cruza e Diogo completa para o gol, mas o auxiliar marca impedimento. Confira os melhores momentos no vídeo abaixo.


O time para criar alguma coisa utilizava-se de uma lance poucas vezes visto em jogos santistas, o chutão. Diversas vezes a bola era rifada para frente e o time não conseguia criar.

No segundo tempo, o que se viu foi o Deportivo tocar bem a bola e fazer o time do Santos rodar em campo. Dominava o joga, mas não assustava, com o toque de bola e o Santos na roda, a torcida gritava: olé, olé...

O Santos teve uma boa oportunidade, a mais clara do jogo, para marcar com Durval de cabeça, mas o goleiro fez defesa melhor ainda garantindo o empate sem gols.

O QUE VEM PELA FRENTE?
O Santos vai ao Pacaembu encarar o Corinthians pelo Campeonato Paulista.
O técnico Adilson Batista, provavelmente poupará alguns titulares, principalmente o garoto Neymar que vem numa seqüência de jogos desgastantes.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

SÃO PAULO: DE VOLTA A COPA DO BRASIL

Tricolor volta a disputar a Copa do Brasil depois de oito anos.

No dia 04 de setembro de 2008, após um empate em 1 a 1 contra o Atlético – MG fora de casa. O goleiro Rogério Ceni ao chegar a São Paulo fez uma declaração não muito feliz a respeito da possibilidade de disputar a Copa do Brasil em 2009. O maior ídolo são Paulino foi arrogante e desmereceu a capital do Amapá com uma resposta direta e contundente, disse: “Com todo respeito a Copa do Brasil, mas não me vejo jogando no Macapá (capital do Amapá), mas sim em Maracaibo”. Maracaibo e uma cidade venezuelana que geralmente recebe jogos da Libertadores da América.

Naquele ano o São Paulo teve uma reação surpreendente, conquistou o titulo Brasileiro e se classificou para a Libertadores do ano seguinte.

No entanto não teve a mesma sorte em 2010 e, com um nono lugar, não conseguiu a vaga na Libretadores desse ano, sendo assim, terá que disputar o título inédito da Copa do Brasil e é uam primeira tentativa de voltar a disputar a Libertadores.

A última participação tricolor na Copa do Brasil foi no ano de 2003, onde foi desclassificado nas quartas de final pelo Goiás.

Contando todas as edições disputadas desde 1989, o São Paulo participou de 11 das 22 (levando em consideração que desde de 2001 quem disputa a Libertadores não disputa a Copa do Brasil) e seu desempenho não é muito bom. Confira abaixo todas as participações do Tricolor:

Não participou nos anos de 1989, 1991, 1992, 1994, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010.

1990 – Eliminado pelo Criciúma nas quartas de final.
1993 – Eliminado pelo Cruzeiro nas quartas de final.
1995 – Eliminado pelo Grêmio – RS nas quartas de final.
1996 – Eliminado pelo Inter – RS nas oitavas de final.
1997 – Eliminado pelo Vitória – BA nas oitavas de final.
1998 – Eliminado pelo Vasco da Gama nas quartas de final.
1999 – Eliminado pelo Botafogo nas oitavas de final.
2000 – Vice-campeão derrotado pelo Cruzeiro.
2001 – Eliminado pelo Grêmio – RS nas quartas de final.
2002 – Eliminado pelo Corinthians na semifinal.
2003 – Eliminado pelo Goiás nas quartas de final.

Nessa quarta-feira começa a caminhada Tricolor em busca do titulo da Copa do Brasil e vaga para a Libertadores. Com a obrigação de volta a disputar a Copa, o goleiro Rogério Ceni, líder Tricolor, foi também obrigado a mudar o discurso.

- É o que temos para jogar e temos que fazer o melhor. Vamos torcer para que o São Paulo faça um bom time e já vamos para Campina Grande (PB) enfrentar o Treze. “Será uma honra colocar um título da Copa do Brasil no currículo, mas claro que gostaria de estar na Libertadores”. Disse ao Globo Esporte no dia 03 de janeiro de 2011.

EM BUSCA DA LIBERTADORES PERDIDA

O Tricolor vai nessa quarta-feira, a partir das 22hs, a Campina Grande na Paraiba para encarar o Treze de Campina Grande.
Como a Copa do Brasil prioriza os times de mais expressão, caso o São Paulo (como qualquer clube que jogue a primeira fase fora de casa) vença por um placar de dois ou mais gols despacha o Treze sem a necessidade de fazer o jogo de volta.

Para esse jogo o Tricolor não contara com Fernandão, que se recupera de dores no púbis e Rivaldo, que será poupado. De contra partida, caso o técnico Carpegiani queira, poderá utilizar Lucas, Casemiro e caso William José tenha a documentação regularizada também entra na lista. Os meninos participaram da campanha vitoriosa da seleção sub 20 no Sul-americano, disputado no Peru e estão com o gás todo e afim de mostrar serviço.

QUEM É O ADVERSÁRIO?
Nome: Treze Futebol Clube
Fundado em 07 de setembro de 1925 na cidade de Campina Grande na Paraíba
Estádio Presidente Vargas com capacidade para 10 mil Apaixonados por Futebol
Time 15 vezes campeão Paraibano
Ocupa a 61ª colocação no Ranking da CBF


INVICTO A 39 PARTIDAS
O time de Campina Grande não sabe o que é derrota a 39 partidas, na última, jogando em casa, venceu o Esporte de Patos por 2 a1.


Com esse retrospecto o modesto time pretende pelo menos forçar mais uma partida em São Paulo.

ONDE SERÁ O JOGO?
Estádio Governador Ernani Satyro (O Amigão)
Capacidade para 35 mil Apaixonados por Futebol

Inaugurado em 08 de março de 1975
Times mandantes: Treze Futebol Clube e Campinense Clube

domingo, 13 de fevereiro de 2011

RONALDO: FIM DE MAIS UM CASAMENTO


Nessa segunda-feira poderá ser a declaração de mais uma separação na vida de Ronaldo, mas dessa vez não é mais uma bela moça, e sim, o final do casamento com o Corinthians e, principalmente, com o futebol, sua grande paixão.

A princípio essa separação estava prevista para o final do ano, mas com os recentes acontecimentos, eliminação precoce da Libertadores, pressão da torcida, protestos com pedidos da torcida para que ele saia e, agora, a saída de Roberto Carlos, estão forçando o craque a pendurar as chuteiras antes do previsto por ele.

Ronaldo foi apresentado em uma grande festa no Parque São Jorge como novo jogador corintiano no dia 12 de dezembro de 2008.

De lá para cá foi uma relação de amor e de retribuições, Ronaldo jogava e marcava gols e a torcida comprava seus produtos, comparecia aos estádios e trazia receita para o clube. Foram as maiores arrecadações dos últimos tempos no Parque São Jorge. 

No primeiro ano, 2009, essa relação trouxe ótimos frutos, o Timão conquistou o Paulista de forma invicta e a Copa do Brasil se classificando para a Libertadores do ano seguintes.

Com essas conquistas, o décimo lugar no Brasileiro nem chamou a atenção da torcida que vivia a boa sensação de ser campeão duas vezes no ano e ir para a disputa da Libertadores.

O ano de 2010 começa muito bem para o Timão, foi o melhor time da primeira fase da Libertadores e se classifica para as oitavas contra o Flamengo com a vantagem de decidir em casa. Perde o primeiro jogo, vence o segundo no Pacaembu, mas não passa por que levou um gol em casa. 

Mesmo assim a torcida se mostrou do lado do time, não protestou, apoiou o time. As coisas começaram a tomar outro rumo quando o Corinthians não se classificou direto para a fase de grupos da Libertdores, passando a depender de uma prévia para entrar na fase de grupos da Liberta.

Missão fácil? Aparentemente sim, mas o que se viu nos dois jogos foi um time apático que não levou perigo nenhum ao desconhecido time do Tolima da Colômbia. Na primeira partida empate sem gols, mas na segunda partida, vexame. O Corinthians desaba e perde por 2 gols a 0.

Pronto, o pavio da Fiel torcida chegou ao fim.

Protestos e confusão. A torcida pede as saídas de Tite, Ronaldo e Roberto Carlos. 

O Técnico Tite permaneceu no cargo. Roberto Carlos alegou que estava sendo ameaçado pela torcida e preferiu ir para a Rússia e ganhar alguns milhões para garantir sua aposentadoria. E agora poderá ser a vez de Ronaldo Luís Nazário de Lima deixar o Parque São Jorge e os gramados para sempre.

QUEM É?
Nome: Ronaldo Luís Nazário de Lima
Nascido em 22 de setembro de 1976 na cidade do Rio de Janeiro
Jogou na sua infância no Valquieri, Social Ramos, São Cristovão, mas surgiu para o profissional no Cruzeiro.
Em 1994 foi negociado com o PSV, dai começa uma carreira fenomenal na Europa.
Barcelona, Inter de Milão, Real Madri e Milan. 
Títulos: Copa do Brasil 1993, Mineiro 1994, Campeão dos Países Baixos 1996,  Supercopa da Espanha 1996 e 2003, Copa da Espanha 1997, Recopa Européia 1997, Copa da Uefa 1998, Copa Intercontinental 2002, Campeonato Espanhou 2003 e 2007, Copa da Mundo 1994 e 2002 e Copa América 1997 e 1999. 

TRAJETÓRIA FENOMENAL NO TIMÃO:
Chegou em 12 de dezembro de 2008
Marcou seu primeiro gol no clássico contra o Palmeiras e seu último foi contra o time que o revelou, contra o Cruzeiro em um penalti que esta em discussão até hoje.
Foi campeão do Campeonato Paulista e Copa do Brasil de 2009
Fez 69 jogos e marcou 35 gols.


VEJA NO VÍDEO ABAIXO OS GOLS COM A CAMISA ALVINEGRA:

BRASIL CAMPEÃO SUB 20

Com show de Lucas e Neymar, o Brasil vence o Uruguay por 6 a 0, se classifica para as Olimpíadas de 2012 em Londres e é Campeão Sub-20 pela décima primeira vez e terceira vez seguida. 

Não estava previsto, se tivesse sido combinado não daria tão certo. O último jogo da fase final do Torneio Sul-Americano ser entre duas equipes que estariam disputando o titulo.

As condições do gramado não eram favoráveis ao espetaculo, devido o grande número de jogos em um curto espaço de tempo e as chuvas que caiam no Peru, o gramado estava em péssimas condições.

O Uruguay chegou em primeiro lugar dependendo apenas de um empate para ser campeão, pois já estava com a vaga para as Olimpíadas garantia e o Brasil precisava de um empate para ir as Olimpíadas e de uma vitória para ser campeão. Na torcida contra o Brasil tínhamos os "Hermanos", que dependiam de uma goleada do Uruguay para garantir uma vaga nas Olimpíadas, mas eles já tem esse titulo, então não precisam ir, deixa para nós. Confira os gols no vídeo abaixo.

Os brasileiros estavam confiantes na vitória, mas nem o mais otimista de todos imaginaria que seria assim:

O Brasil inicia o jogo partindo para cima da seleção uruguaia, forçando suas jogadas pelo lado esquerdo e busca sempre a linha de fundo, porém pecava no último passe. A partir dos 24 minutos o Brasil passa a ter domínio total da partida, com tentativa até de gol de placa, William tenta um voleio e quase marca aos 28 minutos.

O Uruguay só conseguiu chegar ao gol brasileiro aos 38 minutos, tentando abafar a pressão da seleção do Brasil, mas dois minutos depois os brasileiros chega ao primeiro gol.

LUCAS COMEÇA A BRILHAR

Em mais uma ótima jogada pela esquerda, Neymar toca para Alex Sandro que toca para Lucas na entrada da grande area. O meia tira o zagueiro e chuta para marcar o primeiro gol.

Na saída de bola da seleção uruguaia, o Brasil rouba a bola que é tocada para Lucas. Mais uma grande jogada do meia que passa por varios uruguaios e dentro da area chuta no ângulo contrario ao que o goleiro estava, Brasil 2 a 0.

Antes do fim do primeiro tempo, o craque da Celeste faz uma falta desnecessária, mas violenta e é expulso.

O início do segundo tempo foi preocupante para os canarinhos. O zagueiro Saimon faz penalti e é expulso, mas na cobrança o uruguaio isola a bola e perde a chance de fazer o gol.

Pronto acabou qualquer possibilidade de reação e começou o show de outro brasileiro, Neymar.

Mas antes vamos abrir um espaço para falar do terceiro gol. O lateral Danilo em linda jogada pela direta, passa por dois e chuta na saída do goleiro para marcar.

Aos oito minutos do segundo tempo, o cara do jogo (Lucas) toca para Neymar que chuta para marcar o quarto gol. 

NEYMAR É F...

O Brasil passou a jogar como o Neymar. O talento, a habilidade, o toque de bola refinado, a inteligência e o total domínio da partida.

Isso fez com que os uruguaios passasse a apelar e a bater forte nos meninos, mas a resposta veio na bola.

Aos 16 minutos, bola para Neymar e é lógico, caixa, Brasil 5 a 0.

Com a vaga e o titulo garantidos o Brasil não deixou de tocar a bola e virar o jogo, mas com objetivo de fazer gols. Em uma linda jogada de Lucas, o meio faz fila e só é parado pelo goleiro que impede o que seria o sexto gol.

Mas o esforço do goleirão foi em vão, por que na seqüência, aos 36 minutos, Lucas marca um lindo gol e fecha a conta Brasil classificado e campeão 6, Uruguay classificado e vice-campeão 0 e, principalmente, Argentina desclassificada e terceiro lugar, não tem preço.