terça-feira, 30 de agosto de 2011

20ª RODADA: “VAI COMEÇAR A SEGUNDA PARTE”

Acabou! Acabou a primeira metade de um ótimo e longo campeonato! O Brasileirão teve o desfecho de seu primeiro turno nesse domingo. O “Campeão Simbólico”, mesmo com uma derrota diante de seu arquirrival, garantiu o título de honra. Agora é a hora da verdade, não tem outro jeito, tem que jogar e jogar bem. Contar com a sorte não vai adiantar, tem que marcar pontos. Perdê-los é deixar pedaços do titulo pelo caminho. Considero que do primeiro colocado até o décimo quarto, todos tem chances de levar o título, isso levando em consideração que Santos e Grêmio tem um jogo a menos.

Os paulistas se encontram, de certo modo, distribuídos na tabela. Santos ocupa a décima quarta posição, Palmeiras a sexta, São Paulo a terceira e o Corinthians é o primeiro da lista. Do Corinthians para o Santos a diferença é de 15 pontos, caso o time praiano vença o Grêmio, essa diferença diminui para doze. Diferença que não é impossível de ser tirada, isso também serve para o Grêmio, pois caso passe pelo Santos a diferença fica em 13 pontos. Essas equipes se espelham no São Paulo, quando venceu o BR-2008 iniciando o segundo turno onze pontos atrás do primeiro colocado.

Palmeiras com a vitória alcançada no último domingo (presente de aniversário), diminuiu a diferença para a primeira colocação para apenas cinco pontos. Sempre digo em minhas postagens, hoje é o time mais regular do ano e apresenta bons números, porém sofre com eliminação duras nas competições que disputou. Para esse segundo turno, os palmeirenses já elegeram um salvador da pátria. Fernandão, marcador do gol que garantiu a vitória a vitória sobre o Corinthians.

São Paulo é o único time que não sentiu o gosto amargo de estar fora do G-4. Iniciou o torneio na quarta colocação, assumiu a ponta na terceira rodada, sendo superado pelo Corinthians na sexta e hoje é o terceiro melhor time do torneio. Possui um bom elenco e com os retornos de Lucas e Casemiro que serviram a seleção principal e sub-20, respectivamente, se fortalece mais ainda para buscar o sétimo titulo.

Já o meu Coringão, aos trancos e barrancos nas últimas dez rodadas, se manteve na primeira colocação, posto que assumiu na sétima rodada e não largou mais. Por competência? Não! Por incompetência dos outros concorrentes.

Na última partida, mesmo sendo derrotado por Palmeiras, garantiu o título do primeiro turno. Como isso? Simplesmente por que Flamengo e São Paulo não venceram seus jogos. Para conquistar o título tem que mudar a postura, tem que buscar o mesmo futebol que encantou e proporcionou o primeiro lugar. Não pode deixar acontecer o que aconteceu ano passado.

Então é isso ai! Vamos para a segunda parte! Vamos para os Palpites!
PLACAR DA RODADA:
Corinthians 3 x 2 Grêmio
Vasco 3 x 1 Ceará
Atlético - GO 3 x 1 Coritiba
Cruzeiro 2 x 4 Figueirense
Atlético - PR 0 x 1 Atlético - MG
Botafogo 3 x 1 Palmeiras
Avaí 3 x 2 Flamengo
São Paulo 1 x 2 Fluminense
Internacional 3 x 3 Santos
Bahia 0 x 0 América

domingo, 28 de agosto de 2011

CORINTHIANS: "CAMPEÃO DERROTADO"

Está ficando difícil! A cada jogo que passa e a vitória não vem, a torcida fica cada vez mais com uma pulga atrás da orelha. Semana passada foi o Figueirense, em pleno Pacaembu, e hoje foi a vez do arquirrial deitar e rolar sobre o até então líder e agora 'Campeão do Primeiro Turno do BRA. Campeão por conta da incompetência dos demais ou simplesmente pura sorte, isso é o que resume essa primeira etapa do Brasileiro.

Mesmo o Timão passado por uma péssima fase, os demais clubes não conseguem resultados para ultrapassar em número de pontos e assumir a liderança. E essa sorte voltou a imperar nesse domingo. O Corinthians perdeu para o Verdão, mas São Paulo e Flamengo não conseguiram vencer (emparam) Santos e Vasco, respectivamente e permitiram que o Timão terminasse o primeiro turno em primeiro e com um ponto a mais que o segundo.

Na partida de hoje com um inicio que dava indícios que seria todo ataque, o Timão vai para cima e domina os dez primeiros minutos, no entanto, o Verdão equilibrou a partida e também passou a levar perigo ao gol de Julio Cesar. 

O Verdão investe pelo lado direito, lado em que Wallace estava improvisado, pois Alessandro e Welder estão contundidos. Mesmo com a deficiência pelo lado esquerdo, o Corinthians sofreu bastante pelo setor esquerdo. Por lá saíram as principais jogadas, em uma delas o palmeirense (corintiano) Kleber se antecipa a Julio Cesar e cabeceia, a bola passa perto.

O Corinthians chegou primeiro ao gol. Após boa jogada de Ramon, Marcos espalma para fora da área e Emerson, após receber de Paulinho, cruza, mas a bola passa por todo mundo e entra no cantinho.

Corinthians na frente, mas a falha dos últimos jogos voltou a se tornar vilão. Um desanimo pós gol e desatenção total tem massacrado essa equipe que no início do torneio era a mais atenta e não sofria com contra ataques.

A partida continua com um índice técnico muito bom, as duas equipes buscando o ataque.

Mas o Corinthians sofre o empate em uma cobrança de escanteio, onde Julio Cesar saiu mal e Luan chuta para fazer o primeiro do Verdão. Isso tudo aos 34 minutos da etapa inicial. Mesmo sofrendo o gol, o Timão mantem o jogo equilibrado. Porém a história seria outra no segundo tempo.

As equipes voltam, em relação aos que terminaram o primeiro tempo, iguais. Felipão, por rádio, ordena que fosse feita a primeira substituição ainda no primeiro tempo. Parick por indisciplina tática é sacado e dá lugar a Fernandão, jogador que veio do Guarani e fez sua estreia. 

Estreia com o pé direito, aos seis minutos, recebe ótimo passe de Marcos Assunção e entre os zagueiros marca o segundo gol da partida. Nada melhor que estrear, diante do principal arquirrival e marcar o gol da vitória. 

O Corinthians sofria com a forte marcação do meio campo e a boa partida dos defensores palmeirenses. Thiago Heleno e Henrique fizeram uma partida intocável e irrepreensível, não deram chances aos atacantes alvinegros. 

Tite não encontrava saída, mesmo fazendo boas substituições, não conseguiu chegar ao empate. Só acho que a alteração de Wallace demorou, assim que sofreu o gol deveria ter tirado o zagueiro para a entrada de Edenilson. Essa substituição só foi realizada aos 34 minutos, faltando apenas nove minutos para o fim da partida, muito tarde.

Sem sofrer, o Palmeiras apenas aguardou o termino da partida e comemorar a conquista de mais três pontos.  Pontos importantíssimos na tentativa de alcançar o líder, ou seja, o Corinthians. Mesmo com a derrota, o Corinthians conquistou o Primeiro Turno do Brasileirão. Título que não quer dizer nada, mas desde 2003, somente uma vez o Campeão do primeiro turno não conquistou o campeonato.

Mas para esse feito, o Corinthians tem que recuperar o mesmo futebol do início do Torneio.

sábado, 27 de agosto de 2011

19ª RODADA: SÓ CLÁSSICO!

Veja os palpites de TOM para a última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Nessa rodada só tem clássicos.
PLACAR DA RODADA:
Coritiba 1 x 1 Atlético - PR
Fluminense 1 x 2 Botafogo
América - MG 1 x 2 Atlético - GO
Flamengo 0 x 0 Vasco
Grêmio 2 x 1 Internacional
Palmeiras 2 x 1 Corinthians
Santos 1 x 1 São Paulo
Ceará 3 x 0 Bahia
Figueirense 2 x 3 Avaí
Atlético - MG 1 x 2 Cruzeiro

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

APROVE A BANDEIRA DA PAZ, ESSA NÃO PRECISA DE MASTRO!

Quero em primeiro lugar deixar bem claro que não tenho nada contra as torcidas organizadas. Acho a coisa mais bonita e apaixonante uma torcida que incentiva, vibra, empurra, apoia e faz o que deve ser feito por elas, torcer. Principalmente quando essa torcida é a do meu Corinthians.

Nessa quinta-feira (25) foi aprovada a liberação de bandeiras com mastro em estádio. Essa pratica havia sido proibida em 1996 e voltou a ser pauta de discussão entre torcidas e Governo Federal em um seminário realizado em 2009.
A minha preocupação vai além de bandeiras tremulando e sendo agitadas nas arquibancadas. Muito bonito de se ver, o estádio fica muito mais enfeitado e propicio ao bom e belo futebol. Concordo com o deputado Enio Tatto (PT), autor do projeto, quando ele diz: “É preciso estabelecer a alegria que representa o tremular das bandeiras...” Concordo sim, não tenha duvida disso.

Mas quem vai segurar à ira, o ímpeto, a raiva dos torcedores quando as coisas não estiverem do jeito que elas desejavam? Por mais que as punições pós-tragédia seja, de certo modo, aplicáveis, mas na hora da raiva a primeira coisa que estiver à mão vira arma. E um mastro, seja ele de bambu ou de cano pvc não passará despercebido diante dos vândalos. Pois sabemos muito bem que existem três tipos de torcedores: os torcedores como você e eu, os torcedores que vivem das torcidas organizadas e os que vão aos estádios a procura de confusão.

Recordo-me de uma decisão de uma Supercopa de Futebol Juniors, organizada em 1995, em que o Palmeiras foi o campeão – convidado, pois nunca conquistou a Copa São Paulo de Futebol Junior. Copa que ficou marcada por grande confusão entre as duas facções de torcedores e resultou na morte brutal de um são-paulino. Também me lembro de vários episódios entre torcedores do Corinthians, mas essa marcou na memória.

O rebaixamento do Coritiba para serie B do Brasileirão que terminou em pancadaria e os torcedores utilizaram de todo tipo de objeto para se digladiarem. Esse exemplo também pode ser lembrado aqui.

Acho muito bonito a manifestação da alegria e devoção aos clubes através de bandeiras, mas garanto que os torcedores paulistas não sentem a mínima falta, pois já se acostumaram ver as torcidas sem esses apetrechos.

Para que isso funcione, a punição tem que ser mais severa e os torcedores precisam ter outra educação dentro dos estádios. Será que vai ser necessário acontecer o que aconteceu em 1995 para que seja votada uma nova proibição?

Senhores deixem do jeito que está!

E você o que acha? Deixe o seu comentário!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

VEJA OS PALPITES DO TOM PARA A SUL-AMERICANA

Nessa terça-feira foi dada a largada para os jogos de volta da tão desprezada Copa Sul-americana. Isso mesmo, desprezada. Botafogo e Atlético –MG voltaram a se enfrentar. O Botafogo entrou em campo com a vantagem de ter vencido a primeira partida por 2 a 1 e precisava de apenas um empate para ficar com a vaga. No entanto, o Fogão não quis saber de vantagem, venceu por 1 a 0 e manteve o Galo em sua cartela de fregueses. Herrera sofreu falta dentro da área, ele mesmo cobrou e marcou o único gol da partida. (Na imagem abaixo, consta “Botafogo 3 x 2 Atlético – MG”, esse resultado corresponde ao meu palpite. Não foi possível postá-lo antes por falhas na conexão.)

Hoje é a vez de São Paulo receber o Ceará em sua casa para tentar reverter à desvantagem no placar. No jogo de ida, o Tricolor foi derrotado por dois a um e depende de uma vitória simples para se classificar para a fase internacional do Torneio.

O Mengão vai até a Arena da Baixada para defender vantagem conquistada na primeira partida. Ronaldinho está com a moral nas alturas, não jogou o primeiro tempo e quando entrou, marcou o gol que garantiu essa vantagem. Não jogou diante Atlético - GO e o Mengão sofreu sua primeira derrota (humilhante). Será que mais uma vez fará a diferença?

O Verdão de camisa nova receberá nessa quinta-feira, o Vasco. Com uma missão nada fácil, terá que reverter um placar de 2 a 0 para continuar firme na busca da vaga na Libertadores. 

Mas num todo, as equipes não estão muito afim de buscar a continuação nesse torneio. Com base nos últimos desempenhos e a falta de vontade das equipes lanço aqui meus palpites.

Pelo campeonato Brasileiro, o Santos faz mais um de seus jogos atrasados e busca a reabilitação no torneio para fugir das imediações da zona da degola.

Deixe um comentário com os seus.


PLACAR DA RODADA:
Botafogo 1 x 0 Atlético - MG
São Paulo 3 x 0 Ceará
Atlético - PR 0 x 1 Flamengo
Palmeiras 3 x 1 Vasco
Santos 2 x 1 Fluminense

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

PESO DA CAMISA: VEJA NOVO UNIFORME DO PALMEIRAS

Relembrando os bons tempos, o Palmeiras estreará nessa quinta-feira seu novo uniforme número três. Uniforme resgata a proposta que imperou na início da década de 90, onde o Verdão conquistou uma serie de títulos.


Quando eu era mais novo (pouco tempo atrás), ouvia uma música dos manos Thaide e DJ Hum que dizia o seguinte: “Que tempo bom! (Que não volta nunca mais?)”. E hoje quando abri as paginas de esportes para ver o que rolava no mundo da bola e me deparei com a nova camisa do Verdão, confesso, me deu um frio na espinha.

Essa camisa nos transporta aos anos de ouro da nova geração Palestrina, a grande e vitoriosa década de 90. Qual o Palmeirense que não se lembra dos títulos Paulistas, Brasileiros e Rio/São Paulo conquistados com essa camisa listrada?

E qual o Corintiano que não quer esquecer dos títulos que perdeu para o Palmeiras que vestia essa camisa?

Tempos bons esses do time alviverde, mas a camisa e a história mudaram. Desde 2000 para cá, o time de Parque Antártica vive uma seca de títulos. Desde a derrota para o Manchester, pelo Torneio Intercontinental, o Palmeiras passa por um apagão, um verdadeiro BUG.

Mas o departamento de marketing deve estar pensando que o peso estava naquela gloriosa camisa e vão voltar com o modelo na próxima partida. O Vasco servirá de cobaia para que a diretoria saiba se essa mística vai voltar junto com o manto.

Para essa partida, o Palmeiras tem a dura missão de vencer com o placar de 2 a 0 para levar a decisão para as penalidades máximas ou 3 a 0 para se classifica. Caso o Verdão vença por diferença de dois gols e sofrer gol, estará desclassificado mais uma vez. Missão difícil, mas o Palmeiras e time de camisa e vai para o jogo com força total.

domingo, 21 de agosto de 2011

É 'NÓIS', MANO! BRASIL É PENTA DO MUNDO SUB-20

Não foi uma apresentação de gala de nossa seleção, os meninos passaram sufoco e se viram atrás no placar. Mas a vitória veio de forma dramática, sofrida, com um gol na sorte e com o carimbo individual desse excelente jogador que atende pelo nome de Oscar.

Se na final da copa Sul-americana destacamos as apresentações de Lucas e Neymar diante do Uruguay, em jogo que o Brasil mostrou seu ótimo futebol com uma vitória de 6 a 0. Nessa final temos que destacar com letras garrafais o nome desse ótimo jogador, não só porque marcou os três gols na vitória por 3 a 2 sobre os Portugueses, mas também pelo seu bom futebol e sua entrega e dedicação em campo.

Tive o prazer em assistir a partida que se arrastou, devido o desgaste das duas equipes.

O Brasil começou melhor e foi logo marcado aos cinco minutos, Oscar em cobrança de falta contou com o desvio do zagueiro. Mas a equipe vacila e sofre o empate aos oito minutos, apenas três minutos após marcar.

O resultado de igualdade se arrastou até o encerramento do primeiro tempo, pois o jogo não apresentava jogadas que pudessem resultar em gol. A seleção de Portugal era mais objetiva, no entanto não era eficiente em seus poucos arremates.

Portugal revelou nesse mundial uma boa promessa para o futebol e que deu muito trabalho ao setor defensivo brasileiro, Casemiro e Bruno Uvini sofreram e noutro vacilo em jogada pela direita, Nelson Oliveira avança e chuta. Gabriel vacila mais ainda e sofre um gol bobo, um verdadeiro frango. 

Com a virada, os portugueses passaram a cozinhar o bacalhau e simular varias falta que retardavam o jogo. O Brasil esbarrava em forte marcação e em alguns momentos ficava na roda. A torcida presenta ao estádio ensaiava até um olé.

Vendo essa situação, Ney Franco faz alterações e coloca Negueba, Dudu e Allan. Os dois primeiros com a proposta de jogar abertos pelos flancos do campo e buscar as jogadas de linha de fundo, e tome chuveirinho para área. Fizeram muito bem o que solicitou o professor, tanto é que o gol de empate saiu pelo lado esquerdo. Dudu faz ótima jogada, cruza e no bate-rebate a bola sobra para o cara só empurrar para o fundo das redes. Oscar marca o seu segundo gol na partida e devolve as chances de título ao Brasil.

No intervalo para o início da prorrogação, era visível que todos os jogadores estavam muito cansados e esgotados. Quando começou, tivemos certeza do que víamos.

Jogada de perigo tivemos apenas duas, uma para cada lado. Estrategias e táticas foram eliminadas pelo cansaço e as equipes estavam abertas e vulneráveis, mas faltava folego.

O primeiro lance de perigo foi para a seleção portuguesa e serviu para redimir o nosso goleirão do frango no segundo gol. Caetano recebe pela direita, avança, invade a área, mas na hora do arremate tenta encobrir Gabriel, que pratica a defesa do jogo. Está perdoado pelo frango!

Pelo lado brasileiro, Danilo tenta de fora da área e Mika faz a defesa em dois tempos, evitando que a bola sobrasse para Oscar.

Mas a noite era desse garoto, que hoje pertence ao Internacional, no segundo tempo, faltando seis minutos para as cobranças de pênaltis, caso o empate fosse persistente. Oscar tenta fazer o cruzamento, mas como estava iluminado, a bola engana o goleirão e entra. Brasil 3 x 2 Portugal. O BRASIL É PENTA CAMPEÃO DO MUNDO!!!

Grande partida desse garoto, grande campeonato desses meninos, se liga Mano, olha a solução de seus problemas ai!

sábado, 20 de agosto de 2011

VEJA OS PALPITES DO TOM PARA A 18ª RODADA

Essa rodada pode definir o 'campeão simbólico do primeiro turno. Caso o Timão vença, conquistará esse 'titulo', que não vale de nada, mas dá anino para a equipe e torcedores. Desde 2003, ano em que a disputa passou a ser em pontos corridos, apenas duas vezes o campeão do primeiro turno não venceu o segundo e conquistou o Brasileirão.

Destaques dessa rodada fica por conta dos clássicos regionais. O campeão da Copa do Brasil desse ano receberá o atual campeão Brasileiro, Vasco e Fluminense farão o clássico carioca no Engenhão. O Vasco faz boa campanha e vem de vitória sobre o Avaí. O Fluzão também vem de vitória e com show do craque da rodada, Rafael Moura foi o nome do jogo.

Grande promessa de mais emoções, a rodada anterior foi muito boa. Dos dez jogos, apenas dois empates, foram marcados 31 gols com média de 3,1 por jogo. 

Para conferir os jogos ao vivo CLIQUE AQUI. 

Aproveite, deixe um comentário com os seus palpites.
PLACAR DA RODADA:
Corinthians 0 x 2 Figueirense
Botafogo 3 x 1 Atlético - MG
Cruzeiro 1 x 0 Ceará
Internacional 2 x 2 Flamengo
Avaí 0 x 0 Coritiba
Atlético - GO 1 x 0 Grêmio
São Paulo 1 x 1 Palmeiras
Vasco 1 x 1 Fluminense
Atlético - PR 2 x 2 América
Bahia 1 x 2 Santos

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

VIRADÃO DO TIMÃO

O Corinthians voltou a vencer e venceu no melhor de seu estilo. Depois de sair atrás no placar e sofre dois gols ainda no primeiro tempo, o Timão seguiu a cartilha do bom corintiano e virou a partida em um segundo tempo que merece nota máxima em qualquer tipo de avaliação.
Os quase 12 mil apaixonados por futebol que estiveram presentes ao Estádio Ipatingão viram um inicio de jogo bem equilibrado, com chances para os dois  lados. Até o décimo minuto o Corinthians já havia chegado com perigo duas vezes ao gol do Galo, mas não foi eficiente para marcar. No mesmo período, os mineiros também rondavam o gol de Julio César e por duas vezes quase marcaram.

Aos 13 minutos, a zaga do Timão vacila e Dudu Cearense tira o primeiro zero do placar e também um peso das costas da torcida, que vem sofrendo com a sombra de um possível rebaixamento. 


A síndrome de “Robin Hood” que assola a equipe corintiana – ganha dos melhores colocados na tabela e perde pontos para os piores – se fortaleceu aos 27 minutos, quando de pênalti os atleticanos chegaram ao seu segundo gol.

Independente se o pênalti foi legitimo ou não (tenho duvidas), não pode deixar o Jorge Henrique encarregado de marcar numa cobrança de escanteio. O baixinho tem que ficar na entrada da grande área a espera de um rebote para sair no contra ataque.

Guilherme converteu a cobrança, Atlético 2 x 0 Corinthians.

A partir do segundo gol, o Atlético preferiu tentar se segurar em seu campo de defesa e deu espaços para que o Corinthians se animasse e fosse para cima. Com o recuo, o avanço do alvinegro paulista foi automático. Ainda no primeiro tempo, o Timão chegou e mostrou que ainda não estava nada decidido e o Galo ia sofrer.

INTELIGENCIA E “EFICABILIDADE”

O retorno para o segundo tempo gerou duvidas quando Tite propôs uma alteração ousada e de muita percepção. Não me lembro de uma alteração – caso alguém lembre, comente – com essa que foi realizada.

Sai Alessandro (lateral direito) entra Emerson Sheik (atacante), Jorge Henrique passa a jogar pela ala esquerda e Welder que estava improvisado na esquerda vai para sua posição de oficio, lateral direto. Com essa alteração, os volantes seriam mais exigidos, pois teriam que fazer mais as coberturas pelo lado esquerdo.

Mas não deu tempo de sentir nenhum tipo de incomodo em seu setor defensivo. O Timão partiu para cima do galo como uma verdadeira ave de rapina (gavião).

E o Emerson desencantou. Marcou o primeiro gol com muita coragem ao disputar boa com o zagueirão que levantou o pé e poderia lhe acertar o rosto, isso aos quatro minutos.

No minuto de número sete, quando estava pronto para marcar o segundo dele na partida, foi calçado, sofreu o pênalti e de quebra arrumou uma expulsão para o Atlético. Na cobrança, Alex marcou seu terceiro gol pelo Timão. Foi o gol do empate, o gol da inteligência de Tite.

O Atlético já estava acuado, com um a menos e o ímpeto do Timão, levou o galo mais ainda para seu campo de defesa. Não havia alternativa a não ser segurar o empate, naquela altura do campeonato cairia como uma vitória. O Timão diminui o ritmo e passou a procurar com calma a virada que dependia apenas de tempo.

Welder e Jorge Henrique tinham total liberdade para buscar as jogadas de linha de fundo. Com o deslocamento para a sua posição de origem, Welder passou a render mais e proporcionou uma verdadeira correria. Alex e Danilo que estavam apagados – principalmente o primeiro – apareceram por conta da forte luz que estava sobre Sheik.

Com tanto volume de jogo a diferença no percentual de posse de bola era gritante, o Corinthians ficou com 63% contra 37% do Galo, mas isso não adiantaria nada se o gol não saísse.

Mas saiu, aos 29’, Jorge Henrique cruza, Sheik desvia de cabeça, a bola sobra para Liédson que com calma volta a marcar e coloca o Timão mais líder ainda.

O Sheik continuava dando trabalho e sofre o segundo pênalti da noite, que Alex desperdiça.

Meus amigos, quando o cara está iluminado, deixa a bola para ele e diz: “Bate, marca o seu segundo gol, a noite é sua!”

Não estou colocando a competência de Alex em duvida, mas o momento era do cara. Não sou fã do futebol de Sheik, mas temos que ressaltar a entrega e dedicação exposta nessa noite desse jogador. Não vamos criar caso, se ele marcasse, eu perderia o bolão, apostei 3 a 2 para o Timão.

Números da partida definidos, o Timão passa a cozinhar o Galo e esperar o final da partida.

Com a vitória, o Timão se mantém na primeira colocação do BRA e apenas torce por tropeços de seus adversários para conseguir distancia dos demais.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

VEJA OS PALPITES DO TOM PARA A 17ª RODADA

Aproveite e deixe um comentário com os seus palpites.

PLACAR DA RODADA:
Fluminense 3 x 0 Figueirense
Avaí 0 x 2 Vasco
Atlético - PR 2 x 1 Cruzeiro
Ceará 3 x 0 Grêmio
Santos 2 x 3 Coritiba
Internacional 1 x 0 Botafogo
Atlético - MG 2 x 3 Corinthians
Palmeiras 1 x 1 Bahia
Flamengo 1 x 4 Atlético - GO
Américo 1 x 1 São Paulo

domingo, 14 de agosto de 2011

CORINTHIANS E FLAMENGO: IGUAIS

Simples assim!! Essa é a melhor definição para os dois primeiros colocados do BRA - 11, principalmente pelo que aconteceu nessa tarde de domingo, dia dos pais. Parabéns a todos os pais!

Corinthians e Flamengo iniciaram a rodada com 33 pontos, o Timão levava vantagem em número de vitórias.
As duas equipes começaram suas partidas muito bem e foram para cima de seus adversários, o Corinthians dominava o Ceará e não sofria sustos. Willian se deu ao luxo de perder um gol cara a cara com o goleiro, não pode perder esse tipo de gol. 

Paulinho, aos 24 minutos, coloca o Timão na frente do Vozão e na ponta do campeonato. Em bela triangulação, bola para Danilo que de primeira, coloca Paulinho em condições de invadir a área e marcar o primeiro. Paulinho foi um jogador muito importante no primeiro tempo, mas com a queda de rendimento da equipe, não fez um bom segundo tempo.

Com o gol e o empate (até aquele momento) do Flamengo, o Corinthians se isolava na ponta do BRA. Mas o Timão vacilou e em bola que aparentava inofensiva, o setor defensivo bate cabeça e o Ceará chega ao empate. Vacilo total de Chicão, ficou numa de é sua, não, é minha!!! Não pode vacilar assim, mesmo diante de times considerandos pequenos, são os pequenos que dão mais trabalho.

Mas o golpe é assimilado rapidamente e no minuto seguinte, Alex faz um gol digno de placa, estatua, etc. Foi um golaço!! Acertou um petardo da intermediaria que derrubou o Urubu que dormia no travessão!

Os dois a um que o Timão imprimia sobre o Vozão, fez com que o Mengão acordasse no Orlando Scarpelli. Deivid recebe boa bola na área e de cabeça coloca no contra-pé do goleirão. 

Os times vão para os vestiários da mesma forma que iniciaram o jogo: IGUAIS.

Para o segundo tempo, o Bonde sem freio e a Carroça desembestada voltam melhores e acuam seus adversários e passam a dominar as partidas. O Flamengo vai com força para cima do Figueira e logo aos seis minutos, Deivid mais uma vez coloca a bola no funda da rede.

No Pacaembu, o Ceará acuava o Timão e não deixava o time da casa chegar em sua meta. O Corinthians recuou e deixou o Ceará jogar, Julio Cesar foi pouco exigido e mostrou que mesmo parado a algum tempo, está em forma. 

O Figueira, três minutos após sofrer o segundo gol, aproveita falha de marcação dos rubro-negros e marca o primeiro com Somália. Comemoração no Orlando Scarpelli e no Pacaembu.

Os paulistas assistiam um jogo trucado no meio campo e o Corinthians correndo atrás do Ceará. Comemoração e euforia da torcida, só aos 25 minutos do jogo entre Mengão e Figueira. Edson Silva se aproveita da péssima saída de Felipe e marca o gol de empate, gol que deixava o Timão isolado na liderança, mas...

O técnico Tite resolve fazer uma alteração na equipe. Liédson e colocado no lugar de Willian. O Levezinho deveria entrar, mas não no lugar de Willian, poderia ter tirado o Danilo que caiu de produção. Com a possível saída de Danilo, jogaria com Jorge Henrique pela direita, Willian pela esquerda e Liédson pelo meio. Com essa formação, acredito que o Timão teria uma força ofensiva maior, porém, não sou técnico.

Como o Corinthians não levava perigo ao gol Cearense, os Cearenses levaram perigo ao gol do Corinthians. Marcou duas vezes para valer uma, e esse gol não deu mais chances de reação ao Timão. Aos 39', Rudnei mais uma vez, mas dessa vez valeu, sozinho dentro da área, após rebote de Julio Cesar, coloca para dentro e dá números finais ao duelo.

Corinthians 2 x 2 Ceará

No Orlando Scarpelli o Mengão não teve forças para marca e o resultado ficou IGUAL ao do Pacaembu:

Figueirense 2 x 2 Flamengo

Corinthians e Flamengo terminaram a rodada com 34 pontos, o Timão ainda  leva vantagem em número de vitórias.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

VEJA OS PALPITES DO TOM PARA A 16ª RODADA

PLACAR DA RODADA:
Atlético - GO 2 x 0 Santos
Cruzeiro 5 x 0 Avaí
São Paulo 2 x 2 Atlético - PR
Botafogo 4 x 2 América
Corinthians 2 x 2 Ceará
Vasco 1 x 0 Palmeiras
Figueirense 2 x 2 Flamengo
Coritiba 3 x 0 Atlético - MG
Grêmio 2 x 1 Fluminense
Bahia 1 x 1 Internacional

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

CORINTHIANS: LÍDER NA "MARRA"

Santos e Corinthians se reencontraram no mesmo palco da decisão do Paulista desse ano, na Vila Belmiro. O jogo era valido pela quinta rodada do Brasileirão, que foi adiado por conta da participação do time praiano na Libertadores da América. Os donos da casa sem suas jóias, Neymar e Ganso que não jogaram por que participaram de mais um vexame com a seleção Brasileira.

Na tarde dessa quarta-feira, os brasileiros enfrentaram os alemães e arrumaram mais uma derrota para a coleção particular de Mano Menezes. Alemanha 3 x 2 Brasil. Mesmo com a derrota, a CBF confirmou que o técnico continua no comando da seleção. Mas não estou a fim de falar sobre isso!!!

Os santistas entraram em campo com uma formação um pouco mais leve do que a prevista, pois contava com Diogo e Ibson, Adriano ficou no banco de suplentes. Já o Timão foi para a praia com um time mais lento, pois não tinha a velocidade de Jorge Henrique, suspenso.

O primeiro tempo foi praticamente do Corinthians, algumas jogadas de triangulação pela esquerda, que resultaram em chutes desastrosos de Emerson. O cara ainda não se encontrou, marcou aquele gol contra o Avaí e mais nada, acorda mano, o Levezinho está voltando. (Volta logo Liédson!)

O garoto (prata da casa) Danilo Fernandes foi exigido apenas uma vez e correspondeu a altura. Belo chute de Elano e ótima defesa de Danilo.

O jogo foi marcado pelo número assustador de passes errados, como podem errar tantos passes assim?

Os sistemas de meio campo das duas equipes deixaram a desejar. Pelo lado do Timão, Danilo e Alex não renderam o que era esperado, jogadas com inteligência não se viu em nenhum momento do jogo. Moradei, ainda pelo lado do Timão, em alguns lances demonstrava certa indignação ou displicência e rifava a bola sem necessidade e direção, mas foi eficiente nos desarmes (foram 17 e com poucas faltas) e quando saia com calma não errava nenhum passe.

Pelo lado do Peixe, o único que buscava o jogo e tentava encontrar o caminho do gol era Arouca. Alguns sites colocaram que Elano fez bela partidas, mas acho que viram outro jogo e não o mesmo que vi.

Sim!!! Buscou o jogo, porém, não teve eficiência para dar seqüência nas jogadas e poderia ter sido expulso por conta de entrada dura em Elias, no final do segundo tempo, antes de pedir para sair.

O segundo tempo, sem sombras de dúvida foi dominado (domínio estéril) pelos santistas. Em duas chances claras de gol, uma aos 5’ com Elano que obriga Danilo Fernandes a praticar ótima defesa e mostrar que a sombra de Júlio César não é o Renan. E outro oportunidade aos 22’, com Borges, que o goleirão conta com a sorte e olha a bola sair por sua direita.

O Corinthians assumiu a postura de esperar o Santos para roubar a bola e sair no contra-ataque, mas com a falta de jogadores velozes, isso se tornou impossível. Principalmente quando Tite resolveu fazer sua segunda substituição, a primeira havia sido a saída de Fábio Santos (fraturou a clavícula) para a entrada de Welder, por falta de lateral esquerdo. O técnico tira Willian, jogador que mais buscava as jogadas e partida para cima, e colocar o garoto Elias. Errou!!!

Muricy sofria de igual modo, não tinha como tentar algo diferente na partida, não tinha suplentes que pudesse explorar a falta de atitude do Corinthians e buscar o resultado. Isso fica visível no número de substituições realizadas no jogo. Saíram Fábio Santos e Elano machucados para as entradas de Welder e Adriano; substituições táticas: tivemos as saídas de William e Diogo para as entradas de Elias e Alan Kardek, respectivamente.

Jogo fraco tecnicamente e de duas equipes e técnicos covardes, que se esconderam e não buscaram o gol.

Resultado que devolveu a liderança ao Corinthians, que com 33 pontos igualasse ao Flamengo, mas supera em número de vitórias.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

COPA SUL-AMERICANA: MAIS UMA CHANCE DE IR A LIBERTADORES!!!

São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Botafogo, Atlético – PR, Atlético – MG e Ceará iniciarão nessa quarta-feira mais uma corrida em busca da vaga na Libertadores. Eliminados na Copa do Brasil e deixaram a vaga para o Vasco, que também disputa a Copa, mas com menos responsabilidade, pois já está classificado para a Liberta 2012. No entanto, creio que vá para a disputa com o desejo de vencer e conquistar mais um titulo no ano, para fechar com chave de ouro.

Considerada, em termos de importância, a segunda competição do Continente, perdendo apenas para a Libertadores da América, é obvio. A competição é disputada desde 2002 e a partir de 2010 passou a dar ao campeão o direito de disputar a Libertadores da América. No ano de sua inauguração, os brasileiros não disputaram, por conta de mau planejamento de calendário e, também, por não ser levada tão a serio.

Apenas um brasileiro teve a honra de ser campeão da competição, o Internacional venceu,em 2008, de forma invicta, mas na época não lhe dava o direito de ir a Libertadores. Os maiores vencedores, como sempre em torneios intercontinentais, são os argentinos, com cinco canecos em nove possíveis.

Os brasileiros pegaram gosto pela competição a partir da conquista do Colorado e aparecem nas últimas três decisões. Em 2008, Internacional campeão sobre o Estudiantes; em 2009, Fluminense é derrotado pela LDU e na última edição o surpreendente e rebaixado Goiás é batido pelo Indepiendente.

Copa que também pode ser considerada o segundo meio mais curto para a Liberta, pois é uma competição disputada em jogos eliminatórios, semelhante ao da Copa do Brasil. Hoje, Flamengo, São Paulo, Palmeiras e Botafogo são times cotados para ganhar ou ficar entre os três primeiros no Brasileirão.

O Mengão é líder e está invicto no torneio nacional. Time considerado por muitos críticos, o que conta com o melhor elenco do Nacional.

São Paulo vem na terceira colocação, um ponto a menos que o Corinthians e dois a menos que o líder. Time considerado bom, mas que vem sofrendo com a instabilidade de sua defesa.

Palmeiras é o time mais regular do ano (em minha opinião), entre os paulistas, são apenas cinco derrotas, mas uma delas bem difícil de ser digerida. A primeira eliminação veio através de uma catástrofe e custou a permanência na Copa do Brasil. Quem não se lembra dos seis a zero diante do Coritiba? Já diante de seu arquirrival, Corinthians, a eliminação do Paulistão, veio nas cobranças de pênaltis após empate em 1 a 1.

O Botafogo precisa de um titulo de grande expressão para acabar com o rotulo de time regional, só ganha a Taça Rio, Taça Guanabara ou o Carioca. Titulo de Expressão em 1995, quando conquistou o Brasileirão sobre o Santos. Titulo contestado até hoje, por conta de um gol de Túlio (artilheiro do torneio) que provavelmente estava impedido. Mas como o Botafogo não tem nada a ver com isso é o Campeão Brasileiro de 1995.

Estou mencionando esses clubes, por que são os primeiros colocados no Nacional e estão apresentando mais força para essa disputa. Já Atlético – PR, Atlético – MG e Ceará correm por fora e são os azarões (brasileiros) da competição. O primeiro não vive bom momento e está entre os últimos colocados, com a necessidade de reação, acredito que não dará tanta importância para o torneio. Deverá se inspirar no Goiás para alcançar lugares mais altos na Sul-americana.

“Não aposto em ninguém, por se tratar do sistema mata-mata, onde não existem favoritos e nem sempre o melhor ganha!”


APROVEITANDO: CONFIRA OS PALPITES DO TOM DE BOLA PARA A PRIMEIRA FASE E PARA O JOGO ATRASADO DO BRASILEIRO ENTRE SANTOS E CORINTHIANS.
PLACAR DA RODADA:
Ceará 2 x 1 São Paulo
Atlético - MG 1 x 2 Botafogo
Flamengo 1 x 0 Atlético - PR
Vasco 2 x 0 Palmeiras
Santos 0 x 0 Corinthians

domingo, 7 de agosto de 2011

FLAMENGO: NOVO LÍDER

O Mengão continua imbatível, consequentemente invicto e agora é o novo líder do campeonato com um ponto a mais que o Corinthians.

O Flamengo de Ronaldinho Gaúcho, passou apertado pelo Coritiba, com um gol de Jael nos últimos minutos da partida. O atacante que entrou aos 36 minutos da etapa complementar e deu outro ritmo a partida. Com menos de um minutos, acertou uma bola na trave e em seu segundo e último lance marcou o gol da vitória.

Ronaldinho em lance pela esquerda, cruza para área e Jael, de cabeça, coloca para o fundo do gol.

Não foi uma grande exibição do grande time carioca, mas jogou o suficiente para assumir a liderança do torneio. Liderança que se faz justa pelo que vem jogando esse time. Luxemburgo voltou a comandar bem uma equipe e nesse sábado mostrou ousadia quando tirou Thiago Neves, homem de confiança, e Deivid para promover as entradas de Diego Mauricio e Jael, o homem do jogo.

Com as alterações fez com que, automaticamente, o Coritiba recuasse para seu campo de defesa e desse mais espaços ao bom time do Mengão. Além disso, mostrou também que seu elenco é muito forte e na falta de qualidade em determinados momentos, existem jogadores na suplência que podem entrar para resolver.

Ronaldinho continua sendo decisivo para o Mengão e fez ótima assistência para o gol. Enquanto todos questionavam sua importância para o elenco, ele segue provando que é, sem duvida, o motor dos rubro negros. E como já havia escrito em outro post, o Flamengo é o mais serio candidato ao titulo Brasileiro, conquistando assim o hepta campeonato.

CORINTHIANS: VACILOU!!!

O Corinthians foi até a Arena da Baixada e deixou por lá a liderança para o Flamengo. Não considero que o Timão jogou mal, mas não adianta jogar bem e não marcar gol.

Para a partida diante do Atlético - PR, Tite promoveu a entrada de Alex para jogar ao lado de Danilo, o time ganhou em criação, mas faltava alguém para colocar a bola para o fundo do gol. 

Willian foi deslocado para o meio da área e passou a trabalhar como um homem para definição da jogada. Alex fez ótima partida, deu ritmo de jogo, cadenciou a partida e chamou o jogo para si. Orientava os companheiros, buscava as jogadas e arriscava de fora da área.

Danilo por sua vez, foi deslocado para a direita; Jorge Henrique aparecia pela esquerda, regiões do campo que saíram boas jogadas. 

Jogo bem disputada e com boas oportunidades de gol, o Corinthians tinha um pequeno domínio da partida, mas nada tão agudo. Willian desperdiçou a melhor oportunidade para o lado corintiano (não pode perder esse tipo de gol, p...), chutou para o espaço a liderança.

O castigo veio a galope de burro. No minuto de número 34, Weldinho perde a bola para Madson, que se joga dentro da área e o juizão vai na dele, pênalti. Kleber Santana bate firme no meio gol para marcar o primeiro gol da partida, Furacão 1 x 0 Timão.

Para o segundo tempo, Tite é ousado e aproveita a situação de Jorge Henrique ter recebido o terceiro amarelo e estar suspenso para o jogo contra o Santos, promove a entrada de Emerson. Weldinho dá lugar para Edenilson. Com essas alterações, tira Willian do meio da área e o desloca para direita. 

Logo de cara no segundo tempo, Alex dá ótimo passe para Paulinho que é derrubado dentro da área por Kleber Santana, pênalti. Na cobrança, Alex com muita categoria, coloca no canto esquerdo para empatar a partida.

Após o empate, o Corinthians continuou a pressionar, mas não teve a "eficabilidade" para marcar e sair do Arena com três pontos e a liderança.

SÃO PAULO: CÍCERO SALVA

No reencontro com o algoz da eliminação da Copa do Brasil desse ano, o São Paulo sofreu, não fez boa partida, mas contou com a eficiência de Cícero. O meio campista marcou os dois gols da vitória tricolor por dois a um sobre o time do Avaí, em plena Ressacada. 

O Tricolor chegou a Santa Catarina com pompa de favorito e se deu ao luxo de poupar seu maestro, Rivaldo nem viajou e ficou fazendo descanso muscular, pois vem de seis jogos seguidos.

Os avaianos foram para cima do tricolor e proporcionaram um boa correria, mas o gol só veio no início do segundo tempo, Willian venceu Rogério Ceni e deixou o Avaí em vantagem. No entanto recuaram e deram espaços para o tricolor. 

O Primeiro gol saiu em cobrança de escanteio, que Cícero, sozinho, marcou de cabeça. O segundo saiu de ótimo passe de Dagoberto, mais uma vez Cícero marcou e virou. O segundo gol desse rapaz, foi uma pintura, com uma calma e cavadinha deixou Felipe de joelhos para olhar a bola dormir no fundo de suas redes.

Mesmo vencendo a partida, o tricolor não fez boa exibição e sofreu com a marcação dos catarinenses, tanto é, que seu principal jogador, Lucas, esteve sumido na partida. Será que estava com a cabeça na seleção? 

Com esses resultados temos Flamengo, Corinthians e São Paulo ocupando as primeiras colocações com 33, 32 e 31 pontos, respectivamente.

O Vasco aparece na quarta colocação, mas levou uma goleada sonora do Botafogo, em jogo que contou com o pontapé inicial de uma lenda viva do futebol nacional. Mário Jorge Lobo Zagallo foi homenageada pelo seus 80 anos, que serão completados no dia nove. Pontapé que foi dado em direção ao dono do jogo, Loco Abreu. O atacante marcou dois dos quatro gols da vitória botafoguense.

O time cruz-maltino é o quarto colocado com 27 pontos.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

VEJA OS PALPITES DO TOM PARA A 15ª RODADA

Confira os palpites do TOM para a décima quinta rodada e deixe um comentário com os seus.
PLACAR DA RODADA:
Palmeiras 0 x 0 Grêmio
Flamengo 1 x 0 Coritiba
Atlético - MG 1 x 2 Figueirense
Santos 1 x 0 Ceará
Internacional 3 x 2 Cruzeiro
Atlético - PR 1 x 1 Corinthians
América 3 x 0 Fluminense
Botafogo 4 x 0 Vasco
Avaí 1 x 2 São Paulo
Bahia 2 x 1 Atlético - GO

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

SANTOS NÃO QUER O BRASILEIRO

O grande Santos Futebol Clube, time que venceu o Campeonato Paulista e a Libertadores da América no primeiro semestre, faz campanha de time pequeno e sem expressão no âmbito nacional. São onze jogos, ocupa a décima oitava colocação, venceu apenas três, empatou duas, perdeu seis, marcou 15 gols e sofreu 20.

Com apenas 11 pontos somados, se vê pela segunda rodada consecutiva na zona de rebaixamento.

Muitos podem se escorar no fato de ter três jogos a menos que os demais times, mas não podem contar com pontos que ainda não ganharam, não pode se acomodar apenas pelo fato de estar dentre os classificados para o Mundial de Clubes da FIFA e ano que vem já estar garantido na Libertadores.

Os meninos da Vila disputam um campeonato serio e se ficarem entre os quatros últimos vão ser rebaixados. 


Exagero! De modo algum, pois o Santos apenas conquistou 33% de seus pontos disputados.

Contra o Flamengo, o Santos fez um excelente inicio de partida e se viu com a vitória nas mãos, mas o salto alto imperou diante dos meninos e o golpe foi certeiro. O Mengão não se intimidou e superou os quatro gols do time da casa, vencendo por 5 a 4. Vocês lembram! Jogão de bola, o melhor que vi nos últimos anos.

Contra o Atlético – PR, entrou achando que venceria o jogo quando bem entendesse, mas hoje não existe mais time bobo no futebol mundial. Quem imaginaria que o penúltimo colocado aprontaria para cima dos donos da América?

Eu não imaginava, tanto é que apostei em vitória alvinegra, mesmo fora de casa.

Nessa noite de quarta-feira, o Santos foi ao Estádio São Januário encarar o Vasco.  Apostei no Vasco, mas com um pouco de incredulidade e sabendo que meu palpite poderia ser o mais furado da rodada. No entanto, os meninos sem empenho nenhum contribuíram para mais um acerto do TOM DE BOLA.

O Vasco iniciou a partida e foi para cima do Santos com uma avalancha, ou melhor, um trem bala. Com pouco tempo de jogo, Diego Souza e Eder Luis proporcionaram a maior correria na defesa alvinegra praiana.

No segundo minuto de jogo, não teve como segurar e Diego Souza marcou o primeiro gol da noite.

Os meninos até que tentaram imprimir seu ritmo, um ritmo veloz, mas estavam desgovernados e sem direção. Dedé, pelo lado vascaíno e em disputa particular com Neymar, levava a melhor e parou as investidas da jóia santista.

Com Neymar dominado, o zagueiro foi para o ataque e jogou “areia nos olhos” do goleiro Rafael. O goleiro disse que a culpa foi dos refletores, mas Dedé não tem nada a ver com isso e marcou, aos 20 minutos, o segundo gol dos anfitriões.  

No segundo tempo, o Santos aparentava estar melhor na partida, mas em meu ponto de vista foi uma estratégia adotada pelo time da Colina. Dar espaço aos peixes até o meio campo e pressionar, forçando o erro de passe. Com isso tentar sair no contra ataque e matar o jogo. A partir do meio campo, o Vasco marcava forte, Dedé não perdeu uma bola.

No minuto de número 26, o zagueiro proporcionou uma das jogadas mais bonitas da partida. Dedé toca de cabeça para o meio da área, Alecsandro acerta uma linda bicicleta.

No mais, o Vasco fez sua parte que era marcar e impedir um gol que pudesse gerar uma reação santista. O Santos foi barrado mais uma vez e tem problemas com essa campanha horrível.

Mas o que me saltou aos olhos na partida foi à infantilidade de Neymar. Jogador entrou em campo pendurado por excesso de cartões, mesmo assim, em um lance já paralisado, dá um bico na bola e leva o terceiro cartão. Cartão esse que o deixará fora da próxima partida.

Normal! Sim, normal, mas é um cartão que pode (e deve) ser evitado. O Santos está numa situação complicada na tabela, depende de suas estrelas e o garoto me faz isso. Ação premeditada, movida pela seleção Brasileira. Ficando fora da próxima partida, poderá se apresentar antes para a partida contra a Alemanha.

Por conta dessa atitude, o Santos ficará sem Neymar por duas partidas, em jogos contra Ceará e Corinthians.

Abre o olho Santos!!!

terça-feira, 2 de agosto de 2011

VEJA OS PALPITES DO TOM PARA A 14ª RODADA

Agora a disputa do campeonato Brasileiro começou, ninguém tem larga vantagem. O São Paulo teve suas rodadas de líder, venceu cinco seguidas e parou. O Corinthians acabou com a invencibilidade de Tricolor, assumiu a liderança, disparou, mas nas últimas duas rodadas diminuiu o ritmo e o Mengão encostou.

O Palmeiras vem bem e com regularidade, se o São Paulo vacilar, o Verdão passa a sua frente. O Santos venceu a Libertadores e agora deposita suas forças no torneio nacional. Nas últimas duas rodadas, sofreu duas viradas no placar. Contra o Mengão, em um jogo digno de placa, e contra o Atlético - PR, em um jogo de futebol aquático, sofrendo o gol no último minuto.

Mas são águas passadas e a decima quarta rodada vem ai para apagar os sabores amargos da última rodada ou para fortalecer a reação verde.

O Corinthians será o primeiro a entrar em campo e receberá o América - MG em seus domínios. Sem duvida nenhuma o líder é o favorito. 


O Verdão foi a única equipe paulista a vencer na última rodada. A equipe de Palestra Itália vai ao Couto Pereira, palco da tragédia na Copa do Brasil, onde sofreu uma sonora goleada por 6 x 0 e se despediu da competição. Com o Coxa engasgado, o Palmeiras espera ter sorte diferente ao da ocasião. No entanto, não acredito em vitória alviverde paulista.


O São Paulo receberá, no Morumbi, o Bahia e creio não terá dificuldades para vencer.

Já o Santos, cabisbaixo Santos, vai ao São Januário encarar o embalado Vasco. Não acredito em placar diferente ao de vitória carioca.

Vamos para os palpites: