terça-feira, 17 de maio de 2011

SELEÇÃO DO PAULISTA 2011

Na noite de segunda-feira a Federação Paulista de Futebol promoveu a grande premiação e elegeu os melhores para cada posição do Campeonato Paulista.

Vendo a lista, perguntei-me sem resposta: 'Qual o critério adotado para que chegassem a essa seleção?' Analisando posição a posição discordei de alguns eleitos e me deu a sensação que os integrantes da mesa julgadora se deixa levar pelos que chegaram a fase de semifinal. Se houvesse dentre os classificados para a penúltima fase da competição um dos times considerados pequenos, não duvido que teríamos nessa lista nomes como, por exemplo, o Xuxa do Mirassol, Anselmo Ramon e Fabio Santos, ambos do Oeste.

Por que não colocaram o nome de Dagoberto, será que Kleber foi melhor que ele? Ou será que foi o fato de o São Paulo não estar entre os finalistas e o KLeber estar chamando mais a atenção da mídia com algumas declarações? 

Será que os críticos levam em conta a simpatia, interatividade e tempo de casa para eleger os melhores?

A eleição de Rogério Ceni, tudo bem que o cara é ídolo e marcou seu centésimo gol em uma partida do Paulistão, mas o melhor goleiro dessa edição não foi ele. Será que os frangos de Julio Cesar e Rafael na última partida não foram decisivos para tira-los da lista. Em varias partidas que vi Julio Cesar atuar, observei grandes atuações que o colocaria com a melhor opção. Diante do Palmeiras, por duas vezes, salvou e em uma dessas oportunidades, garantiu a vitória. Mas sou suspeito a falar de jogadores do time do coração.

Por falta de opção na lateral direita, vai o Cicinho mesmo. Que fique entre nós, mas o futebol brasileiro não tem mais lateral direito como antigamente. Jorginho, Cafu, Wladimir, Djalma Santos, entre tantos outros.

Mas o que mais me deixou intrigado foi a eleição do técnico para comandar essa seleção: Felipão. Por quê? Qual o critério? Será que foi pela história? 

O que leva um técnico ser considerado melhor em relação aos outros? 

Acredito que o desempenho do time ou a posição que terminasse na fase de classificação fosse levado em consideração. Caso seja por regularidade, o técnico Paulo Cesar Carpegiani foi mais regular, tanto é que se classificou em primeiro. Foi o que mais marcou pontos, teve o segundo melhor ataque e da mesma forma que o técnico palmeirense não passou das semifinais. 

Mas é aquilo, futebol e ponto de vista!!

1 Comentários:

  1. Blz tom..a seleção do campeonato tm muito dedo dos cartolas nem considero ... mas até que esta seleção seria um time interessante. da uma espiada no meu novo blog...http://horadavuvuzela.blogspot.com lá vc pode dar umas cornetadas..rs...vlw bow!

    ResponderExcluir