quarta-feira, 30 de março de 2011

17ª RODADA DO PAULISTA: CONFIRA OS MEUS PALPITES

Nessa rodada o destaque fica por conta do clássico entre Santos e Palmeiras, o chamado clássico da Saudade, pois na década de 60 proporcionou grandes duelos. O Santos com o melhor time do mundo e o Palmeiras com a Academia de futebol de Ademir da Guia.

Nos últimos anos não vem sendo considerado um clássico acirrado, mas para esse duelo pode significar uma possível liderança para o Santos ou a manutenção do Palmeiras como o lider. O Palmeiras hoje é o lider e o Santos é o quarto colocado.

Mas temos destaques também na briga pela classificação para a próxima fase.

Ituano quer sair da zona de rebaixamento e o Oeste quer a classificação.
Portuguesa quer chegar no G8 e o Noroeste quer sair da zona de rebaixamento.
Paulista quer a classificação e o Mogi Mirim ainda acredita que pode chegar no G8.
São Caetano quer chegar no G8 e o São Bernardo se afastar da zona de rebaixamento.
Linense quer se afastar na zona de rebaixamento e o quer chegar no G8.
O Mirassol quer provar que tem força e vai para cima do Tricolor da Vila Sônia que já está classificado.
O Botafogo quer se distanciar da zona de rebaixamento e vai para cima do Timão que deve estar atordoado com a derrota, considerada zebra pela diretoria, diante do São Paulo.
Bragantino quer chegar e a Ponte Preta quer se confirmar para a próxima fase.
Santo André e Prudente fazem o jogo dos desesperados, pois ambos necessitam do resultado para sair da zona de rebaixamento.

Situação pós jogos: 
Ituano 2 x 3 Oeste - Ótimo resultado para o Oeste que praticamente se garante na próxima fase. Já para o Ituano pode significar uma possível posição não zona de rebaixamento, caso o Santo André vença o Grêmio Prudente.
Portuguesa 0 x 2 Noroeste - Excelente para o Norusca, que sai da zona da degola e deixa a Portuguesa mais distante da zona de classificação, mas não acaba com as possibilidades da Lusa.
Paulista 2 x 3 Mogi Mirim - Que jogão de bola. O Mogi inicia o segundo tempo sendo derrotado por dois a um. Mas consegue emplacar um ritmo eletrizante, marca o primeiro e o segundo vem no fim da partida, sendo mais claro, aos 47'.
São Caetano 6 x 1 São Bernardo - Jogando em casa, não tomou conhecimento do frágil adversário e aproveitou para tirar o saldo negativo. Em jogo fácil, se aproximou das primeiras posições e afundou o arquirrival do ABC na zona de rebaixamento.
Linense 0 x 2 Americana - O Americana não perdeu os primeiros colocados de vista e lançou o Linense na lama do rebaixamento.
Santos 0 x 1 Palmeiras - Kleber faz o gol que mantém o Palmeiras na liderança e reclama da falta de badalação ao elenco palmeirense. O Santos perde e vai para a disputa da Libertadores com uma responsabilidade maior que antes. Encara o Colo Colo, quarta-feira na Vila Belmiro, tem que ganhar, se não fica difícil.
São Paulo 1 x 0 Mirassol - Lucas marca um gol de placa e se mantém na segunda colocação do campeonato. A vitória dá moral para o Tricolor para encarar o Santa Cruz e reverte o resultado, pois perdeu em Pernambuco pelo placar mínimo. Mesmo com o resultado negativo, o Mirassol se mantém na sexta colocação, podendo terminar a rodada em sétimo, caso a Ponte Preta vença.
Botafogo 0 x 0 Corinthians - O Timão desfalcado de três jogadores não conseguiu sair do zero contra o Botafogo. Mesmo com o resultado se mantém na terceira colocação, mas se distancia dos lideres. Para o Botinha o resultado também não foi bom, pois ficou a apenas três pontos da zona de rebaixamento.
Bragantino 0 x 1 Ponte Preta - A macaca não tomou conhecimento dos donos da casa e com a vitória pelo placar mínimo assumiu a quinta colocação. Já para o Braga pode significar uma possível ameaça pela zona de rebaixamento.
Santo André 1 x 3 Grêmio Prudente - A vitória do Prudente sobre o Galo Mineiro, no meio da semana, pela Copa do Brasil deu animo ao time quase rebaixado para a serie A-2 do Paulista. Com a vitória nesse jogo, podemos considerar que respira o Prudente. Chegou aos 14 pontos e os quartos concorrentes diretos pelo não-rebaixamento estão com 15, faltando  apenas duas rodadas. Tudo bem que tem que vencer as duas que restam e seus concorrentes não podem ganhar nenhuma. O Santo André é um dos concorrentes e com a derrota se afundou mais na zona.


Confira os palpites da rodada anterior: http://tomdebola.blogspot.com/2011/03/16-rodada-do-paulista-confira-os-meus.html

segunda-feira, 28 de março de 2011

ROGÉRIO MARCA O 100º E SÃO PAULO QUEBRA TABU

Resultado não traduziu o que foi a partida. Corinthians começou melhor que o São Paulo teve mais posse de bola e chegava mais ao gol, mas sem perigo.


Jogo bem amarrado no meio campo, mas o Timão conseguia avançar mais que o time do Morumbi.

No entanto isso tudo não ganha jogo, o que ganha jogo é bola na rede e o São Paulo começou marcando primeiro. Para quem acompanha o TOM DE BOLA, vai se lembra do que comentei sobre o jogador Dagoberto. Comentei que o Corinthians teria que tomar cuidado, pois ele é um jogador muito perigo.

E deu no que deu.

Como as equipes tinham dificuldade de entrar na área o jeito era arriscar de fora. Então foi assim que aconteceu: bola para Dagoberto na frente da grande área, com um belo chute, acerta o canto de Julio César, sem chances de defesa.

Antes do final do primeiro tempo, o Timão teve bela chance com Dentinho, que na cara do gol, cabeceia para fora.

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro. O Corinthians tocava a bola e o São Paulo esperava o erro para sair no contra ataque.

Aos dois minutos quase que o Corinthians marca com Jorge Henrique, mas a tarde era de Rogério Ceni, que faz ótima defesa.

100º GOL PARA OS CENTENÁRIOS

Aos sete minutos, Fernandinho cava falta na entrada da grande área, o arbitro entra na dele e marca. Pronto!

Rogério Ceni que não teve nada a ver com o erro do arbitro, vai para a cobrança, beija a bola, ajeita no gramado, com uma perfeição coloca a bola no ângulo direito de Julio César.

Rogério Ceni marca o gol de número 100, porém apenas 98 reconhecidos pela FIFA – a entidade máxima do futebol não reconhece os gols marcados contra o Combinado Santos e Flamengo em jogo amistoso, no dia 25/01/1998 e gol marcado contra o Uralan Elista, em jogo valido por Torneio Constantino Cury, torneio criado pelo próprio São Paulo, em 17/01/2000. Feito inédito para um goleiro, feito como esse vai demorar a acontecer.

Após sofre o segundo gol o Corinthians voltou a pressionar, mas teve seu lateral direito expulso. Alessandro entra de forma desleal em Dagoberto. Aos 22 minutos, Dentinho faz o primeiro e único gol alvinegro. Na seqüência da partida, Dagoberto e Dentinho são expulsos. Com a expulsão de Dagoberto, o Corinthians passou a dominar e marcou, mas a expulsão de Dentinho esfriou os ânimos.

Mas tudo isso ficou em segundo plano, pois o palco estava armado para Rogério Mücke Ceni, maior goleiro-artilheiro do mundo e ídolo do São Paulo Futebol Clube. Nascido em Pato Branco – PR, começou sua carreira no Sinop, onde fez 20 jogos, mas não marcou gols. Transferiu-se para o São Paulo em 1990 e de lá para cá vem quebrando recorde sobre recorde:

Jogador que mais vezes vestiu a camisa Tricolor: 965 jogos
Jogador com o maior número de títulos: Copa Européia/Sulamericana: 1993; Campeonato Mundial de Clubes da FIFA: 2005; Copa Libertadores da América: 1993 e 2005; Campeonato Brasileiro: 2006, 2007 e 2008; Campeonato Paulista: 1998, 2000 e 2005; Supercampeonato Paulista: 2002; Recopa Sulamericana: 1993; Troféu Cidade de Santiago e Compostela: 1993; Copa Conmebol: 1994; Copa dos Campeões Mundiais: 1995 e 1996; Copa Euro América: 1999 e Torneio Rio-São Paulo: 2001. Contando todos os títulos, somam-se 19 em 21 anos de clube.

E agora o novo recorde: 100 gols. Esse gols são distribuídos da seguinte forma: 98 em competições oficiais FIFA; 02 em competição e amistoso não oficial; 55 de falta, 44 de pênalti e 1 de bola rolando, em partida contra o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro, no dia 20/08/2006, onde bola rolada em cobrança de falta.

O clube que mais sofreu gols de Rogério Ceni foi o, também rival, Palmeiras, sofreu sete gols. O goleiro mais vazado pelo goleiro-artilheiro foi Fábio que defende as cores do Cruzeiro, sofreu seis gols.

Esses são os números que traduzem uma história muito vitoriosa dentro do São Paulo. E para melhorar a situação, o gol veio contra um dos maiores rivais com a quebra de um tabu que durava 11 jogos.

domingo, 27 de março de 2011

SELEÇÃO BUROCRÁTICA

O Brasil entrou em campo com a seguinte formação: Julio Cesar, Daniel Alves, Lúcio, Tiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires, Elano e Jadson; Neymar e Leandro Damião.

Vamos fazer uma analise de torcedor, começando pela defesa, caso não concorde deixe um comentário. Uma defesa muito boa, com dois laterais que apóiam muito bem, tanto é que o primeiro gol saiu de uma jogada com André Santos, pela esquerda, que deu um bom passe para Neymar marcar. Caso não gostem de André Santos,  o Brasil tem a disposição o, também ótimo, Marcelo que joga no Real Madri.

Tudo bem que não foi um jogo para considerar como teste para defesa, pois o meio campo composto por nada mais, nada menos que três volantes com apenas Elano mais avançado. Para a criação Mano Menezes deixou Lucas no banco e começou a partida com Jádson, meia do Shaktar Donestk - UCR.

No ataque tivemos a estreia do atacante Leandro Damião, que defende as cores do Internacional de Porto Alegre. Chamou a atenção de Mano Menezes por ser um atacante de oficio, ou seja, de área, atacante a moda antiga. E deu trabalho a defesa escocesa, pois a seleção Canarinha insistia em jogadas pelo lado direito que resultavam sempre em chuveirinho e com a boa presença de Leandro que foi superior nas bolas áreas, levando perigo ao gol da Escósia.

O Brasil tinha pleno domínio da partida, mas não conseguia marcar e aos 34 minutos de jogo, a Escócia assusta em bola parada. Falta pela esquerda, bola cruzada na área e com o sutil desvio de Whittaker a Escócia quase marca o primeiro gol da partida.

NEYMAR... FAZ ALGUMA COISA...

Esse foi o pedido de uma torcedora focalizada pela emissora responsável por transmitir a partida. Neymar passava próximo a arquibancada e a torcedora soltou a voz para pedir: "NEYMAR, FAZ ALGUMA COISA".

Ele ouviu e atendeu, aos 41 minutos, bela jogada pelo lado esquerdo - uma das primeiras investidas por esse setor - bola para Neymar no meio da área, que toca no cantinho para democratização a alegria brasileira no Estádio Inglês. E principalmente, atender ao pedido da torcedora. Com o gol, o Brasil quebrou um jejum de 248 minutos sem fazer gol, pois não havia marcado nas derrotas contra Argentina e França.

Ele realmente foi o cara do jogo e logo no inicio do segundo tempo provou isso. Em bela jogada pelo meio, avança e chuta da entrada da grande área, a bola toca no travessão e sai. Ia ser um golaço.

O que sobrava de habilidade para Neymar, faltava para Ramires, que teve duas oportunidades clara, mas não converteu. E Leandro Damião continuava provando que é muito bom nas bolas aéreas, mas não conseguia converter em gol.

DEIXA QUE O "PEQUENO FENÔMENO" RESOLVE

Como os outros não resolviam, teve que brilhar novamente a estrela de Neymar e forçar que colocassem mais uma vez seu nome no telão do belo Estádio Emirates, na cidade de Londres - ING, para ninguém esquecer: Muito prazer, meu nome é Neymar!

Jogada pela esquerda, Lucas - isso mesmo o garoto revelação do Paulistão entrou, pena que um pouco tarde - toca para Neymar, que tenta invadir a área e é derrubado, penalti. Quem cobra? 

- Vai autorizar o arbitro. 
Partiu Neymar, partiu, bateu! 
Goooooolllllllll.... éééé do Brasil!!! 
De um pequeno fenômeno, chamado Neymar!!
Galvão Bueno

Foi assim que Galvão Bueno narrou e definiu o gol.

O Brasil teve mais oportunidades, as principais com Jonas que entrou no lugar de Leandro Damião. 

Em uma delas, Lucas fez uma ótima jogada, com muita velocidade e deixou Jonas na cara do gol, mas o atacante não marcou.

Mano Menezes demorou para colocar Lucas na partida, creio que se o garoto entra jogando o resultado seria outro, pois a partir do momento que entrou o Brasil ganhou em velocidade.

Mas é assim mesmo. Por enquanto é só teste, vamos ver quando for para valer.

sábado, 26 de março de 2011

16ª RODADA DO PAULISTA: CONFIRA OS MEUS PALPITES

O destaque dessa rodada fica por conta do clássico entre São Paulo e Corinthians, o chamado majestoso. Sem perder para o Tricolor desde 2007, quando o Timão venceu o jogo por 1 a 0 com gol do zagueiro Betão. De lá para cá já são 11 jogos sem perder, sendo assim, o Corinthians vai com tudo para esticar mais esse tabu. O São Paulo quer quebrar o tabu e se possível com o centésimo gol de Rogério Ceni.

Quatro vagas já estão garantidas. Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos já estão garantidos na proxima fase, sendo assim, sobram as outras quarto vagas. E estão na disputa: Mirassol, Ponte Preta, Paulista, Oeste, Portuguesa, Bragantino, Mogi Mirim e também podemos considerar o Botafogo, mas com chances remotas.

Confira meus palpites para a próxima rodada, deixe o seu comentário com os seus palpites e vamos ver quem mais acerta.
Oeste 4 x 0 Noroeste - Noroeste com a derrota se afunda na zona de rebaixamento e o Oeste se firma na briga por uma vaga nas quartas de final.
Palmeiras 3 x 0 Bragantino - Mais uma ótima que coloca o Palmeiras mais uma vez na liderança e depende de uma derrota corintiana no clássico contra o São Paulo.
Mogi Mirim 1 x 3 Portuguesa - Mais uma vitória da Lusa que a mantém viva na disputa e vislumbra figurar entre os grandes do futebol paulista. Já para o Mogi a derrota significa, praticamente, a eliminação do campeonato.
Grêmio Prudente 1 x 1 Mirassol - Para o já rebaixado Grêmio Prudente, esse resultado não significa nada, quer dizer, mostra a fragilidade da equipe Prudentina. Para o Mirassol pode significar a perda da quinta posição, caso a Ponte vença seu compromisso.
Santo André 1 x 0 São Caetano - No clássico do grande ABC, quem se deu melhor foi o Santo André, que briga para se manter na primeira divisão. Essa foi apenas a segunda vitória do Ramalhão.  O São Caetano perdeu grande oportunidade de entrar de vez na zona de classificação.
São Paulo 2 x 1 Corinthians - São Paulo quebrou o tabu de onze jogos sem vencer o Corinthians, Rogério Ceni Marca o gol de número 100 e tira o Corinthians da liderança.
Ituano 2 x 3 Santos - Paulo Henrique Ganso joga para ser visto na Europa e leva o Santos a mais uma vitória.
Botafogo 0 x 4 Linense - Resultado surpreendente, Botafogo, time que já venceu o São Paulo levar uma goleada dessas. Esse resultado foi ótimo para o time de Lins, pois se afasta da zona de rebaixamento, mas ainda corre serio risco.
Ponte Preta 0 x 0 Paulista - Resultado que mantém as duas equipes na zona de classificação.
Americana 3 x 1 São Bernardo - Placar indigesto para o time do ABC, pois o deixa a uma migalha da zona de rebaixamento. Para o Americana, resultado dá moral para buscar a classificação, mas está difícil

quarta-feira, 23 de março de 2011

PALMEIRAS E SANTOS VOLTAM A VENCER. ROGÉRIO MARCA, MAS SÃO PAULO PERDE. PERFEITO PARA O CORINTHIANS QUE É LIDER

Em jogo que Paulo Henrique Ganso fez ótima apresentação para os europeus verem, Santos joga bem e vence o Mogi Mirim por 3 a 0.


O Palmeiras segue sem derrota, já são onze jogos sem perder e dessa vez ganhou bem. Bateu o Linense por 3 a  0 e passa a ser o vice lider com 32 pontos, dois a menos que o Corinthians.


Rogério Ceni marca o gol de número noventa e nove na carreira, mas falha em três gols, o São Paulo sai de Jundiai derrotado por 3 a 2 e perde a liderança para o Corinthians.


Liédson marcou novamente, o Corinthians fez ótima partida, vence o Oeste por 3 a 0 e ultrapassou o São Paulo, tornando-se o novo lider do Campeonato com 34 pontos. E domingo tem clássico contra o Tricolor.




SANTOS: GANSO JOGA PARA EUROPEU VER.

Santos voltou a apresentar o fino da bola e não tomou conhecimento do Mogi Mirim e encosta-se à terceira colocação, que no momento pertence ao São Paulo. Santos e São Paulo estão com 31 pontos cada, mas o Tricolor leva vantagem no número de vitórias, 10 a 9.

Logo no início da partida o Santos foi para cima do modesto time de Mogi Mirim e aos 6 minutos de jogo, em uma bola que sobrou para ele, Ganso, na entrada da grande área. Rapidamente toca para o meio da área, que encontra Zé Love, livre de marcação para marcar o primeiro do Peixe.

Mas para quem imaginou que seria uma goleada ala 2010, se enganou, no primeiro tempo foi só isso, pois a partir daí o Santos passou a errar passes. Só conseguiu duas jogadas de perigo.

Do mesmo modo que no primeiro tempo. O Santos começou pressionando e aos 3 minutos com o sumido Keirrison, em rebote para o meio da área, marca o segundo gol do Santos.

E o atacante K9 continuou a dar trabalho a defesa do Mogi Mirim, acertou bola na trave e provou que o Santos precisa de um jogador de área.

O gol do Mogi provou por outro lado que a grande deficiência santista é a sua defesa, em jogada pelo lado direito. O Mogi, com Cristiano, achou um buraco na defesa e dali saiu o único gol dos visitantes.

Por outro lado o Santos se protegia com os seus ataques, impedindo os avanços do Mogi Mirim. E aos 29 minutos, em uma cobrança de falta que ganso coloca na cabeça de Edu Dracena, que por sua vez, sobe mais que dois defensores e cabeceia no contra pé do goleiro.

Pronto, para acabar com as desconfianças e dar mais moral ao grupo para a Libertadores.

Ganso mostrou que vale o que está pedido e o Santos já ajeitou seus pauzinhos. No dia seguinte ao jogo, ofereceu além do reajuste mais 7 milhões pela permanência de sua grata revelação.

PALMEIRAS: VENCE E É O PRIMEIRO A GARANTIR VAGA

Devido jogar antes de São Paulo e Corinthians, o Verdão não quis nem saber e garantiu a vaga para as quartas de final do Torneio Regional. Dessa vez a vitima foi o fraco e quase rebaixado Linense.

Time não perde a onze jogos, a ultima e única derrota foi contra o Corinthians por 1 a 0.

Palmeiras foi melhor durante todo o jogo e não se permitiu passar por sustos, a não ser em uma bola que o goleirão Deola saiu procurando borboleta, quase que entra, mas foi só.

Após o susto só deu Palmeiras, mas pecando muito nas finalizações. Em uma dela, Lincoln perdeu gol feito, só ele, a bola e o gol.

Mas para compensar o gol perdido, Patrick fez um golaço para que fosse esquecido o gol que Lincoln não marcou. O garoto acertou um petardo de fora da área sem chances de defesa. Lindo gol.

E além disso, para não deixar nenhuma lembrança, Adriano achou um pênalti – achou, por que não foi – que foi convertido  por Kleber.

No segundo tempo a defesa de Lins mostrou a sua fragilidade, errava passes bobos na cara do gol e não demorou muito para tomar o terceiro. Em ótima jogada do meio campo palmeirense, bola de pé em pé e Patrick marca o seu segundo e o terceiro do Palmeiras. Pronto, classificado.

O nome do jogo foi sem duvida, o garoto Patrick e o chefão Felipão já o garantiu na próxima rodada contra o Bragantino. Kleber como sempre fez ótima partida, mas o Verdão precisa de um ataque de oficio.

A atuação de Patrick, rendeu até um embate de opiniões entre Felipão e Kleber.

Kleber de um lado, defende um quarteto ofensivo com Valdivia, Lincoln, Patrick e ele.

Felipão diz que só veremos esse quarteto em ocasiões especiais.

SÃO PAULO: ROGÉRIO MARCA, MAS TRICOLOR PERDE O JOGO E A LIDERANÇA

São Paulo entra em campo atrás apenas de Palmeiras, que havia vencido seu jogo e tinha o posto provisório de Líder, mas se o Tricolor vencesse, reassumiria a ponto.

Mas logo a um minuto de jogo, o São Paulo toma um banho de água bem gelada, gol do Paulista. E uma amostra de que nada seria fácil para o Tricolor. Chute de fora da área, Rogério Ceni rebate para o meio da área e de cabeça Fabiano marca.

Jogo até que bom de se ver, ora o Paulista atacava, ora o São Paulo.

Aos seis minutos, Rogério dá a entender que não estava bem, errou uma reposição de bola e quase que leva o segundo gol.

Em um momento do primeiro tempo o Tricolor criva muitas oportunidades, mas na hora do arremate errava. As jogadas de mais intensidade eram produzidas pelo lado esquerdo, com Fernandinho, mas quando chutava a gol, deixava a desejar.

Mas o velho e bom ditado reza que quem não faz toma e, o São Paulo tomou. Lembra que eu havia comentado que o Rogério aparentava não estar bem? E não estava mesmo.

O Paulista se aproxima da área com bom toque de bola, Weldinho chuta despretensiosamente e Rogério engole. Paulista 2 a 0.
Mas para acordar nada melhor que um gol. E logo de cara, Cicinho em jogada individual tenta passar entre dois e é derrubado dentro da área, pênalti. Quem vai para a bola? Isso mesmo, Rogério Ceni, para ficar mais perto do gol de número 100.

Rogério Ceni, correu, bateu é gol.

Esse foi o gol de número 99 na carreira desse brilhante jogador, sendo assim, o gol de número 100 poderá sair contra o maior arquirrival na atualidade, o Corinthians.

Agora vai!! Pensou o são Paulino, mas não foi. Não foi graças a uma ótima defesa do goleirão do Paulista em chute de Fernadinho.

E em uma falha de marcação da defesa e mais uma falha de Rogério Ceni, o Paulista marca o seu terceiro gol e esfria novamente a partida.

O São Paulo passa a pressionar, mas com muitos erros de finalização. Até que aos 24 minutos, em boa jogada de Fernandinho pela esquerda, toca para o meio da pequena área e encontra Dagoberto – esse é o cara que o Timão tem que tomar cuidado no jogo de domingo – para marcar o segundo gol Tricolor.

Mas a defesa de Jundiaí passa a esperar o São Paulo para desarmar os avanços e foi assim até o apito final. São Paulo pressionando e o Paulista se defendendo.

Poderia ter sido melhor, porém o medo do vexame ser maior, impediu que o técnico Paulo César Carpegiani colocasse Rivaldo para jogar. Isso por que o São Paulo estava sem Lucas, sua peça principal que foi convocado para a seleção de Mano Menezes. Fazendo uma leitura rápida, notamos que o São Paulo precisava de um jogador para articular as jogadas, ou seja, Rivaldo.

Com a derrota o Tricolor caiu para a terceira colocação e no domingo encara o Timão em Barueri.

Para esse jogo não contará com a presença de Juan, que levou o terceiro amarelo.

segunda-feira, 21 de março de 2011

15ª RODADA DO PAULISTA: CONFIRA OS MEUS PALPITES

A décima quarta rodada foi perfeita para São Paulo e Corinthians. Dos grandes, apenas Palmeiras pontuou e mesmo assim, apenas um pontinho o que deixou os dois primeiros dois pontos a mais que o segundo.

Na parte debaixo da zona de classificação para as quartas de final, apenas o Oeste pontuou e de igual modo ao Palmeiras, apenas um ponto. Fazendo a distancia dos primeiros para o oitavo aumentar para dez pontos, praticamente garantindo a classificação para São Paulo e Corinthians.

Nessa décima quinta rodada o São Paulo encara o Paulista e o Corinthians recebe o Oeste no Pacaembu. Caso vença, levarão a decisão da primeira colocação para o Domingo.

Confira meus palpites para a décima quinta rodada e deixe um comentário com os seus. Vamos ver quem mais acerta?


Situação pós jogos:
São Caetano 2 x 0 Bragantino - Azulão vence e fica a um ponto da zona e classificação. Bragantino fica com 19 pontos, mas ainda não está morto na competição.
Mirassol 2 x 0 Americana - Mirassol volta a vencer, depois de duas derrotas e se credencia a classificação. Americana perde o sexto jogo consecutivo e se complica, se aproximando da parte debaixo da tabela. Equipe que já liderou o campeonato.
Santos 3 x 1 Mogi Mirim - Paulo Henrique Ganso volta a jogar bem e o Santos volta a vencer, mas sua saída está bem próxima. Diretoria, empresários e jogador não chegaram a um acordo, mas nada foi resolvido. Mogi Mirim fica na décima segunda colocação, com serio risco de rebaixamento.
Palmeiras 3 x 0 Linense - Palmeiras assume a liderança pelo menos até a realização das partidas de São Paulo e Corinthians. Caso percam seus jogos, o Palmeiras voltará a assumir a liderança. Linense se credencia de vez a voltar a segunda divisão.
Portuguesa 0 x 0 Santo André - Resultado péssimo para as pretensões das duas equipes. A Lusa precisava do resultado para entrar na zona de classificação e o Santo André para sair da zona de rebaixamento.
Noroeste 2 x 2 Grêmio Prudente - As duas equipes estão na zona de rebaixamento e com esse empate nada mudou.
Paulista 3 x 2 São Paulo - O anfitrião não quis nem saber que estava jogando contra o até então lider do campeonato. Logo a um minuto marcou o primeiro dos três gols que marcou nessa vitória. Tirou a liderança do Tricolor e ficou mais próximo de garantir na próxima fase.
Corinthians 3 x 0 Oeste - O Timão fez valer o mando de campo, o favoritismo e o faro de gol de Liedson, que marcou mais um.
São Bernardo 0 x 2 Botafogo - Jogo que valia seis pontos, pois as duas equipes jogam contra o rebaixamento. Com a vitória o Botafogo abre boa vantagem da zona da degola.
Ponte Preta 1 x 2 Ituano - A Macaca vive a síndrome de Robin Hood, vence os grandes, mas não consegui os mesmos resultados com os chamados pequenos. Deu sorte que os seus adversários diretos pela classificação fizeram maus resultados. O Ituano abriu um ponto de vantagem sobre o primeiro time na zona de rebaixamento.

Veja também os palpites da rodada anterior: http://tomdebola.blogspot.com/2011/03/14-rodada-do-paulista-confira-os-meus.html

domingo, 20 de março de 2011

SÃO PAULO LIDERÁ, CORINTHIANS NA COLA, PALMEIRAS ESCORREGA E SANTOS DESABA!

Nenhum dos grandes fizeram boas apresentações, mas São Paulo e Corinthians venceram com o placar mínimo e se distanciaram dos demais.
Santos não resistiu aos donas da casa e caiu diante do Bragantino. 
Graças as grandes defesas de Deola e a um pênalti polêmico, o Palmeiras consegue um empate diante do São Caetano no Anacleto Campanella. Com o resultado assume a terceira colocação com 29 pontos, um a mais que o Santos e dois a menos que São Paulo e Corinthians.


SANTOS: NEM NEYMAR, NEM GANSO

Santos completou dois jogos sem vencer. Na quarta-feira em Santiago do Chile, a equipe sucumbiu diante do Colo Colo, com direito a espetáculo de Paredes, que marcou o primeiro e deu passe para os outros dois.


Nesse sábado, foi à vez do Bragantino baixar o topete de Neymar e Ganso, pois o que se viu no Estádio Nabi Abi Chedid foi um Santos desencontrado na defesa. Todas as boas oportunidades do Bragantino foram pelo lado direito da defesa santista. E foi justamente por esse lado do campo que saiu o primeiro gol. Em uma falha de marcação, onde o ataque de Bragança entrou como quis pelo lado esquerdo. Mas antes de sair o gol, o Santos demonstrou que realmente essa zaga não merece o ataque que tem.


Logo em seguida, mais uma falha, a defesa entregou a bola para o meio campo adversário e só não saiu o gol por pura sorte.


O Santos chega ao empate em um lance em que Zé Eduardo acha um pênalti que foi convertido por Elano.

O grande diferencial do Santos, como todo mundo sabe, está do meio para frente, mas quando essa bola chega na defesa, ai meu Deus. E nessa partida ficou evidente isso, pois o Bragantino entrava como queria e só não venceu por mais por puro azar.

Quando o Santos teve um gol – bem – anulado, pronto, o desespero tomou conta dos santistas. Não por menos, pois foi o time prejudicado, o Santos saiu do jogo atribuindo o mal resultado ao quinteto de arbitragem:

- Temos que marcar quatro para valer um. Declarou Ganso.

No segundo gol do Bragantino mais uma falha de marcação. Escanteio pela direita, bola no primeiro pau, Marcelinho sobe sozinho para marcar e decretar a segunda derrota do Santos em menos de uma semana.

PALMEIRAS: DÉCIMO JOGO SEM PERDER, MAS NÃO VENCEU!

Palmeiras vem sofrendo nos últimos jogos com a falta de pontaria de seus avantes, com exceção ao jogo contra o Comercial, que brilhou a estrela de Adriano. Nesse domingo a equipe alviverde penou para empatar em 1 a 1 com o São Caetano.

Graças a Deola que praticou belas defesas e impediu que o Palmeiras sofresse mais que um gol. E um pênalti – polêmico – que em minha opinião não existiu, mas como sou corintiano, não posso opinar nessa questão.

Jogo não digno nem de melhores momentos e os que foram retirados mostram que o São Caetano pressionou. Teve bola na trave, belas defesas de Deola e até que de tanto insistir o Azulão empatou aos 36 minutos do primeiro tempo.

No segundo tempo as duas equipes erraram demais e não mexeram no placar. Palmeiras enfrentou mais dificuldades, pois jogava sem o seu principal articulador, Valdivia foi o desfalque. Mesmo assim, aos olhos de Kleber, o Verdão se portou bem em campo com ausência do “El Mago”.

Com o empate o Palmeiras permanece sem derrota, a última foi no duelo contra o Corinthians, derrota por 1 a 0.

Ultrapassou o Santos e assumiu a terceira colocação.

SÃO PAULO: DO BANCO PARA A GLÓRIA

Nem Rogério Ceni, nem Willian José, muito menos Lucas. Quem fez as honras foi o reserva de 19 anos, nascido em Brasília, que entrou no jogo e definiu. Henrique foi o herói da partida, mantendo o Tricolor na ponta da tabela.

O garoto nem se aqueceu direito e logo que entrou, numa cobrança rápida de lateral para o próprio que passa para Marlos e vai para o meio da área receber boa bola, para marcar o único gol da partida gol. Isso aos 29 minutos do segundo tempo, para não dar nenhum poder de reação ao Grêmio Prudente que continua na zona de rebaixamento.

Antes de acontecer o gol, o São Paulo enfrentava muitas dificuldades na partida. Foi um jogo muito amarrado e sem grandes emoções.

Dava para contar nos dedos o número de oportunidades de cada equipe no primeiro tempo. Foram cinco chances claras de gol para os dois times, mas a chance mais aguda foi para o Prudente, em bela triangulação e o arremate de Eraldo que, com o gol livre bate de canela para fora.

O segundo tempo começa com o Tricolor chutando uma bola na trave. O São Paulo teve um pênalti não marcado em cima de Juan.

Na jogada do gol, em minha opinião foi falta em cima do jogador do Prudente antes de sair para lateral, mas é assim mesmo.

Com o resultado o Tricolor volta a liderança com os menos 31 pontos que o Timão, porém leva vantagem no numero de vitórias.

CORINTHIANS: LIEDSON EM CAMPO, VITÓRIA CERTA

O Timão não fez grande apresentação, do mesmo modo que seus arquirrivais, mas o que jogou foi para o gasto e com um gol, no oportunismo de Liedson, chegou aos 31 pontos.

O primeiro chute a gol foi do Americicana, mas o mais eficiente foi o do Timão. Paulinho arriscou de fora da área, o goleiro rebate e Liedson estava lá para conferir.

Liedson todas as vezes que entrou em campo e marcou gol o Coringão venceu. Só não marcou em duas ocasiões e o time de Parque São Jorge não venceu. Foi assim no empate contra o Paulista e na derrota contra a Ponte Preta. Mas todas as outras partidas, marcou e o Timão venceu.

O jogo não foi de encher os olhos, mas vimos boas oportunidades para ambos os lados. O Corinthians pecava muito nos passes, Bruno Cesar e Morais não fizeram uma grande apresentação, Dentinho não estava inspirado e a bola raramente chegava para Liedson.

Mas com esse resultado o Corinthians continua a cassa ao líder, que hoje é o São Paulo. Caso as duas equipes ganhem seus jogos de meio de semana, o jogo do próximo domingo poderá decidir quem será o primeiro colocado.

O primeiro colocado terá o privilegio dos empates e do jogo decisivo em casa.

O clássico do próximo domingo pegara fogo.

sábado, 19 de março de 2011

14ª RODADA DO PAULISTA: CONFIRA OS MEUS PALPITES

O Paulistão está chegando em sua reta final, logo saberemos quem serão os oito times classificados para as quartas de final. Podemos até declarar que faltam apenas quatro vagas, pois as quatro primeiras já estão definidas. São Paulo, Corinthians, Santos e Palmeiras lideram o torneio com 28 pontos cada, o São Paulo é primeiro nos critérios de desempate, tem 9 vitórias contra 8 de seus arquirrivais. 

Nos outros anos a média de pontos conquistados pelo oitavo colocado é de 27 pontos, já o primeiro tem garantido a vantagem com média de 45 pontos. Com esses números podemos considerar que os grandes já estão lá, agora só falta saber quem serão os outros quatro. 

Hoje estariam classificados para a próxima fase: os citados acima, Ponte Preta, Mirassol, Paulista e Oeste. 

Mas ainda faltam cinco rodadas, contando com essa, para que sejam definidos os confrontos. Enquanto não chega o dia, vamos arriscando nossos palpites, aqui estão os meus. Envie os seus e vamos ver quem acerta mais.

Situação pós jogos:
Noroeste 1 x 0 Ponte Preta - Norusca faz a lição de casa e passa pela Ponte. Com a vitória, o Noroeste dá uma distanciada da zona de rebaixamento. A Ponte Preta permanece na quinta posição e não tem perigo de perder a posição nessa rodada.
Portuguesa 4 x 1 Mirassol - Acabou o brilho do surpreendente Mirassol. Time que já esteve em primeiro lugar, hoje é o sexto. Já a Lusa que não tem nada a ver com isso, tenta chegar no G8. Com a vitória se aproxima e chega a décima posição a apenas três pontos do oitavo colocado. 
Bragantino 2 x 1 Santos - O Braga não quis nem saber se era o Santos ou não. Fez o primeiro gol em uma falha da fraca zaga do Santos, sofreu o empate e foi para cima dos abalados meninos da vila - que no meio de semana perderam para o Colo Colo no Chile - e  no final do jogo marcou o gol da vitória.
Botafogo 2 x 1 Paulista - O Paulista de Jundiai vacilou e caso o Americana vença o Timão por mais de dois gols de diferença, perderá a oitava colocação. O Botinha com a vitória se distancia um pouco da zona de rebaixamento, mas ainda corre serio risco de queda.
Santo André 2 x 2 Oeste - Resultado péssimo para o Ramalhão, que se afunda mais ainda em direção a segunda divisão. O Oeste permanece na sétima colocação e só um desastre amanhã para perder esse posto. Para isso acontecer o Americana precisaria golear o Corinthians.
Corinthians 1 x 0 Americana - Liédson marca mais um e leva o Corinthians a liderança do Paulistão. Pelo menos até o termino do jogo do São Paulo contra o lanterna Grêmio Prudente. Caso o São Paulo perca, o Timão é o lider.
São Caetano 1 x 1 Palmeiras - O São Caetano pressionou, mas Deola garantiu para o Verdão o empate. Com o empate o Palmeiras se distancia da liderança, pois o Timão venceu, mas assumiu a segunda posição e torce contra o São Paulo.
Grêmio Prudente 0 x 1 São Paulo - São Paulo não jogou bem, mas a estrela de Henrique brilhou. Entrou e marcou o gol que definiu a partida e manteve a o Tricolor na liderança do campeonato com os mesmos 31 pontos que o Timão, mas com vantagem no número de vitórias.
Ituano 0 x 1 Mogi Mirim - A vitória acendeu as chances do Mogi Mirim se classificar para as oitavas de final. Chegou aos 18 pontos, 3 pontos a menos que o oitavo colocado. O Ituano permaneceu na zona de rebaixamento.
Linense 0 x 2 São Bernardo - Com o resultado o São Bernardo respira e afunda o Linense na zona de rebaixamento.

quarta-feira, 16 de março de 2011

TERREMOTO NO CHILE ABALA O SANTOS

Santos não joga bem, é derrotado pelo Colo Colo por 3 a 2 e se complica na competição Continental.


Não adiantou a presença de uma de suas principais estrelas. Ganso não jogou o que era esperado para a sua estréia na Copa Libertadores. Tanto é que o próprio jogador admitiu: - Não era a estréia que queria.



Mas o início não traduziu o final da partida. Isso por que logo aos quatro minutos de partida, Elano sofre a falta de Scotti, ele mesmo cobra, acerta um chute com tanto efeito, que parecia que a bola estava dançando no ar e enganou Castilho que nada pode fazer, golaço.



Parecia que tudo ia dar certo dessa vez, um golaço aos quatro minutos anima qualquer equipe.

Mas o terremoto que abalou as cidades vizinhas a que o Santos estava hospedado mexeu com o brio do time alvinegro praiano que caiu aos 26 minutos, também do primeiro tempo. Paredes, o craque do time, que havia declarado que o Santos é um time temível, mas que iam para cima para ganhar. Numa bobeada, com falha de marcação, recebe a bola entre os defensores e mesmo sendo derrubado, chuta e marca o gol de empate. O goleirão santista nem pulou para não sujar o uniforme e pelo menos sair em pé na foto. Gol de jogador que tem força, vontade, pois mesmo sendo derrubado não desistiu da jogada e marcou.

E não precisou de muito tempo para sair o segundo gol, mas também, com essa defesa parecendo um “queijo suíço” não tinha como ser diferente.

Mais um vacilo, dessa vez Elano tenta cavar falta, escorrega, perde a bola no campo de ataque e o Colo Colo com apenas dois toques e um belo cruzamento de Paredes para Miralles, o time chileno marca o gol da virada.

Isso tudo, nove minutos depois de terem levado o gol de empate. O Santos se perdeu em campo. O que será que aconteceu com os meninos da vila? Devem ter ficado com medo do terremoto.

Mais seis minutos foi o suficiente para o time chileno chegar ao terceiro gol, dessa vez com Scotti. Mas o grande personagem da jogado e do jogo foi mais uma vez o camisa sete, Paredes. Na terceiro gol, sofreu a falta, cobrou, colocando a bola na cabeça de Scotti, que só teve o trabalho de desviar a trajetória da bola para marcar.

Que bom que foi só isso no primeiro tempo, poderia ter sido pior, se o goleiro santista não evita alguns gols poderia complicar mais ainda.

Na volta para o segundo tempo, o primeiro susto, numa bola bem trabalhada e cruzada para área que Paredes toca de cabeça para Scotti que no arremate dá um belo voleio e acerta travessão.

Mas a resposta santista vem com a aparência de que as coisas iam mudar, melhorar para o Santos. Pois de igual modo ao primeiro tempo foi logo marcando, dessa vez com a estrela Neymar, que deu lampejos de brilho.

Bola roubada na intermediaria por Ganso que inteligente, espera os defensores chegar, toca na passagem de Neymar que faz um golaço, deixando o goleiro e o zagueiro no vazio.

Com o gol os santistas se animaram e passaram a pressionar, mas esbararam nas defesas do contestado Catilho, que outrora defendeu as coras do Botafogo. Em uma chance clara de gol Neymar tenta tira-lo da jogada, mas o goleirão tira a bola do pé do craque. E em mais outras duas oprtunidades estava lá para garantir a vitória do time chileno.

Com o volume de jogo na frente o Santos sedia os contra ataque e sempre as bolas eram para o craque do time do Colo Colo. Paredes sem duvida nenhuma foi o diferencial do Colo Colo, jogando aberto pela direita, mesmo sendo destro, armou as jogadas, marcou seu gol e foi fundamental nos outros dois gols.

Com a vantagem no placar, a torcida local, até ajudou o time a colocar a garotado do Santos na roda, gritando o tradicional: olé, olé, olé, ooooooléééé!

Placar final Colo Colo 3, Santos sem vencer nenhuma na Libertadores, 2.

Tudo bem que não foi a intessão do Técnico do Colo Colo menospresar o craque Paulo Henrique “Ganso”. Pois a impresa atribuiu a ele a seguinte frase: “Ganso, quem é Ganso?”. Sendo que na realidade o que ele disse foi: “Ganso, ele não estava lesionado?”

Mas a realidade foi: “Cadê o Ganso?”

O QUE VEM PELA FRENTE?
O Santos nesse sábado, às 18hs30, entra em campo pelo Campeonato Paulista e encara o Bragantino fora de casa. 

terça-feira, 15 de março de 2011

SANTOS: TENTA SUA PRIMEIRA VITÓRIA NA LIBERTADORES

Nessa quarta-feira, enquanto o Palmeiras tentará mais um passo ruma a Libertadores 2012, o Santos vai a campo tentando emplacar sua primeira vitória na Libertadores 2011.

Nas últimas duas partidas os resultados não foram animadores para os santistas, com dois empates e a demissão de Adilson Batista, o Santos ocupa apenas a terceira posição de seu grupo com apenas dois pontos.

Mas com o tropeço do Cerro Porteño, na última quinta-feira, diante do Deportivo Táchira com um empate em 1 a 1, que impediu o avanço maior da equipe na tabela. Os santistas ficaram animados, e uma vitória diante do Colo Colo, coloca o Santos em ótima situação. Pois passaria o próprio Colo Colo, ficaria na cola do Cerro com os mesmo cinco pontos, na próxima rodada em confronto direto passaria e assumiria a liderança. Mas tudo isso depende do "se". 

No entanto, os santistas tem mais uma situação para se animarem, pois poderá contar com a estreia (na Libertadores) de Paulo Henrique "Ganso". Que na última partida do Santos contra o Botafogo pelo Paulista, fez seu retorno, após 199 dias afastado e, simplesmente, decidiu o jogo. Com um belo passe para o primeiro gol e marcou o segundo gol, o gol da virada, que garantiu a vitória.

Sem duvida, o Santos vai com tudo para cima do Colo Colo, pois uma derrota complicaria a vida santista na competição. 

O Santos conta com um elenco muito forte, mesmo antes do retorno de Ganso, agora nem se fala. Creio que todos estão apostando em triunfo santista.

Time campeão por três vezes da Taça Libertadores da América. Não vive bom momento no Campeonato Chileno é apenas o décimo segundo colocado com três vitórias em sete jogos. Vem de vitória por 2 a 1 diante do Unión Española.

Esteban Paredes, camisa 7 e destaque do time chileno, declarou que: "O Santos é um time para se temer, mas não vão para o jogo nem para empatar e nem perder."

PALMEIRAS: MAIS UM PASSO PARA A LIBERTADORES

Nessa quarta-feira o Palmeiras vai a Minas Gerais encarar o Uberaba, em jogo valido pela segunda fase da Copa do Brasil. Caso vença por mais de dois gols de diferença elimina o jogo de volta em São Paulo.

Palmeiras e Uberaba não se enfrentam desde o dia 06 de abril de 1954, em jogo amistoso, e o placar não favarecel ninguém, pois empataram em 2 a 2. De lá para cá são quase 57 anos sem disputar uma partida.

Na história dos dois clubes, se enfrentaram apenas três vezes e o Verdão leva vantagem, são duas vitórias Palestrina e no último jogo o empate em 2 a 2, como citado anteriormente.

Para chegar a segunda fase o Palmeiras passou pelo Comercial do Piaui. No primeiro jogo, vencia por dois gols de diferença, mas permitiu que nos últimos minutos o adversário marcasse o gol de honra e forçou o jogo de volta. Na segunda partida, o empate sem gol insistia até que o Comercial teve dois jogadores expulsos e Adriano Michael Jackson deu show e conduziu o Verdão a vitória por 5 a 1, nesse jogo marcou quatro gols. 

Vai a Copa do Brasil e desliga o botão do Campeonato Paulista, competição onde ocupa a quarta posição com os mesmos 25 pontos de São Paulo (1º), Corinthians (2º) e Santos (3º). Na última partida, não foi brilhante, mas venceu o time do São Bernardo por 2 a 0. Com a defesa menos vazada do campeonato, sofreu apenas cinco gols.

Já o Uberaba foi até Goias e encarou o Santa Helena, diferente do Verdão, passou por seu adversário com dois gols de diferença e eliminou o jogo de volta. Com o placar de 3 a 1 se garantiu na segunda fase da competição. 

No Campeonato Mineiro, não vai nada bem, com apenas uma vitória, ocupa a nona posição. Na última partida mais uma derrota, dessa vez para o Vila Nova, pelo placar mínimo. Tem o pior ataque da competição com apenas quatro gols marcados e a segunda pior defesa com 14 gols sofridos.

Esse duelo será marcado por contrastes, pois o Palmeiras vem bem no Campeonato Paulista, mas o Uberaba vai muito mal no Mineiro. O ataque dos mineiros é o pior em sua região e a defesa palmeirense é a melhor. No entanto, os atacantes palmeirenses vivem sob desconfiança no ataque e os mineiros não tem uma boa defesa. Será a oportunidade perfeita para o time alviverde treinar seu ataque e acabar com as desconfianças.

QUEM É O ADVERSÁRIO?
Uberaba Sport Club
Fundado em 15 de julho de 1917
Manda seus jogos no Uberabão
Campeão do Brasileiro Serie B 1986
3 Taças de Minas Gerais
8 Campeonatos do Interior Mineiro

ONDE É O JOGO?
Estádio Municipal Engenheiro João Guido (Uberabão)
Inaugurado em 10 de junho de 1972 com o jogo Uberaba 2 x 4 Cruzeiro
Capacidade para 25 mil Apaixonados por Futebol

Os torcedores do Uberaba prometem estádio lotado.




SEGUNDA FASE DA COPA DO BRASIL

A Copa do Brasil chega a sua segunda fase e terá início nessa quarta-feira. 
Confira os jogos dessa quarta-feira:

Fortaleza x Flamengo
Equipes já se enfrentaram ao longa de suas histórias, nove vezes com pequena vantagem para o time carioca. São quatro triunfos rubro-negro conta três dos tricolores. No último encontro em 2009, também pela Copa do Brasil, vitória por 3 a 0 do Mengão.
Brasiliense x Ceará
Botafogo - PB x Caxias
Uberaba x Palmeiras
Depois de quase 57 anos, as duas equipes voltam a se enfrentar. No último encontro um empate em 2 a 2. No número de confrontos, são três, duas vitórias alviverde e um empate.
Sampaio Corrêa x Santo André
Bangu x Náutico
Paulista x Atlético - PR
Ipatinga x Avaí

Nessa fase, igual a primeira, caso o visitante vença por dois ou mais gols de diferença no primeiro jogo, elimina o jogo de volta. Na primeira fase não houve a necessidade da segunda partida em nove dos 32 confrontos. 

Flamengo eliminou o Murici - AL.
Ceará eliminou o Cuiabá.
Caxias eliminou o Ceilândia.
Uberaba eliminou o Santa Helena.
Vasco eliminou o Comercial - MS.
Avaí eliminou o Vilhena - RO.
São Paulo eliminou o Treze - PI.
Santa Cruz eliminou o Corinthians - RN.
Goiás eliminou o Vitória - ES.

Em 54 jogos foram marcados 176 gols, com média de 3,26 e a maior goleada foi Atlético - MG 8 x 1 IAPE - MA.

Esses números tendem a cair a partir dessa fase, pois o nível técnico dos times passa a aumentar, as goleadas  a diminuir e as rivalidades aparecem.

Mas a expectativa de ótimos jogos aumenta.

domingo, 13 de março de 2011

CORINTHIANS: QUEM NÃO TEM LIEDSON, CAÇA COM WILLIAN


Corinthians joga sem Liedson, sai perdendo, sofre o gol, tem um jogador expulso, mas vence de virada com gol aos 46 minutos do segundo tempo. Mesmo depois de sofre o gol, empatar no início do segundo tempo com gol de Willian e ter Jorge Henrique expulso, o Timão se posicionou em campo e esperava o Mirassol para roubar a bola e sair no contra-ataque. Esquema que deu certo, em uma roubada de bola, Dentinho deixou Willian na cara do gol para marcar o seu segundo gol da tarde, o gol da virada.

Mas aos 44 minutos da etapa final, água no chopp. Em uma batida sem perigo, a bola desvia nas pernas de Wallace e engana Julio César, empate injusto, pois o Timão tinha o domínio do jogo.

Ai valeu a garra e a superação. Numa jogada de velocidade, ótima troca de passes, bola para Bruno César, ele tira o zagueiro da jogada e chuta. Gol, gol da justiça. Corinthians, segundo colocado 3, Mirassol 2.
 

Foi um ótimo jogo, muito emocionante e, principalmente, do jeito que o torcedor corintiano gosta. O Corinthians buscou forças de onde não tinha e superou o obstáculo de estar com um jogador a menos.
 

Logo no início o Corinthians mostrou que seu jogo seria pelo lado direito com Moradei, improvisado no lugar de Alessandro e Dentinho. Na primeira boa jogada, Dentinho toca decalcanhar para Moradei que vai a linha de fundo e cruza. Willian, de costa para o zagueiro, domina, gira e chuta, mas o goleirão do Mirassol faz bela defesa.

Após o lance, Willian olha para a galera corintiana e pede o apoio, que é respondido imediatamente.
 

Do outro lado o perigo estava no camisa 10 que atende pelo apelido de Xuxa, por sua conta de sua cabeleira loira. Na primeira jogada de perigo do time de amarelo, a bola sobra para ele na cara de Julio César e com um lindo toque, encobre o goleirão, sorte do Timão que estava em posição de impedimento.

O Corinthians respondeu com outro bom lance. Willian sai da área e vem buscar a jogada na intermediaria, recebe na linha de fundo, boa bola de Paulinho, cruza rasteiro para o guerreiro Paulinho que chuta em cima do goleirão. Na continuação do lance, Paulinho tropeça no goleiro e bate o rosto na trave, tendo um início de convulsão. Aparentemente recuperado, tenta voltar para a partida, mas não teve condições e sai para a entrada de Ramírez que deu mais mobilidade ao time. Pois entrou com bastante vontade.

Mas o futebol é muito complicado, nem sempre quem está melhor em campo é quem marca o gol, e nesse jogo não foi diferente. Lembra do destaque do time de amarelo? Então, ele recebeu a bola no meio campo, carregou, passou pelo Leandro Castán e tocou para Serginho, que com um belo chute, acertou no ângulo, sem chances para Julio César.
Daí em diante o Timão se abateu e passou a não produzir tanto, não conseguindo passar pelo bloqueio do time da casa.
 
E quando havia alguma jogada mais aguda era pelo lado direito do ataque. Foi por lá que em bela troca de passes, Dentinho cruzou na cabeça de Jorge Henrique, que foi atrapalhado pelo sol em seu rosto e não teve êxito na cabeçada.
Antes do termino do primeiro tempo, Willian teve outra boa oportunidade, mas o goleirão fez outra bela defesa e colocou a bola para a linha de fundo.

O GUERREIRO WILLIAN
 
No reinicio do jogo, logo aos 2 minutos, o cara incumbido de substituir Liedson, mostrou que pode sim, substituí-lo a altura e fazer o mesmo que ele.
Escanteio pela esquerda, bola para o meio da área, no bate-rebate sobra para Willian que sem dar chances de defesa, bate de primeira, um belo gol de empate.
Esse gol deu moral para o time, que passou a atacar mais e tocar melhor a bola. Mas como para o Timão nada pode ser fácil.  Jorge Henrique em uma jogada infeliz, acerta o jogador do Mirassol e é, acertadamente, expulso. Pronto!! - Pensou quem estava no estádio em Mirassol – Vai perder novamente.

Desse momento em diante o Timão se fechou todinho e passou a esperar o Mirassol, que tocava a bola e invertia as jogadas para tentar furar o bloqueio alvinegro. E o Timão teve sorte, só não levou o segundo, por que no arremate a bola bateu na canela do jogador doMirassol e subiu.
 
Mas se Liedson marca dois por jogo, nada mais justo que seu substituto marcar dois também. E aos 20 minutos, Dentinho recupera a bola no meio campo e toca para o Willian, que na cara do gol ainda teve tempo de tirar o goleiro da jogada e marcar seu segundo gol, o gol da virada.
O Corinthians passa a ter um pouco de dificulade de ficar com a bola, pois o Mirassol impunha bom ritmo no jogo e tentava a qualquer custo o gol de empate. 
Tite, a fim de ficar com mais posse de bola, faz algumas alterações. Tira Morais e Willian, que saiu ovacionado pela torcida, para as entradas de Danilo e Bruno César. Com a finalidade de impor duas linhas de quatro jogadores e a primeira linha com jogadores de mais toque de bola e que sabe segurar o jogo, cadenciar as jogadas. 
Na primeira jogada da dupla, Danilo toca para Bruno César na entrada da grande área, ele chuta e obriga o goleirão a fazer outra ótima defesa.
No entanto, quando parecia que tudo estava resolvido e o Timão conseguiria mais uma vitória, susto!
Em um chute fraco, a bola resvala nas pernas de Wallace e engana Julio César. Isso aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo. Se fosse outro time qualquer, talvez, deixaria para lá, o empate, jogando com um homem a menos ta ótimo. Mas não, aqui é Timão. 
E aos 46 minutos, o criticado Bruno César, recebe passe entre os zagueiros, tira outro do lance e chuta para marcar o terceiro gol e decretar a vitória e garantir os três pontos que mantém o Timão na vice-liderança com os mesmos 28 pontos que o Tricolor.
No próximo domingo, às 16hs, o Corinthians recebe o Americana no Pacaembu.
 
LUCAS DÁ SHOW E O SÃO PAULO VENCE
Não tem como contestar. Esse garoto Lucas é uma grata revelação do nosso futebol e nesse tarde, mostrou mais uma vez que é candidato a craque e ídolo Tricolor.
Jogador muito rápido e perigoso em suas arrancadas, marcou um golaço e só não marcou mais um por que a bola caprichosamente bateu no travessão e no rebote Casemiro marcou.
No lance do primeiro gol também teve participação. Lançou na medida para Juan, que embela jogada e com um cruzamento milimétrico na cabeça de Dagoberto, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.
O São Paulo, sob a batuta de Lucas, passou fácil pelo fraco Santo André, time que foi vice-campeão ano passado e hoje vive o drama do possível rebaixamento. Os gols foram marcados por Dagoberto, Lucas e Casemiro. São Paulo 3 x 0 Santo André.
O São Paulo volta a campo no domingo para encarar o Grêmio Prudente.