domingo, 31 de julho de 2011

LEÃO ENGOLE O LÍDER

Agora chegou fase mais complicada para o líder Corinthians. Estranho, mas é a mais pura verdade. Todos imaginariam que os primeiros jogos seriam os piores, no entanto, essa vai ser e está sendo a fase mais complicada. 

Os jogos contra Grêmio, Flamengo, Fluminense, 5ão Paulo, Vasco, Botafogo e Internacional são os considerados grandes e são, seriam os mais complicados, porém o Corinthians sofre contra os times de menos expressão. Tanto é que o Cruzeiro veio ao Pacaembu com o pensamento de time "pequeno" e tirou três pontos importantes do líder.

Na tarde desse domingo, o Timão foi até a Ressacada e sofreu mais um revés diante de um time que está nas últimas colocações do torneio. O Avaí não foi encarado pelo time alvinegro como deveria ser, com respeito e seriedade. Perdeu achando que ganharia na hora e momento que quisesse. 

Começou a partida e logo foi para cima do time catarinense, acertou bolas na trave, marcou um belo gol com Emerson, que desencantou e continuou a pressionar. Poderia abrir mais gols de vantagem e liquidar a fatura ainda na primeira etapa, mas preferiu deixar para o segundo tempo.

Segundo tempo que provou que nenhum time, mesmo estando na zona da degola, é bobo e técnico ganha jogo sim. Galo, ótima revelação como técnico, modificou a maneira de jogar de seu time e logo aos três minutos deu o primeiro golpe. Escanteio, bate-rebate dentro da área e Willian chuta sem dar chances para Renan.

O golpe deixou o Coritnthians desnorteado. Danilo, ainda no primeiro sofreu uma contusão e deu lugar a Alex. O meia não entrou bem e quebrou o ritmo de jogo do time de Parque São Jorge. Paulinho não fez boa partida, não conseguia chegar ao ataque e não ajudou o sistema defensivo como vinha ajudando.

Sempre é assim, quando a derrota vem, principalmente quando é a segunda seguida, os problemas aparecem e com muita visibilidade.

Dez minutos depois do primeiro golpe, Rafael Coelho marcou o segundo gol e mostrou o quanto o Corinthians depende de Chicão. Em jogada pela esquerda, que não houve cobertura, o Timão sofreu a virada.

Com dois a um no placar, o Avaí passa a administrar a partida, o Corinthians ficou mais nervoso e não conseguia sair. Só começou a levar mais perigo ao gol defendido pelo ótimo Rafael, a partir dos trinta minutos. O goleirão estava inspirado e praticou belas defesas, segurando o impeto corintiano e, principalmente, o de Emerson. O Sheik teve, não apenas uma, mas algumas chances que pararam nas mãos do goleiro.

O impeto corintiano, barrado por Rafael, propiciou mais um contra-ataque para os donos da casa. No minuto de número trinta e seis, o outro Rafael (Coelho), recebe e parte para cima dos defensores. Na corrida, vence a marcação e diante de Renan não perdoou e deu o golpe de misericórdia. 

O líder foi para o abafa e marcou o seu segundo gol com Jorge Henrique, mas já era tarde e não deu tempo para mais nada. Sofrendo a segunda derrota seguida o Corinthians acende o sinal vermelho.

A torcida corintiana que fez muito barulho e empurrou a equipe, não saiu tão triste da Ressacada. Comemorou muito a derrota sofrida pelo arquirrival São Paulo, que caiu diante do Vasco, em pleno Morumbi, por dois a zero.

O Corinthians precisa abrir os olhos e olhar o retrovisor, pois o Mengão está apenas um ponto atrás e Ronaldinho jogando o fino da bola.

O BICHO PEGOU NA RESSACADA!!!

O Leão guiado pelo ótimo Galo e contando com a eficiência e velocidade do Coelho venceu o Gavião.

1 Comentários:

  1. Clériston,
    e ai meu amigo, blz.
    vim retribuir a visita e força lá no blog, desculpa a demora para responder mas é que esse fim de semana foi bastante movimentado e fiquei sem tempo de tudo.
    Parabéns pelo blog, belo trabalho.
    Já estou como seu seguidor e seu link já esta na minha lista de parceiros, um abraço ea gente se tc por ai, rsrssr.

    BLOG DO CLEBER SAORES
    www.clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir