domingo, 24 de julho de 2011

CHEGA! CRUZEIRO PARA O LIDER

Um dia isso tinha que acontecer, chegar ao final de um campeonato como o Brasileiro, invicto é uma utopia e fora de qualquer realidade. Mas não havia lugar pior para acontecer isso, pois é, dentro de "casa" e diante de mais de 37 mil torcedores que apoiaram do começo ao fim. Derrota no Brasileirão não acontecia desde de 13/10/10, quando perdeu para o Vasco por 2 a 0.

Perdeu, mas perdeu jogando e lutando junto com sua torcida até os últimos instantes de partida.

O Cruzeiro foi brilhante? Não, venceu o jogo em uma bobeada da defesa e falha de Renan. O goleirão não pode ser crucificado pelo lance infeliz e tem que ser dado um voto de confiança ao novo arqueiro alvinegro. No entanto, não podemos colocar a culpa no grupo, foi uma falha individual que culminou na primeira derrota em um torneio que está apenas começando.

O Cruzeiro entrou em campo com a proposta e o pensamento de jogar igual a um time de menor expressão. O professor Joel pediu aos seus alunos que imprimissem marcação individual aos principais jogadores corinthianos. Emerson, Jorge Henrique e William sofreram com a forte marcação e não encontraram espaços para invadir a área ou buscar as jogadas.

O Corinthians chegou logo ao seu primeiro lance de ataque pela direta, bola para área e Sheik não consegue acertar a cabeçada.

Numa bola aparentemente fácil para Renan, o goleiro bate roupa e coloca para escanteio. Não aparentava estar tão a vontade sob as travas e em um outro lance onde a bola é lançada para sua área, exita e sai mal do gol.

Ralf então começa a se apresentar na partida e em dois lances quase o Corinthians chega ao gol. No primeiro, o volante pega sobra e bate de primeira. No segundo lance mostra qualidade e deixa, com um toque de calcanhar, Sheik na cara do gol, mas o atacante conclui mal.

Falando em Sheik, o cara perdeu muitas oportunidades de gol, em uma dessas, demorou muito para chutar e deixou que o zagueiro tirasse.

No segundo tempo, o Corinthians continuou pressionando, mas a eficiência que predominou nas últimas partidas havia deixado o time de Parque São Jorge. Ora a bola passava sobre o gol, ora pela direita ou pela esquerda e não entrava.

Não há do que reclamar, só lamentar. Lamentar as bolas que não entraram e a que entrou pelo lado azul.

Para a alegria da BELA E A BOLA, a competência esteve do lado celeste e se transformou em gol num vacilo da defesa e falha do goleirão (estreante) Renan. Sim, falha!

Num momento em que o goleiro Fábio bate o tiro de meta, o outro goleiro tem que estar mais atento e isso ele não estava.

Ralf e Wallyson disputam a bola no meio, o atacante tem mais sorte, o corintiano reclama de pé alto, mas já era tarde. 

Wallyson acerta um lindo chute e marca um GOLAÇO. Gol digno de uma bela placa. 

O Corinthians não se abateu com o duro golpe e partiu para cima do Cruzeiro. Batalhou, batalhou, lutou e levou perigo ao gol de Fábio, no entanto, o dia estava azul e não havia nenhuma nuvem negra para estragar a alegria mineira.

Tite fez as alterações necessárias para tentar mudar o placar. Alex entrou muito bem na partida e deu outro ritmo de jogo ao Timão, que passou a levar mais perigo ao gol. Mas como já havia dito: "a eficiência deixou os guerreiros de Parque São Jorge".

Mesmo quando ficou com um homem a mais em campo, o Corinthians não fez. Ralf e Alex chutaram perigosamente contra o gol, mas Fábio fez ótimas defesas e garantiu o resultado.

Sem dúvida, os personagens da partida estavam sob as traves. Renan, estreante, vacilou na gol. Fábio, experiente, impediu uma possível (mais uma) vitória alvinegra.

Mesmo com a derrota, o Corinthians permanece na liderança com seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

3 Comentários:

  1. Giovani Mattiollo24/07/2011 22:59

    Clériston, finalmente o Corinthians perdeu em. Mas que golaço do Wallyson em, joga muito também. O Campeonato ficou ainda mais embolado na parte de cima, espero que continue bem disputado...

    Abraço

    |||SANGUE AZUL - IMORTAL TRICOLOR |||
    ------------------------------------
    ---> Bolão das Notas 2ª Edição: Avalie os times no 4º quesito
    ---> Uruguai é campeão da Copa América
    ---> Grêmio empatou no segundo jogo da Taça BH

    ResponderExcluir
  2. Embolado não... o Timão continua lider absoluto e não vê ninguém a sua frente... São seis pontos de diferença para os Bambis...

    Abs
    João Paulo

    ResponderExcluir
  3. O Cruzeiro do PAPAI Joel mostrou uma maturidade digna de aplausos...

    Abraços!!!

    ResponderExcluir