quinta-feira, 7 de julho de 2011

CORINTHIANS: LÍDER ACELERADO

O Corinthians vence de virada o Vasco em jogo que os volantes dominaram e fizeram a diferença. Ralf e Paulinho marcaram para o Timão e garantiram os três pontos que mantém a equipe na liderança isolada do Campeonato.

O Timão sofre de forma precoce o gol de falta do reestreante, Juninho Pernambucano, em uma cobrança de falta aos dois minutos de jogo. Não adiantou Julio Cesar gastar tempo durante a semana de preparação para estudar as maneiras que o craque cobra as faltas. Um chute aparentemente defensável, mas que antes de chegar no goleirão, pega no gramado e o engana. Falha de Julio Cesar e o Vasco abre o placar.

Pronto! Seja Bem Vindo Juninho!

Felizes com o gol, o Vasco recua a marcação e dá todo o campo para o Corinthians tocar e se lançar ao ataque em busca do empate.

O ataque corintiano não esperava a bola chegar, vinham buscar no meio, compactavam a marcação, diminuíam os espaços e não dava sossego. Jorge Henrique e Willian não tinham lado definido para atuar. Alternavam e confundiam a marcação. Jorge Henrique buscava mais as jogadas pela esquerda e ia para cima do garoto, que já foi do Timão. Fagner por pouco não foi expulso, exagerou nas faltas. Jorge Henrique é chato. 

O Corinthians tinha pleno domínio da partida e o gol era questão de tempo. 

Acho que se a torcida pudesse escolher alguém para fazer o gol por merecimento, escolheriam exatamente quem marcou o tento de empate. O cara tá jogando muito e caso venha a faltar, por suspensão ou lesão, o Timão perde muito, pois não tem quem o substitua com a mesma qualidade.

Ralf antes de marcar o gol já havia acertado um belo chute de fora da área que obrigou o goleirão a fazer ótima defesa. Mas em sua segunda chance, pega sobra da tentativa de Jorge Henrique, acerta um belo chute e dessa vez não deu para Fernando Prass que aceita. O Corinthians chega ao empate.

Mesmo fazendo o gol, o Timão mantém o ritmo e busca a virada ainda no primeiro tempo. Por duas vezes Fernando salvou o Vasco de sofrer a virada. Liédson em um chute de primeira e Willian em uma cabeçada obrigaram o goleiro a mostrar seu valor.

Mas de tanto insistir e com linda troca de passes pela direita, a bola chega aos pés de Paulinho, que sai da marcação e chuta de "dedão" para virar o jogo. A Fiel torcida já estava eufórica, com a virada quase derrubou o Pacaembu.

Isso aconteceu aos 41 minutos de jogo. Com o resultado a seu favor, só restou aguardar o final do primeiro tempo.

Para o segundo tempo, sem alteração nas equipes o jogo fica preso no meio campo e as oportunidades são escassas. O Vasco insistia em cobranças de falta, mas seus atacantes se posicionavam mal dentro da área e sempre apareciam em impedimento. 

Em uma das oportunidades que poderiam resultar em gol, Alecsandro erra a cabeçada e a bola passa pela direita de Julio Cesar. 

Por falar em Julio Cesar, goleiro que vem se destacando, hoje deixou a desejar. Começando pelo gol que sofreu e depois alguns lances de apagão, em um desses a bola passou sob seu corpo e bateu na trave. Sorte de um bom goleiro. Mas se liga Julio, olha o Renan ai!

Tite fez algumas alterações e quando a torcida pediu Alex, ele atendeu e deu a seguinte ordem ao meia: "Entra acelerado!"

E o meia obedeceu, deu bons passes, se posicionou bem e em um chute de fora da área levou perigo ao gol cruz-maltino.

A noite já estava boa para os corintianos, imaginem como ficou quando os alto falantes anunciaram o gol do Flamengo sobre o São Paulo!

O Corinthians se isola na liderança, está invicto e ainda tem um jogo a menos. Liderança que lhe é justa, pois vem sendo um time muito regular e envolvente. Joga com inteligencia e paciência.

1 Comentários:

  1. Clériston, não assisti ao jogo, mas o Corinthians em, quem segura esse time? Disparado na ponta e com um jogo a menos...

    Abraço

    http://www.gremista-sangueazul.com/

    ResponderExcluir