terça-feira, 24 de maio de 2011

O MANTO DO DESAGRADO!

Nessa segunda-feira (23), foram divulgadas (de forma não oficial) as primeiras imagens do novo uniforme número três do Corinthians. A camisa é uma homenagem ao time do Torino, que no ano de 1949 sofreu um acidente aéreo e toda a delegação foi a óbito. A cor grená é muito bonita, transmite força e foge do convencional branco e preto.

Esse pelo que me lembro é o quarto uniforme intitulado de terceiro. A primeira veio em 2008 e utilizava o roxo para simbolizar o grande amor da torcida ao clube, ou seja, o corintiano é o verdadeiro “torcedor roxo”.

Apesar de ter sido escolhido pelos torcedores para ser utilizado na partida contra o Brasiliense em 16 de setembro de 2008 em partida valida pelo Brasileiro serie B. Não foi bem visto aos olhos dos corintianos mais antigos e “menos fashion”, com a alegação de que “Preto e Branco” é tradição.

No ano seguinte veio a camisa listrada (listras largas) em roxo e preto, bem parecida com a da Internazionale de Milão. Creio que essa deu menos problemas e a aceitação foi um pouco maior.

No ano do centenário o departamento de marketing lança, não uma, mas duas camisas. A primeira em uma homenagem (discreta e imperceptível) ao santo padroeiro do clube, São Jorge. O Uniforme recebeu uma cruz de “fora a fora” na parte da frente em roxo com um detalhe em dourado.

O outro fazendo uma alusão ao primeiro ao primeiro uniforme usado em 1910 e comemorando os 100 anos de existência. A camisa era em tons de bege e o escudo igual ao da época.

Agora a versão 2011 utilizada a proposta de homenagear o padroeiro do clube.

Mas acredito que o departamento de marketing não está se preocupando em agradar a todos os tipos de torcedor ou não se lembra que no Brasil há uma grande mistura de religiões. Por que digo isso?

Vamos analisar:

O Evangelho no Brasil com o surgimento das Igrejas Neopentecostais em 1970, sofreu uma grande reformulação em seus dogmas e doutrinas. E com isso hoje é muito comum encontrar fiéis (adeptos ao evangelho) utilizando camisas de times de futebol e garantindo sua presença em estádios de futebol.

Os evangélicos não têm o costume de adorar ou ser devoto de algum tipo de santo, diferente dos católicos que são adeptos a essa pratica de culto.

Sendo assim, venda da nova camisa ao público evangélico “poderá ser zero” e isso é um forte impacto.

Mesmo que o clube tenha como padroeiro o São Jorge, tem que ser levado em consideração a diversidade de religiões no país. Com essa falta de atenção, não é só o clube que perde uma boa fatia dos consumidores, mas o consumidor que não é adepto a essa devoção.

Das últimas camisas intitulada três, em minha opinião é a mais bonita, mas não se juntará às outras que possuo em meu guarda roupa. 

4 Comentários:

  1. Concordo com vc... muito bonita, mas tb não vou comprar por causa desse detalhe...

    ResponderExcluir
  2. nao havia pensado nesse hipotese. Nao sou evangelico, mas tenho alguns amigos corinthianos que sao e foi a primeira coisa que me falaram. Tambem acharam a camisa muito bonita, mas nao vao comprar por conta desse detalhe. Poderiam ter colocado o escudo do corinthians em marca dagua. Boa materia, parabens TOM!

    ResponderExcluir
  3. Até que fico bonita essa camisa ficaria melhor se fosse a camisa pro GOleiro

    ResponderExcluir
  4. Aproveitando enquete realizada pelo ESPORTE UOL: "Qual camisa e a mais bonita da historia do TIMAO?" As 3 mais votadas sao:
    GRENA 27,24%
    CAMISA DE 2005 11,49%
    CENTENARIO 9,48%
    Ate o momento 36049 apaixonados por futebol deixaram sua opiniao na enquete

    ResponderExcluir