sábado, 7 de maio de 2011

PAULISTÃO: DECISÃO ALVINEGRA


Corinthians e Santos entrarão em campo nesse domingo, pelo primeiro jogo das finais do Campeonato Paulista. O local é o bom, aconchegante e velho Pacaembu.

Entre os anos de 2001 e 2010 as duas equipes somaram seis títulos, sendo três para cada lado. O Timão levou o caneco nos anos de 2001, 2003 e 2009 e o Peixe engoliu os títulos de 2006, 2007 e 2010.

No ano de 2009 as duas equipes se reencontraram em uma final do Paulistão, isso porque o último encontro havia acontecido em 1984.

Ano em que o Santos conquistara o Paulista e depois disso só voltaria a vencer o torneio em 2006; exatos 22 anos sem comemorar título paulista. Na ocasião o alvinegro praiano venceu a partida pelo placar mínimo, com gol de Serginho Chulapa. O jogo foi realizado no Morumbi e contou com um publico de 101.587 apaixonados por futebol.

A dois anos atrás, no último encontro valendo o título, o Corinthians levou a melhor e contando com a presença e os gols de Ronaldo Fenômeno, o Timão conquistou o seu 26º titulo. 

Na edição passada o Peixe foi quem levou a melhor e contando com a presença de Robinho, conquistou seu 18º título.

Em 2011 as duas equipes terminaram a primeira fase nas mesmas posições que no ano de 2009. O Corinthians fez a terceira melhor campanha e o Santos a quarta, única diferença foi à inversão de adversários. No ano de 2009 o Corinthians passou pelo São Paulo na semifinal e o Santos pelo Palmeiras.

TIRA TEIMA

Clássico que nos últimos anos passou a ser cercado de polemicas e provocações. Polêmica em jogadas sem a mínima possibilidade de resultar em gols. Quem não se lembra do chapéu de Neymar em Chicão ou do toque de letra de Jorge Henrique?

Nos últimos dois anos um título para cada lado, agora é a hora de saber quem é o melhor time Paulista na atualidade.

O Santos vem embalado pela classificação para as quartas de final da Taça Libertadores, se tornando o único time brasileiro a avançar para a fase seguinte do torneio.

Para o Corinthians não tem nenhum embalo, só a obrigação de vencer, obrigação essa que veio junto a eliminação precoce da Taça Libertadores, caindo diante do Tolima. Ops! Desculpa, jurei que não falaria mais sobre o Tolima.

Beleza! Desculpa mais uma vez!

Dessa vez Neymar e Ganso estão com o discurso que vão para cima e a ordem é superação. O time está cansado por conta das viagens e as batalhas dentro de campo. Por exemplo, contra o América do México, o time foi guerreiro e se segurou na defesa para não sofrer o gol e decidir a vaga nos pênaltis.

Rafael foi o nome do jogo, com grandes defesas, garantiu o avanço santista. Elano ficou de fora da partida pela Libertadores, mas diz que vem com tudo para vencer o campeonato e de quebra levar a artilharia. Hoje divide a artilharia com Liédson do Corinthians com 11 gols cada.

Já pelo lado corintiano a ordem é segurar os garotos Neymar e Ganso e para isso contarão com a força do coletivo, do grupo, todos terão que jogar se desdobrando para não sofrer gols.

A missão do time de Parque São Jorge não é nada fácil, a dupla vem protagonizando verdadeiras correrias nas zagas adversárias. O time do São Paulo que o diga.

Por outro lado o Corinthians tem um ótimo retrospecto em jogos mata-mata, não é a toa que se tornou o maior campeão Paulista com 26 títulos. Mesmo o time não estando bem, quando chega ao mata-mata à história muda.

Liédson voltou ao Corinthians depois de oito anos fora do país, no ano em que se despediu do Parque São Jorge, deixou um presente aos corintianos, o Campeonato Paulista de 2003. Em seu retorno é o grande responsável pela classificação corintiana para as finais e é a grande esperança de voltar a conquistar o Paulistão.

Para essa partida creio que o Corinthians vai jogar com raça, pois estará diante de sua torcida, mas a meninada do Santos vai partir para cima. Acredito em um empate e a decisão ficará para a Vila Belmiro.

Promessa de grande jogo para esse domingo, o Corinthians quer vencer para não passar sufoco na Vila Belmiro.

CONFRONTO NA PRIMEIRA FASE
Corinthians 3 x 1 Santos

0 Comentários:

Postar um comentário