domingo, 13 de março de 2011

CORINTHIANS: QUEM NÃO TEM LIEDSON, CAÇA COM WILLIAN


Corinthians joga sem Liedson, sai perdendo, sofre o gol, tem um jogador expulso, mas vence de virada com gol aos 46 minutos do segundo tempo. Mesmo depois de sofre o gol, empatar no início do segundo tempo com gol de Willian e ter Jorge Henrique expulso, o Timão se posicionou em campo e esperava o Mirassol para roubar a bola e sair no contra-ataque. Esquema que deu certo, em uma roubada de bola, Dentinho deixou Willian na cara do gol para marcar o seu segundo gol da tarde, o gol da virada.

Mas aos 44 minutos da etapa final, água no chopp. Em uma batida sem perigo, a bola desvia nas pernas de Wallace e engana Julio César, empate injusto, pois o Timão tinha o domínio do jogo.

Ai valeu a garra e a superação. Numa jogada de velocidade, ótima troca de passes, bola para Bruno César, ele tira o zagueiro da jogada e chuta. Gol, gol da justiça. Corinthians, segundo colocado 3, Mirassol 2.
 

Foi um ótimo jogo, muito emocionante e, principalmente, do jeito que o torcedor corintiano gosta. O Corinthians buscou forças de onde não tinha e superou o obstáculo de estar com um jogador a menos.
 

Logo no início o Corinthians mostrou que seu jogo seria pelo lado direito com Moradei, improvisado no lugar de Alessandro e Dentinho. Na primeira boa jogada, Dentinho toca decalcanhar para Moradei que vai a linha de fundo e cruza. Willian, de costa para o zagueiro, domina, gira e chuta, mas o goleirão do Mirassol faz bela defesa.

Após o lance, Willian olha para a galera corintiana e pede o apoio, que é respondido imediatamente.
 

Do outro lado o perigo estava no camisa 10 que atende pelo apelido de Xuxa, por sua conta de sua cabeleira loira. Na primeira jogada de perigo do time de amarelo, a bola sobra para ele na cara de Julio César e com um lindo toque, encobre o goleirão, sorte do Timão que estava em posição de impedimento.

O Corinthians respondeu com outro bom lance. Willian sai da área e vem buscar a jogada na intermediaria, recebe na linha de fundo, boa bola de Paulinho, cruza rasteiro para o guerreiro Paulinho que chuta em cima do goleirão. Na continuação do lance, Paulinho tropeça no goleiro e bate o rosto na trave, tendo um início de convulsão. Aparentemente recuperado, tenta voltar para a partida, mas não teve condições e sai para a entrada de Ramírez que deu mais mobilidade ao time. Pois entrou com bastante vontade.

Mas o futebol é muito complicado, nem sempre quem está melhor em campo é quem marca o gol, e nesse jogo não foi diferente. Lembra do destaque do time de amarelo? Então, ele recebeu a bola no meio campo, carregou, passou pelo Leandro Castán e tocou para Serginho, que com um belo chute, acertou no ângulo, sem chances para Julio César.
Daí em diante o Timão se abateu e passou a não produzir tanto, não conseguindo passar pelo bloqueio do time da casa.
 
E quando havia alguma jogada mais aguda era pelo lado direito do ataque. Foi por lá que em bela troca de passes, Dentinho cruzou na cabeça de Jorge Henrique, que foi atrapalhado pelo sol em seu rosto e não teve êxito na cabeçada.
Antes do termino do primeiro tempo, Willian teve outra boa oportunidade, mas o goleirão fez outra bela defesa e colocou a bola para a linha de fundo.

O GUERREIRO WILLIAN
 
No reinicio do jogo, logo aos 2 minutos, o cara incumbido de substituir Liedson, mostrou que pode sim, substituí-lo a altura e fazer o mesmo que ele.
Escanteio pela esquerda, bola para o meio da área, no bate-rebate sobra para Willian que sem dar chances de defesa, bate de primeira, um belo gol de empate.
Esse gol deu moral para o time, que passou a atacar mais e tocar melhor a bola. Mas como para o Timão nada pode ser fácil.  Jorge Henrique em uma jogada infeliz, acerta o jogador do Mirassol e é, acertadamente, expulso. Pronto!! - Pensou quem estava no estádio em Mirassol – Vai perder novamente.

Desse momento em diante o Timão se fechou todinho e passou a esperar o Mirassol, que tocava a bola e invertia as jogadas para tentar furar o bloqueio alvinegro. E o Timão teve sorte, só não levou o segundo, por que no arremate a bola bateu na canela do jogador doMirassol e subiu.
 
Mas se Liedson marca dois por jogo, nada mais justo que seu substituto marcar dois também. E aos 20 minutos, Dentinho recupera a bola no meio campo e toca para o Willian, que na cara do gol ainda teve tempo de tirar o goleiro da jogada e marcar seu segundo gol, o gol da virada.
O Corinthians passa a ter um pouco de dificulade de ficar com a bola, pois o Mirassol impunha bom ritmo no jogo e tentava a qualquer custo o gol de empate. 
Tite, a fim de ficar com mais posse de bola, faz algumas alterações. Tira Morais e Willian, que saiu ovacionado pela torcida, para as entradas de Danilo e Bruno César. Com a finalidade de impor duas linhas de quatro jogadores e a primeira linha com jogadores de mais toque de bola e que sabe segurar o jogo, cadenciar as jogadas. 
Na primeira jogada da dupla, Danilo toca para Bruno César na entrada da grande área, ele chuta e obriga o goleirão a fazer outra ótima defesa.
No entanto, quando parecia que tudo estava resolvido e o Timão conseguiria mais uma vitória, susto!
Em um chute fraco, a bola resvala nas pernas de Wallace e engana Julio César. Isso aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo. Se fosse outro time qualquer, talvez, deixaria para lá, o empate, jogando com um homem a menos ta ótimo. Mas não, aqui é Timão. 
E aos 46 minutos, o criticado Bruno César, recebe passe entre os zagueiros, tira outro do lance e chuta para marcar o terceiro gol e decretar a vitória e garantir os três pontos que mantém o Timão na vice-liderança com os mesmos 28 pontos que o Tricolor.
No próximo domingo, às 16hs, o Corinthians recebe o Americana no Pacaembu.
 
LUCAS DÁ SHOW E O SÃO PAULO VENCE
Não tem como contestar. Esse garoto Lucas é uma grata revelação do nosso futebol e nesse tarde, mostrou mais uma vez que é candidato a craque e ídolo Tricolor.
Jogador muito rápido e perigoso em suas arrancadas, marcou um golaço e só não marcou mais um por que a bola caprichosamente bateu no travessão e no rebote Casemiro marcou.
No lance do primeiro gol também teve participação. Lançou na medida para Juan, que embela jogada e com um cruzamento milimétrico na cabeça de Dagoberto, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.
O São Paulo, sob a batuta de Lucas, passou fácil pelo fraco Santo André, time que foi vice-campeão ano passado e hoje vive o drama do possível rebaixamento. Os gols foram marcados por Dagoberto, Lucas e Casemiro. São Paulo 3 x 0 Santo André.
O São Paulo volta a campo no domingo para encarar o Grêmio Prudente. 

1 Comentários:

  1. MEU DEUS ...!!!

    Oh TIME DE SORTE...!!

    hahahahahahahahahha

    abraços !

    ResponderExcluir