quarta-feira, 16 de março de 2011

TERREMOTO NO CHILE ABALA O SANTOS

Santos não joga bem, é derrotado pelo Colo Colo por 3 a 2 e se complica na competição Continental.


Não adiantou a presença de uma de suas principais estrelas. Ganso não jogou o que era esperado para a sua estréia na Copa Libertadores. Tanto é que o próprio jogador admitiu: - Não era a estréia que queria.



Mas o início não traduziu o final da partida. Isso por que logo aos quatro minutos de partida, Elano sofre a falta de Scotti, ele mesmo cobra, acerta um chute com tanto efeito, que parecia que a bola estava dançando no ar e enganou Castilho que nada pode fazer, golaço.



Parecia que tudo ia dar certo dessa vez, um golaço aos quatro minutos anima qualquer equipe.

Mas o terremoto que abalou as cidades vizinhas a que o Santos estava hospedado mexeu com o brio do time alvinegro praiano que caiu aos 26 minutos, também do primeiro tempo. Paredes, o craque do time, que havia declarado que o Santos é um time temível, mas que iam para cima para ganhar. Numa bobeada, com falha de marcação, recebe a bola entre os defensores e mesmo sendo derrubado, chuta e marca o gol de empate. O goleirão santista nem pulou para não sujar o uniforme e pelo menos sair em pé na foto. Gol de jogador que tem força, vontade, pois mesmo sendo derrubado não desistiu da jogada e marcou.

E não precisou de muito tempo para sair o segundo gol, mas também, com essa defesa parecendo um “queijo suíço” não tinha como ser diferente.

Mais um vacilo, dessa vez Elano tenta cavar falta, escorrega, perde a bola no campo de ataque e o Colo Colo com apenas dois toques e um belo cruzamento de Paredes para Miralles, o time chileno marca o gol da virada.

Isso tudo, nove minutos depois de terem levado o gol de empate. O Santos se perdeu em campo. O que será que aconteceu com os meninos da vila? Devem ter ficado com medo do terremoto.

Mais seis minutos foi o suficiente para o time chileno chegar ao terceiro gol, dessa vez com Scotti. Mas o grande personagem da jogado e do jogo foi mais uma vez o camisa sete, Paredes. Na terceiro gol, sofreu a falta, cobrou, colocando a bola na cabeça de Scotti, que só teve o trabalho de desviar a trajetória da bola para marcar.

Que bom que foi só isso no primeiro tempo, poderia ter sido pior, se o goleiro santista não evita alguns gols poderia complicar mais ainda.

Na volta para o segundo tempo, o primeiro susto, numa bola bem trabalhada e cruzada para área que Paredes toca de cabeça para Scotti que no arremate dá um belo voleio e acerta travessão.

Mas a resposta santista vem com a aparência de que as coisas iam mudar, melhorar para o Santos. Pois de igual modo ao primeiro tempo foi logo marcando, dessa vez com a estrela Neymar, que deu lampejos de brilho.

Bola roubada na intermediaria por Ganso que inteligente, espera os defensores chegar, toca na passagem de Neymar que faz um golaço, deixando o goleiro e o zagueiro no vazio.

Com o gol os santistas se animaram e passaram a pressionar, mas esbararam nas defesas do contestado Catilho, que outrora defendeu as coras do Botafogo. Em uma chance clara de gol Neymar tenta tira-lo da jogada, mas o goleirão tira a bola do pé do craque. E em mais outras duas oprtunidades estava lá para garantir a vitória do time chileno.

Com o volume de jogo na frente o Santos sedia os contra ataque e sempre as bolas eram para o craque do time do Colo Colo. Paredes sem duvida nenhuma foi o diferencial do Colo Colo, jogando aberto pela direita, mesmo sendo destro, armou as jogadas, marcou seu gol e foi fundamental nos outros dois gols.

Com a vantagem no placar, a torcida local, até ajudou o time a colocar a garotado do Santos na roda, gritando o tradicional: olé, olé, olé, ooooooléééé!

Placar final Colo Colo 3, Santos sem vencer nenhuma na Libertadores, 2.

Tudo bem que não foi a intessão do Técnico do Colo Colo menospresar o craque Paulo Henrique “Ganso”. Pois a impresa atribuiu a ele a seguinte frase: “Ganso, quem é Ganso?”. Sendo que na realidade o que ele disse foi: “Ganso, ele não estava lesionado?”

Mas a realidade foi: “Cadê o Ganso?”

O QUE VEM PELA FRENTE?
O Santos nesse sábado, às 18hs30, entra em campo pelo Campeonato Paulista e encara o Bragantino fora de casa. 

2 Comentários:

  1. isso prova que o Santos não havia jogado contra nenhum grande time, pois quando jogo, dá nisso...

    cadê o Ganso? acorda Neymar...

    Vamos parar de falar e jogar mais...

    ResponderExcluir
  2. Mas o Santos ainda tem chances de se classificar e vai...

    Vai Peixe...

    ResponderExcluir