quinta-feira, 30 de junho de 2011

JULIO CESAR SEGURA E LEVA O TIMÃO A LIDERANÇA

O Corinthians vai ao Estádio Pituaçu, na Bahia, na segunda colocação do Campeonato Brasileiro e volta para São Paulo com a liderança isolada e com um jogo a menos na bagagem.

Não foi um jogo brilhante, mas foi o suficiente para levar o Timão a liderança do Torneio nacional, ultrapassando o Tricolor Paulista que perdeu mais uma em casa.

O primeiro tempo foi uma partida onde o Corinthians impôs seu ritmo de jogo, mas sofria com as investidas baianas pelas laterais, que, quase sempre, a execução dos cruzamentos achava a cabeça de um dos atacantes.

O Timão apostava nas jogadas mais centralizadas e contava com as saídas da área de Liedson, onde não foi muito feliz. Liedson é um ótimo atacante, quando joga dentro da área, mas quando precisa sair para buscar jogo, se torna um jogador comum. E foi o que aconteceu, quando precisou sair da área.

O jogo era muito movimentado, tudo levava a crer que teríamos muitos gols na partida. O Bahia estava muito desfalcado, principalmente, por conta de clausula de contrato, que previa a exclusão de alguns jogadores em caso de confronto.

Que bom! Pensou o corintiano, por que se time baiano estivesse completo, o resultado poderia ser outro.

O número de escanteios era grande para o lado alvinegro e em uma das cobranças, Jorge Henrique quase marca um gol antológico. O goleiro é obrigado a se jogar contra trave e desviar para escanteio. Seria uma obra de arte.

O Corinthians chegou ao seu gol, em um pênalti bem marcado pelo arbitro, que fez boa arbitragem e não comprometeu o resultado da partida. Liedson com muita velocidade disputa a bola com Marcelo Lomba, chega antes e é derrubado. Pênalti.

Na cobrança o segundo maior zagueiro-artilheiro do Timão, o capitão Chicão. Cobra e deixa a massa corintiana com um frio agudo na barriga. Bate devagar e no meio do gol. Marcelo não defende por centímetros, que separam a bola e seu pé. Isso aconteceu aos 13 minutos de jogo.

O substituto de Paulinho, Edenilson, mostrou que será uma sombra muito chata para a disputa de uma vaga no meio campo. Os intocáveis que tomem cuidados, por que o garoto mostrou seu valor. Fez linda jogada pela direita e chutou com muito perigo ao gol tricolor baiano. Além do apoio ao meio e bom toque de bola.

O Bahia começa a se organizar em campo, busca cada vez mais as jogadas de linha de fundo e passa a levar perigo ao gol corintiano. Tite é obrigado a dar uns gritos para ver se a equipe acorda. Acordou e se fechou, impedindo os avanços do tricolor. 

Antes do fim do primeiro tempo, Renê Simões faz uma substituição, pensando em preservar o atleta que de tanto bater em Jorge Henrique levou um amarelo e corria o risco de ser expulso. Por que não deixou o cara? Se todos pensarem assim, teremos que pedir para a FIFA aumentar o número de substituições. Mas cada um com sua filosofia de trabalho.

No início da etapa complementar, o Timão começa imprimindo um volume de jogo maior que no primeiro. Liedson aos cinco minutos, recebe bom passe e na conclusão solta uma bomba para a defesa de Lomba. 

Mas o gás só durou 10 minutos. O Bahia se reorganizou e passou a buscar mais o gol de empate. Que sufoco!

Então se o Bahia pressiona e chuta. Julio Cesar garante a vitória, os três pontos e a liderança. Nesse momento o Timão já era líder, pois o São Paulo perdia por um a zero do Botafogo em pleno Morumbi.

Não foram uma ou duas boas defesas, mas várias grandes defesas, principalmente, nas cobranças de falta. Pela atuação mereceria nota 10, no entanto, sofreu o gol. Calma, calma Fiel Torcida! 

Em cobrança de falta, sai mal para abafar o cruzamento, o atacante se antecipa e marca. Só que todo bom goleiro precisa de sorte e o auxiliar marca o impedimento que invalida o gol. Ufá!!!

Nem a estreia de Alex mudou o ritmo do jogo, o Bahia era todo ataque, mas o Corinthians conseguia se segurar e quando a bola passava pela defesa estava lá o melhor da partida, Julio Cesar.

Então restaram ao Timão esperar o fim do jogo e comemorar as duas vitórias. Uma diante do Bahia e outra do Botafogo sobre o São Paulo, que lhe garantiram a liderança isolada do Torneio com 16 pontos. Detalhe: com um jogo a menos.

2 Comentários:

  1. O Corinthians mostrou que tem força na defesa e na linha do gol também. outra grande vitória, pois mesmo com desfalques, o Bahia jogou bem, com vontade e empurrado pela torcida, mas...

    Abraço

    http://www.gremista-sangueazul.com

    ResponderExcluir
  2. Se o Julio César continuar jogando assim, não tem lugar pro Renan nesse time não...

    www.net-esportes.blogspot.com

    ResponderExcluir