segunda-feira, 25 de março de 2013

ADRIANO, O IMPERADOR, VEM AI! O PALMEIRAS JÁ NÃO TEM PROBLEMAS O SUFICIENTE?

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O Palmeiras começou o ano com a preocupação de montar uma boa equipe para disputar com honradez a Libertadores da América e voltar a elite do futebol nacional. Pelo campeonato estadual, a situação está controlada e o Verdão deve se classificar entre os oito primeiros. Só conheceu uma derrota na competição e vem acumulando bons resultados.

Já pelo torneio continental, a caminhada está sendo um pouco complicada. Em três jogos, a equipe de Parque Antártica  soma apenas três pontos (1 vitória e 2 derrotas). No próximo dia 02, a equipe volta a campo e enfrenta o Tigre, a vitória é fundamental para as pretensões alviverdes. Vencendo, assume a segunda colocação e diminui a pressão.

Mas o Palmeiras foi destaque nas notícias desta manhã, não por conta do empate (em mais um clássico fraco pelo Paulistão) diante do Santos, mas por causa de Adriano, o Imperador. 

O Nobre presidente Alviverde, que chefia a delegação brasileira em Londres, teve que explicar as declarações de José Carlos Brunoro que revelou ter recebido uma ligação de Adriano perguntando se haveria interesse do Palmeiras em sua contratação. O dirigente disse que o 'atleta' precisaria recuperar sua forma física para depois voltar a falar sobre o assunto....
...desde então, não houve mais nenhum tipo de manifestação do ex-jogador.

Não há duvidas que para Gilson Kleina a possibilidade de contar com um jogador do calibre de Adriano seria a melhor coisa do mundo. Sua qualidade técnica é indiscutível, uma vez que jogado em alto nível é jogador de seleção. Para o elenco, limitado, seria um ótimo reforço. Imaginem esses jogadores com a sombra de Adriano? Correriam como nunca, dariam o sangue e o Palmeiras voltaria a ser uma equipe competitiva novamente.

Mas e para o clube, para a imagem da instituição?

Seria péssimo! Infelizmente, Adriano não tem mais jeito. Não há mais remédio! O Corinthians tentou, o Flamengo voltou ao erro de tentar recuperá-lo, mas todas as tentativas sem exito.

O Palmeiras tenta se reerguer, Paulo Nobre precisa de jogadores com boa imagem e que vão representar a camisa do Verdão. Não será apenas nome que vai trazer o respeito de outrora, as vitórias e a torcida aos estádios.

Na atual conjuntura palmeirense, a vinda do Imperador para a Academia não será boa para o time, pois trará rachaduras, uma vez que seu salário não será baixo. Para a imagem do clube, pois a ligação de Adriano com a noitada, baladas e afins ainda é muito forte. Princialmente  agora que a estrutura de marketing foi reformulada.

Palmeiras, abre o olho, Adriano é cilada.

2 Comentários:

  1. Tô contigo Clériston, também acho um problema para o Palmeiras. Ontem eu pude ver o Viola e Dodo atuando pelo Grêmio Osasco contra Audax pela série A2 do Campeonato Paulista, e derepente lendo sua postagem me veio na lembrança que estes antigos "bons" jogadores, geralmente procuram e jogam em times de menos expressão, será que o Palmeiras já está neste nível?

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo comentário. em relação a esse três jogadores posso dizer que são situações, em minha opinião, diferentes. Viola e Dodô já estavam praticamente aposentados, um com 41 e outro com 38, respectivamente. O ex-corintiano desde 2006 já se acostumará a jogar por times de pequena expressão (Juventus - SP, Uberlândia, Duque de Caxias, Angra dos Reis, Resende, Brusque, Juventus - SP, Morrinhos e Pesqueira. Já Dodô, sua última aparição em um time de expressão foi em 2010 quando defendeu o Vasco. Não são jogadores com um currículo de títulos invejável e poucas partidas pela seleção do país. A contratação de ambos pelo Grêmio Esportivo Osasco foi uma grande e boa ação de marketing. Deu certo no quesito arquibancadas, mas no tocante a desempenho em campo, apenas Dodô fez boas partidas e marcou em alguns jogos.
    Adriano é um jogador de um ótimo currículo, tem 31 anos. Por onde passou, conquistou títulos coletivos e individuais. Pela seleção do Brasil, atuou 48 vezes e marcou 27 gols. Acredito que ir para um time pequeno não seja descartável na atual situação do Imperador, mas ainda não deve passar em sua mente. Mesmo que o Palmeiras viva de passado e possar ser equiparado a um time pequeno.

    ResponderExcluir