quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

VÃO ACABAR COM O CORINTHIANS?

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O Corinthians vive um momento muito atribulado fora de campo. Primeiro a punição ridícula da Conmebol por conta da morte do garoto Kevin, onde foi obrigado a jogar de portões fechados contra o Millonarios. Agora foi a vez do Juiz Altair Antonio Gregório, da 6ª Vara do Tribunal Regional Federal do Rio Grande do Sul, aprontar para cima do Timão, ao acatar processo aberto pelo advogado gaúcho Antônio Beiriz.

O advogado que abriu o processo é torcedor do Tricolor Gaúcho (patrocinado pelo Banrisul), baseado numa ação popular, determinou, por meio de uma liminar, a suspensão do pagamento do patrocínio da Caixa Econômica Federal ao Corinthians. O clube paulista não foi impedido de divulgar a marca do banco, mas não poderá receber por essa publicidade.
Duas decisões que contrastam com situações similares que passaram ilesas pelas mãos dos que estão punindo o Timão. Vou explicar.

A PUNIÇÃO: SEM TORCIDA

Logo em seguida ao ocorrido em Oruro, todos já sabiam o resultado, quais seriam as sansões que a Conmebol aplicaria sobre o Corinthians. Dois dias depois a sentença foi anunciada: O Timão passaria a jogar sem a presença de sua torcida.

Mesmo com os apelos, recursos e inúmeras tentativas de reverter a situação, o Corinthians entrou em campo com a presença (imposta pela justiça brasileira) de apenas quatro torcedores. Não bastasse tudo isso, agora corre o risco de mais punições, devido a decisão da justiça em autorizar a entrada desses torcedores.

Pois é, dias depois foi a vez dos torcedores de Peñarol e Vélez Sarsfield que, no jogo entre as duas equipes em Montevidéu, brigaram entre si. Ainda na primeira etapa, chegaram à divisão das duas torcidas e arremessaram pedras uns contra os outros, além de acabar com as grades de proteção do estádio. Até o presente momento, a única manifestação da entidade maior da América do Sul, foi o anúncio da abertura de um inquérito disciplinar.

No caso Corinthians, menos de 24 horas após o ocorrido já era sabido a sentença.

A CAIXA: ATITUDE CLUBISTA

A ação popular foi ajuizada pelo advogado gaúcho Antônio Beiriz, torcedor do Grêmio de Porto Alegre, time patrocinado pelo Banrisul, que determinou que a Caixa Econômica Federal não poderá investir 1 centavo no Corinthians. 

Muito estranha a atitude deste torcedor tricolor, será que não reparou que o patrocinador do seu time de coração é um banco estatal? Banrisul é o Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - banco múltiplo público estadual que atua nas carteiras comercial, desenvolvimento, arrendamento ... (Segundo informações colhidas na página do Google).

Sem falar que a Caixa Econômica Federal vem patrocinando times de futebol desde o meio do ano passado. Figueirense, Atlético - PR e Avaí já carregam em suas camisas a marca do empresa e nunca falaram nada. Por que? 

Com todo respeito, mas essa ação é muito estranho, um advogado que 'provavelmente' tenha ligação com o clube gaúcho implicar com um concorrente do principal patrocinador de seu time de coração.
Página do Banco Banrisul, onde aparece a descrição "somos um banco público"
Por que não faz o mesmo com o seu time quando foi anunciado o acordo de patrocionio com o Banrisul? Por que não levantou essa questão antes? Pois querendo ou não é pertinente, mas fora de hora, uma vez que já poderia ter sido levantada anos atrás quando a Petrobras passou a patrocinar o Mengão, o Banrisul o Grêmio e a Caixa ao Figueirense, Atlético - PR e o Avaí? 

E não podemos esquecer do Banco do Brasil que patrocina, há anos, o voleibol.

3 Comentários:

  1. Salve Clériston

    Estou revoltado com estes acontecimentos extra campo, que estão envolvendo o Corinthians.
    A perseguição ao Timão é algo descabido e está fugindo totalmente da desportividade, para virar um preconceito faccioso.
    Lembro-me que colorados e gremistas comemoraram juntos o rebaixamento do Corinthians.
    Cariocas torcendo em massa para o Boca, Chelsea, etc.
    Sem contar, é claro, os rivais paulistas.
    Todos os clubes tiveram seus grandes momentos em sua história, mas os Antis, não respeitam o atual momento do Timão, que é com certeza o melhor de sua história.
    É revoltante a determinação que os Antis tem de desmerecer e perseguir o Corinthians.
    Futebol está muito chato, passou das quatro linhas e já está virando um preconceito social.

    www.doutoresdofutebol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Dr. Du! Não há outro adjetivo para classificar o que estão tentando fazer com o Timão! Infelizmente essa perseguição não vai acabar tão cedo!

      Excluir
  2. parem com isso! essa novela já tem muitos capitulos

    ResponderExcluir