terça-feira, 3 de julho de 2012

CORINTHIANS x BOCA JUNIORS: Não há favorito!

E aí galera Apaixonada por Futebol!
Logo mais conheceremos o novo dono da América ou apenas contemplaremos o Boca Juniors levantar a Taça pela sétima vez - visão desagradável.
Só de lembrar que minutos antes de acabar o dia de amanhã (04) ou nos primeiros minutos do dia 05 saberemos quem é campeão da Libertadores, o frio na espinha é de congelar.
Logo vamos saber se as previsões de algumas dezenas de jornalistas e comentaristas esportivos estão certas. Em inúmeras declarações o otimismo é notório e assustador, vemos que alguns estão se esquecendo que do outro lado existe outros jogadores, para ser mais preciso, o combate começa igual. São onze jogadores contra onze, as equipes entram em campo com a mesma necessidade, a vitória, e não há vantagem que justifique tal otimismo.
Essa ressalva também serve para jornalistas, comentaristas, torcedores e jogadores do time hermano. O otimismo dos hermanos também é assustador! Desacreditam no poder ofensivo do Timão e qualifica o Corinthians como um time retranqueiro.
O Timão tem a "grande" vantagem de jogar em casa, diante de sua fiel torcida e nessas condições o time alvinegro é quase perfeito. Raramente algum adversário sai do Pacaembu com vitória e nessa edição do Libertadores venceu cinco das seis partidas, aproveitamento de 89%.
A torcida é fiel ao time e mesmo estando atrás no placar incentiva e apoia a equipe. Não se deixa abater com o resultado adverso e aprendeu a jogar com o time em todas as ocasiões. A pressão será muito grande e a festa muito bonita.
Mesmo com todos esses ingredientes, vale lembrar que o futebol é uma caixinha de surpresa e não há palpite certeiro. Essa é a frase mais manjada do mundo futebolístico, mas é a mais pura verdade. Ninguém vence na véspera do jogo. 
Mesmo os mais entendidos sobre o futebol serão enganados por aquilo que acontecer dentro de campo. Não há resultado pré fabricado, as coisas acontecem no palco, é tudo ao vivo e sem ensaio. A única coisa que cabe é a arte de improvisar.
O Timão é o grande merecedor desse título! Discordam? É só observar os números e confirmar essa afirmação. Invicto, marcou 20 vezes, sofreu apenas 4 gols, sendo que em casa foi apenas 1. Contra os números não há argumento.
No entanto, se o Boca Juniors vencer não será nenhuma zebra. É um time que sabe jogar a Libertadores, foi superado apenas uma vez nessa edição e vem desempenhando um ótimo papel na fase eliminatória.
Serão noventa minutos que definirão a história! Que colocarão em xeque todos os números somados ao longo da competição. Tudo que foi conquistado ao longo desse torneio será resumido em apenas um jogo.
Se o Boca conquistar o seu sétimo título, terá sido a maior de todas as finais por reunir o time mais popular da Argentina e o mais popular do Brasil.
E se o Corinthians vencer, "espero que aconteça isso" - a América do Sul se renderá ao gigante que enfim encontrou o seu caminho.

0 Comentários:

Postar um comentário