domingo, 8 de julho de 2012

COMO FOI A OITAVA RODADA DO BRA-12!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

A oitava rodada foi marcada pelas apresentações de Seedorf no Botafogo,  Diego Forlán  no Internacional, Loco Abreu no Figueirense e a possibilidade de PH Ganso sair do Santos.


Também a ótima apresentação do Santos contra o Grêmio, a ótima vitoria do São Paulo sobre o Coxa, a derrota do Palmeiras e a vacilada do dono da América chamaram a atenção.


Veja como foi o desempenho do seu time na oitava rodada!


BOTAFOGO 3 x 0 BAHIA: O sábado foi de festa para os alvinegros. O Engenhão, que recebeu público de 20.746 torcedores (16.718 pagantes), foi palco da apresentação de Seedorf e de uma boa atuação do Botafogo, que bateu o Bahia por 3 a 0. O destaque foi Cidinho, que fez sua primeira partida como titular neste Campeonato Brasileiro e marcou duas vezes. Elkeson, em chute de primeira, marcou um belo gol e fechou a vitória, que arrancou aplausos do craque holandês no camarote.


INTERNACIONAL 2 x 1 CRUZEIRO: O Beira-Rio pode estar à metade, ocupado apenas no anel superior devido às obras, mas o colorado foi cheio, generoso, completo. Depois de recepcionar o reforço Diego Forlán com a pompa e a festa mais do que merecidas, a torcida - e o próprio uruguaio, num dos camarotes do estádio - viu o Inter bater o Cruzeiro por 2 a 1. Na gélida noite à beira do Guaíba, brilhou a estrela de quem agora ruma a Londres pelo sonho do ouro. Convocados para as Olimpíadas, Oscar e Leandro Damião marcaram os gols. Léo descontou numa bela bicicleta.


ATLÉTICO - GO 0 x 1 NÁUTICO: Em um jogo de dois tempos bastante distintos, o Náutico não tomou conhecimento do Atlético-GO no estádio Serra Dourada, em Goiânia, e afundou ainda mais o time goiano na lanterna do Brasileirão. O Timbu venceu a partida por 1 a 0, interrompeu a sequência de derrotas e avançou para a décima posição, com dez pontos. A vitória dos pernambucanos foi construída aos 22 minutos do primeiro tempo com o atacante Araújo, artilheiro do time e da Série A com cinco gols - ao lado de Alecsandro, do Vasco.


FLUMINENSE 1 x 0 FLAMENGO: Nesse domingo, assim como no jogo de cem anos atrás, foram os tricolores que comemoraram. Em tarde de festa - e chuva - no Engenhão pela data comemorativa do Fla-Flu, Fred desencantou em seu sexto clássico contra os rubro-negros e marcou o único gol da partida, logo aos dez minutos. O placar de 1 a 0 deixa o Fluminense na vice-liderança do Brasileiro, com 18 pontos. O Tricolor chegou a assumir a ponta provisória, mas foi ultrapassado pelo Atlético-MG, que bateu a Portuguesa e tem 19.

SANTOS 4 x 2 GRÊMIO: O Santos desencantou. Sem ganhar desde o fim de maio e devendo boas atuações à torcida, o Peixe conquistou a primeira vitória no Campeonato Brasileiro ao bater o Grêmio por 4 a 2 na Vila Belmiro, pela oitava rodada da competição. As vaias, que ecoaram no estádio após o empate diante do Coritiba há duas semanas, transformaram-se, enfim, em aplausos. O destaque da noite acabou sendo o meia Felipe Anderson. Vestindo a 10 de PH Ganso, o jogador - sempre muito criticado pela torcida e cobrado por Muricy Ramalho - marcou um golaço e participou dos outros três tentos assinalados pelo Alvinegro. Não à toa, deixou o campo ovacionado. Com o resultado, o Santos foi a oito pontos, saindo da zona de rebaixamento, em 14º lugar. O Grêmio está em oitavo, com 12.

SÃO PAULO 3 x 1 CORITIBA: A torcida que prometia esvaziar o estádio não cumpriu a promessa e compareceram em bom número, 22 mil. O São Paulo continua sua escalada no Brasileirão. Na partida que marcou as despedidas do interino Milton Cruz, já que Ney Franco se apresentará nesta segunda-feira, e Lucas, que vai defender o Brasil nas Olimpíadas de Londres, o time aproveitou-se de um Coritiba reserva e venceu por 3 a 1. Na base da velocidade, dominou a maior parte do duelo e agradou o seu novo técnico, que assistiu ao jogo em um camarote do Morumbi.


FIGUEIRENSE 1 x 1 VASCO: Em jogo de tempos distintos, a igualdade no placar reflete a atuação de dois times que alternaram momentos de domínio ao longo dos 90 minutos. Melhor em campo na primeira etapa, o Vasco sucumbiu à pressão do Figueirense depois do intervalo, e as duas equipes ficaram no 1 a 1, no estádio Orlando Scarpelli. Os vascaínos chegaram a 17 pontos na competição e desperdiçaram a chance de assumir a liderança, caindo para a terceira posição, enquanto os catarinenses agora somam oito pontos, em 15º.


ATLÉTICO - MG 2 x 0 PORTUGUESA: Com a ajuda de Victor e Dida, o Atlético-MG conseguiu se isolar na liderança do Campeonato Brasileiro. Os dois goleiros foram fundamentais para o time comandado pelo técnico Cuca sair do Independência vitorioso na noite deste domingo: 2 a 0 em cima da Portuguesa. Os gols de Marcos Rocha e Leonardo Silva contaram com falhas do experiente goleiro da Lusa, que até então, não havia sofrido nenhum na competição. E a defesa alvinegra emplacou o quinto jogo sem ser vazada - graças principalmente às intervenções do recém-contratado e estreante Victor.


PONTE PRETA 1 x 0 PALMEIRAS: O Palmeiras queria adiar a partida contra a Ponte Preta, mas não conseguiu e entrou em campo com um time formado apenas por reservas, a maioria recém-promovida das equipes de base - três deles sequer haviam estreado na equipe principal.. Já era certo que a cabeça estaria longe dali, na quarta-feira, final da Copa do Brasil, contra o Coritiba. A Macaca, que nada tinha a ver com a história, fez seu papel em casa, contou com falha de Deola e conseguiu a sua segunda vitória no Brasileirão: 1 a 0, no Majestoso, em Campinas. 


SPORT 1 x 1 CORINTHIANS: Aos 44 minutos do segundo tempo, os reservas do Corinthians deixaram escapar a segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. Com um jogador a mais na segunda etapa - Felipe Azevedo foi expulso por reclamação -, o Timão vaciliou no fim e permitiu que o Sport chegasse ao empate por 1 a 1, neste domingo, na Ilha do Retiro. Liedson marcou para o Timão e Marquinhos Gabriel deixou tudo igual. Os pernambucanos poderiam ter construído um triunfo já no primeiro tempo, mas perderam inúmeras chances e pararam no goleiro Julio Cesar. O tropeço impede que o Leão embale depois da vitória fora de casa sobre o Coritiba na rodada passada.

1 Comentários:

  1. Olá Cleriston! Como sempre escrevendo muito bem, Parabéns!

    Acrescento as suas palavras o destaque individual do goleiro Júlio César do Corinthians, pois ele teve uma excelente atuação no primeiro tempo e garantiu a vitória do Corinthians até aos 44 minutos do segundo tempo, mas achei o resultado ótimo para o time e confesso, que não acreditava nem no empate contra o Sport na Ilha do Retiro, uma que a equipe estava com todos os reservas e sem a presença do técnico Tite no banco.

    Abraços....

    ResponderExcluir