domingo, 24 de junho de 2012

ROMARINHO DÁ O RECADO!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Este final de semana não tinha intensão de comentar nada a respeito do clássico entre Corinthians e Palmeiras. Fui tomado por esse pensamento por conta de minha ansiedade pela chegada da partida de quarta-feira. Assim como os times entraram em campo com a cabeça nas finais da Copa do Brasil e da Libertadores da América, minha mente só aguarda esse momento.
O clássico que estava cercado de incertezas, surpreendeu em sua intensidade e volume de jogo. O Timão entrou em campo com um time recheado de reservas para dar descanso aos titulares que vão iniciar uma batalha na quarta-feira diante do Boca Juniors pelo titulo. 

Felipão usou de malandragem e divulgou uma lista mista, mas usou sua base principal, descartando apenas atletas vetados pelo departamento médico, como Luan e Marcos Assunção, machucados, Thiago Heleno, que deixou a semifinal contra o Grêmio com dores, e Artur, que teve lesão muscular há 15 dias e jogou no sacrifício na quinta-feira passada.

Normal seria o Palmeiras vencer com folga, pois os reservas do Timão não vinham apresentando um bom futebol e não tinham conquistado nenhum ponto em quatro jogo (o único ponto havia sido conquistado pelos titulares). Mas a realidade foi outra. Graças a um jogador que se mostrou pronto e habilitado para ajudar o Timão na conquista de sua primeira Libertadores. Romarinho foi o grande destaque da partida, marcou dois golaços e garantiu a virada, mais uma no ano. A primeira havia acontecido no jogo pelo Paulista, também pelo placar de 2 a 1.

O atacante de 21 anos, fez sua estreia como titular e já começou a cavucar sua vaga na equipe e, principalmente, um espaço no coração da fiel torcida. Os 17.519 espectadores que estiveram no Pacaembu, viram um jogador habilidoso, atrevido e goleador. Não teve medo da marcação de Cicinho, foi oportunista na linda jogada dos atacantes e marcou um golaço de letra. No segundo gol, recebe na entrada da área, com muita habilidade dá um drible de corpo em Cicinho (sua vitima na partida) e bate forte, sem chance para Bruno.

Esses dois gols não significaram apenas a grande virada do Timão sobre o Palmeiras, mas o iniciou de uma boa relação com a Fiel torcida. Que valoriza muito o jogador que joga com raça e determinação, e isso tudo somado ao fato de ser em clássico contra o Palmeiras ganha peso ainda maior.

Liedson foi outro que apareceu muito bem na partida e, acredito que saiu com uma boa imagem por uma vaga na equipe que disputará a final contra o Boca. Voluntarioso como sempre, roubou bolas no meio campo e quase marcou um golaço de bicicleta, a bola caprichosamente bateu na trave e correu (quase) sobre a linha do gol. Gol (de bicicleta) que persegue desde seu retorno ao Timão. 

Essa não é a equipe que vai a campo na próxima quarta-feira, mas que dá uma moral sem tamanho dá. Principalmente que alguns desses jogadores poderão compor o banco de reservas. 

Para o Palmeiras, acredito que não influenciará em nada, pois o Coxa entra como o favorito para a conquista desse titulo. O Coritiba leva essa, está merecendo desde de o ano passado!

3 Comentários:

  1. Que grata surpresa este garoto! Não é qq um que estréia como titular e já marca 2 gols contra o maio rival do timão. Jóia! Eu nem ia ver o jogo, pensei que a Ban iria passar Itália x Inglaterra, mas quandp vi que não desliguei a TV rs. Depois liguei com 12 minutos, resolvi assistir. E que bom, não me arrependi. Parabéns a Romarinho e a todo o restante do time, porém não há como negar que a cabeça está na Argentina rs. Abraços!

    http://blogdopablosantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pablo, obrigado por abrilhantar minha postagem com seu comentário. O Romarinho não tem noção de como esses gols foram importantes para o Timão e principalmente para a sua passagem pelo clube. Marcar dois gols já é importante, some isso ao fato de ser em um clássico contra o arquirrival.

      Excluir
  2. E DEUS FEZ ROMARINHO

    Carlos Mota Coelho

    Existe um Deus do futebol,
    Disso não tenho dúvida,
    Mesmo queu fosse um mongol,
    Um cara que tudo olvida...

    Eita Deus brincalhão
    Na escolha de seus craques,
    Pois não pede opinião
    A comentaristas de araque.

    E não leva em consideração
    Interesses dos cartolas,
    Nem dos reis da televisão,
    Que nada entendem de bola!

    Não só de bola de futebol,
    O Deus das canchas entende,
    Pois redondo fez o Sol,
    A Lua que no Céu acende.

    Foi Ele que fez o Neymar,
    Adriano, Ganso e o Pato,
    Mas eles ao invés de jogar
    Se perderam no estrelato.

    Com tesouros na carteira,
    À cabeça subiu a fama
    E de Marias chuteiras
    Encheram as suas camas.

    No entanto, é no gramado,
    Não em balada ou motel,
    Que um craque predestinado
    Deve cumprir seu papel.

    Amarga que é a vida,
    O futebol é lenitivo,
    Que inflama a torcida
    Num delírio coletivo.

    Mas se ele é mal jogado
    Por falta de dedicação,
    Ela quebra o alambrado
    E do cara rasga o calção.

    Deus é quem faz um craque
    Transformar em perna-de-pau,
    Amarelar em seu ataque,
    Perder um gol tão banal.

    Mas Ele, em compensação,
    Manda outro em seu lugar,
    Como ontem fez no Timão
    Revertendo aquele placar.
    Deus mandou o Romarinho
    Aquele golaço chutar:
    Chute firme e tão certinho,
    Que fez a rede balançar!

    Futuro tem o Romarinho,
    Se agir com humildade,
    Brilhará na Canarinho,
    Pois já é celebridade!

    Mas se ele entrar no papo
    Que é o novo Imperador,
    De príncipe tornará sapo,
    Pois Deus é bom vingador.

    Embora um fã do Lula,
    Não torço pelo Timão
    Mas meu coração pula
    Todo cheio de emoção...

    Pois torço que no domingo
    Deus acorde bem cedinho
    E prá castigo dos “gringo”
    Inspire o Romarinho!

    ResponderExcluir