domingo, 10 de junho de 2012

4 POR 4: VASCO 100%

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O Vasco é a sensação do BRA-12, o time conquistou nada mais nada menos que todos os pontos disputados. É, sem duvida, o time que reúne as melhores condições para buscar o titulo que persegue desde o ano passado. Sim! Não tenho duvidas que é muito cedo para falarmos de título, mas lembre-se do último campeão. O Timão só ficou com o caneco do ano passado por que reuniu nas primeiras rodadas o maior número de pontos, conquistou a chamada gordura e se deu ao luxo de queima-la no momento certo.

O inicio da competição pode ser decisivo para um desfecho feliz ou muito triste. O inicio do Vasco é muito bom e pode conduzi-lo ao título.

Desconsiderando o clássico San-São, que obrigatoriamente traria um resultado positivo para um dos lados. Temos que destacar o único paulista que alcançou mais uma vitória no torneio: Salve a Portuguesa!

Vamos ver como foi essa rodada:

Palmeiras 0 x 1 Atlético - MG: Para o Verdão, era o último ensaio antes de encarar o Grêmio pela primeira semifinal da Copa do Brasil, jogo que será realizado na quarta-feira. Além da estreia de Ronaldinho Gaúcho com a camisa do Galo Mineiro, existia a certeza de que uma vitória valeria a primeira colocação, mesmo que provisória do Torneio Brasileiro. Ronaldinho Gaúcho, o novo R49, foi apenas esforçado, buscou o jogo, se apresentou, queria mostrar o seu valor para os poucos torcedores, mas não foi nada brilhante. Mas não precisou que sua capacidade fosse colocada em pratica para passar pelo fraco time palmeirense. O Galo, bem superior, venceu com justiça pelo placar minimo e está na segunda colocação do torneio.

Flamengo 3 x 1 Coritiba: Até que enfim, uma boa notícia para os flamenguistas. Saída de Ronaldinho, troca de acusações e até a sua sede assaltada, mas o triunfo deste sábado trouxe uma ligeira alegria aos rubro-negros. Com muito sofrimento, é verdade, mas os três pontos estão estampados na tabela. O placar de 3 a 1 diante do Coritiba no Engenhão, sob muita chuva e pressão persistentes, põe fim a uma incomoda série de três empates e garante um sopro de paz na Gávea. O Coritiba, que vai decidir vaga com o São Paulo na final da Copa do Brasil, foi um adversário duro e terminou o jogo com mais finalizações do que o Mengão, mas se perdeu nos primeiros 15 minutos. O time carioca soma seis pontos, já o Coxa permanece com três.

Portuguesa 2 x 0 Atlético - GO: Para os Lusitanos, persistência atende pelo nome de Moisés. O cara perdeu gol incrível, méritos para o goleiro Roberto que fez grande defesa. Alguns minutos depois viu, em cobrança forte de falta, Roberto praticar mais uma grande defesa. Mas é luso-brasileiro e não desiste nunca. E em lance inusitado e que o único recurso para o goleiro Roberto era pegar com a mão, pois Paulo Henrique toca no seu contra-pé, Moisés cobra e marca. Esse gol foi o segundo da partida, Ricardo Jesus já havia balançado as redes aos 2 minutos do segundo tempo.

Fluminense 0 x 0 Internacional: Há pouco mais de um mês, as duas equipes protagonizaram dois jogos eletrizantes pela Libertadores da América - na ocasião, os cariocas levaram a melhor e despacharam os gaúchos, mas não passaram pelo Boca Juniors e ficaram no meio do caminho. Cheias de desfalques, as equipes voltaram a se enfrentar, no Engenhão, a igualdade predominou e a escasses de gols garantiram o 0 a 0.

Grêmio 2 x 0 Corinthians: O Timão com o foco totalmente voltado para a disputa da semifinal da Libertadores, colocou em campo um time, além de reserva, com vários jogadores improvisados. Ora Ramon estava no meio, ora na lateral revesando com Fabio Santos (único titular); Marquinhos saiu da zaga para se aventurar no meio como um volante de contenção e diga-se de passagem, melhor ficar na zaga. O Grêmio que não tem nada a ver com isso, entrou em campo com o que tem de melhor e fez o resultado: duas bolas na rede garantiram mais uma vitória para o time gaúcho. Agora eu pergunto: "Por que o Tite demorou tanto para colocar Romarinho e Adilson em campo? Tudo bem que o Timão está com seus esforços direcionados para a Libertadores, mas se for mal no BRA-11, pode ser rebaixado"
Bahia 1 x 2 Vasco: Em Pituaçu, o Vasco não se intimidou, fez mais uma vitima e segue 100%. Com dois belos gols, de Juninho e Diego Souza, o time carioca bateu o Bahia por 2 a 1. A liderança é mais que justa para esse time que mantem a mesma pegada desde o ano passado, quando sagrou-se campeão da Copa do Brasil e vice do Brasileirão. Com 12 pontos, vai fazendo campanha melhor que a do campeão do BRA-11 e de quebra conta com o artilheiro do torneio, Alecsandro ao lado de Herrera e Vagner Love, com 4 gols


São Paulo 1 x 0 Santos: Imaginem um time que conte com Rogério Ceni, Wellington, Casemiro, Luis Fabiano (São Paulo), Rafael, Fucile, Edu Dracena, Juan, Arouca, Elano, Ganso, Borges e Neymar. Sim! Seria um time favorito a ganhar qualquer titulo que disputasse, mas tire-os de uma clássico san-são. Clássico sem esses jogadores fica deprimente, monótono, sem qualidade e vazio, pois é, apenas 6.327 pessoas assistiram a redenção de Paulo Miranda, que marcou o gol da vitória magra do Tricolor.

Náutico 3 x 2 Botafogo: As torcidas foram da alegria à frustração e da frustração à alegria, melhor para a do Náutico, que viu seu time derrotar o Botafogo. Essa foi apenas a primeira vitória do time pernambucano, mas essa é para dar moral para qualquer equipe. Os pernambucanos chegaram a abrir 2 a 0, teve um de seus jogadores expulso e viu o Fogão chegar ao empate. Quando parecia que os cariocas chegariam a sua terceira virada no torneio, Márcio Azevedo foi expulso, Vitor Junior errou e o Timbu marcou o gol da vitória.

Figueirense 0 x 0 Ponte Preta: Bem que se esforçaram, superaram a forte chuva que caia em Florianópolis e fizeram o jogo com o maior número de finalizações dessa rodada. Mas as 17 tentativas dos donos da casa somadas as 15 dos visitantes não encontraram as redes no Orlando Scarpelli. O placar persistiu em ficar no zero e a invencibilidade do Figueira permaneceu intacta.

Agora para os amantes do esporte bretão, resta aguardar o dia 13 de junho para acompanhar as semifinais da Libertadores e Copa do Brasil.

0 Comentários:

Postar um comentário