sábado, 16 de junho de 2012

LAOR, PRESIDENTE DO SANTOS, EXPLICA APAGÃO NA VILA!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

O jogo entre Santos e Corinthians, pela Libertadores da América, acabou fazem exatamente 90 horas, mas as polêmicas pós jogo ecoam por todos os cantos do mundo futebolístico, principalmente, ao pé do ouvido de Mano Menezes e Andrés Sanches. 

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro (Laor), levantou uma tese para explicar o apagão que o Santos sofreu diante do Timão e atribui a responsabilidade a convocação de seu principal jogador para os amistosos da Seleção Brasileira nos Estados Unidos. Laor alega que não houve convocação dos corintianos para não desgasta-los e assim estarem bem para a partida da última quarta-feira.


"Por que não chamaram o Ralf, o Paulinho, o Castán? É estranho, não é? E se a seleção era Olímpica, por que então convocaram o Hulk?", questionou Laor, em entrevista ao Estadão.


"O Neymar voltou para o Santos acabado, abaixo do peso, abalado psicologicamente por causa da derrota para Argentina. Estão matando nossa galinha dos ovos de ouro", afirmou.

Dentre os presidentes em exercício é o que mais admiro, pois teve peito para segurar a maior joia do nosso futebol, Neymar ficou, não foi para o exterior. Devolveu o Santos à rota mundial quando conquistou a Libertadores do ano passado e disputou o Mundial.

Só que essas declarações o leva ao nível de presidentes equipes de várzea, que não conseguem reconhecer suas deficiências e falhas. O Santos tem total condição de reverter esse resultado, mas dizer que há um complô para o Timão ser campeão.

Se bem que tenho que reconhecer a inteligência de Laor. Bela maneira de tirar o foco dos aspectos negativos da partida: a derrota (principalmente); a não expulsão de Neymar; os objetos jogados em direção aos jogadores corintianos e o apagão dos refletores. Ah, os refletores, essa foi a pior das manobras dos donos da casa! Não me venham com a história que foi um apagão normal.

Missão cumprida com êxito, pois não se fala desses aspectos, agora o assunto é o cansaço de Neymar e Rafael.

O Diretor de Seleções, Andrés Sanches, matou a charada: "Fico triste, sei como dói uma derrota. Ele falou no calor do momento. Só que o Santos teve jogadores convocados no ano passado e jogos adiados por causa disso. Eu não sabia que o Luis Alvaro não queria que convocasse jogadores dele, e ele ainda queria que convocasse o Arouca. Se existe esquema, ele próprio é o chefe" 

Lembro-me que no ano passado o Santos passou por situação semelhante e foi campeão da Libertadores. Esse mesmo Neymar, ano passado, voltou do torneio sub-20, pulou o carnaval baiano, foi à campo e ajudou o Santos à vencer a Portuguesa. 

E agora? Por que esse caso é diferente? 
Por que agora ele está falando como o derrotado!

Com essas declarações já consigo respostas para o apagão dos refletores: Neymar estava cansado e precisava descansar! Então, apaguem as luzes!

4 Comentários:

  1. Meus parabéns Clériston!!! Muito feliz na sua postagem, o santos se comportou como time pequeno antes mesmo dos 90 minutos iniciais...A vdde só é uma, tão passando a mão na cabeça do Neymar e isso tem prejudicado em muito algumas equipes...Reparem bem quando o Neymar se envolve em uma questão polêmica durante o jogo, que geralmente os juizes mandam para o vestiário um de cada lado...eles estão dando o amarelo só porque é ele. Em outras palavras será que todo o futebol brasileiro se tornou dependente do Neymar? Espero que não! O país do Futebol é maior do que isso!!!

    ResponderExcluir
  2. Uma vergonha um presidente competente e de um time grande como o Santos, tentar fugir da hombridade de assumir sua derrota, ou a de seu time. Ninguém só ganha no futebol, e Neymar não arrebentou pq simplesmente é humano e falhou, amarelou, não passou pela parede do timão, sei lá, falhas dele, se o timão venceu foi por méritos próprios, e tb por uma noite nada brilhante do Santos. Aceitar uma derrota de um time considerado inferior técnicamente deve ser muito dolorido para o Santos. Neymar tb foi outro a desviar o foco e fugir dos seus erros ao dizer em entrevista ainda no campo, que foi jogo de um time só. Neymar meu querido, futebol é bola na rede, e isso o seu time que segundo vc jgou sozinho, não fez. Concentração, frieza, tb fazem parte do futebol, e o timão teve de sobra. Engulam a derrota a seco e não fiquem com desculpinhas esfarrapadas, chorando como criança. Sejam homens para ganhar, e perder! Tom, arrebentou. Abraços amigo, estou de volta ao Blogosfera!

    http://blogdopablosantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. SÓ FALTAVA ESSA ... COLOCAR CULPA EM SELEÇÃO... ACHO QUE O TIME COMO TODO TEM QUE SABER PERDER E GANHAR E DESSA VEZ AI NÃO DEU SANTOS!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Cleriston! Ótima visão do cenário montado pelo o presidente do Santos, pra mim este presidente já deu o que tinha que dá, ELE ESTÁ GAGA! E já está justificando uma possível eliminação da Libertadores da América de 2012.

    ResponderExcluir