quinta-feira, 29 de setembro de 2011

BRASIL CAMPEÃO DO SUPERCLÁSSICO

Antes tarde que nunca! O que o Mano precisa era de uma vitória sobre uma seleção de nome e a seleção Brasileira conquistou nessa quarta-feira o Superclássico das Américas (antiga Copa Roca que foi disputada pela última vez em 1976 com a nossa seleção campeã), vencendo a Argentina pelo placar de 2 a 0, com gols de Lucas e Neymar. 

Foi um jogo bem disputado e movimentado, a Argentina sempre com uma forte marcação não permitia que o Brasil invadisse sua área. Borges recebia um a marcação implacável do ex-corintiano Sebá, que por varias vezes parou a jogada ao seu estilo, com falta.

Fora as tentativas frustradas de acionar o atacante Borges para que ele fizesse o pivô, o Brasil buscava uma alternativa de gol nas cobrança de faltas com Ronaldinho Gaúcho que não produziu o esperado.

Já o segundo tempo foi temperado com boas jogadas e dois gols, Lucas marcou o primeiro em uma linda triangulação e ótima arrancada para tirar o primeiro zero do placar. O segundo também saiu em ótima triangulação e a participação de Diego Souza, o cara do BRA-11, que deu ótimo passe para Neymar colocar para o fundo do gol.

Devo destacar as atuações de Cortês, pela lateral esquerda, Lucas e Jefferson, que nos momentos que foi exigido correspondeu a altura. A presença dos torcedores ao Estádio Mangueirão, que não se deixaram levar pela fase de maus resultados da seleção canarinho e o mais importante, vencer a Argentina não tem preço.

PARABÉNS, MAS...

Não ganharam de ninguém mais uma vez! Alguns me dirão: “mas é a Argentina!”

Esses jogadores é o refugo dos jogadores argentinos, nenhum desses jogadores que atuaram ontem contra o Brasil, não passaria na porta dos vestiários da seleção principal. Os que poderiam ser classificados como bons são Montillo, Guiñazu e Orion, os dois primeiros, só foram escalados por uma manobra da Federação Argentina que interpretou do jeito que quis as regras do Superclássico. Onde o regulamento diz: “Apenas jogadores que atuam nos campeonatos nacionais destes países poderão participar, devido ao fato de os jogos não ocorrerem em datas oficiais da FIFA para jogos internacionais (caso ocorressem, os clubes do exterior seriam obrigados a liberar seus jogadores)”. Como Montillo e Guiñazu jogam no Campeonato Brasileiro, foram escalados por conta dessa brecha.

Outros me diriam que a nossa seleção também não contava com suas principais estrelas! Mas no meu ponto de vista, esses jogadores que atuaram, jogariam na vaga de qualquer um dos considerados principais. Incógnitas que havia no gol, lateral esquerda e meio campo já foram respondidas com as atuações de Jefferson, Cortês e Lucas. Sem contar as boas atuações de Danilo, Ralf e Rômulo, e não posso deixar de ressaltar a atuação de Diego Souza.

Como eu dizia, a Seleção não ganhou de ninguém, vamos comparar as seleções (quadro acima) que atuaram na jogo do dia 17/11/10, onde o Brasil saiu derrotado por 1 a 0, gol de Leonel Messi e a que atuou nessa quarta-feira.

2 Comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tom de Bola, concordo bastante com o seu texto, ainda falta muito pra seleção alcançar o patamar que queremos ver em jogo. Mas esta vitória serve para lavar a alma e nos dar mais confiança em nossa seleção, e para motivar os jogadores também, pois jogos mais duros virão na sequência. Lucas, Cortêz, Jéferson, Danilo e Réver foram os destaques na minha opinião, mas o time todo foi muito bem. Vlw, abraços!

    http://porpabloparaosapaixonadosporfutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir