terça-feira, 2 de outubro de 2012

VÁ EMBORA NEYMAR - Por Julio Gomes

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Estava pensando em algo para escrever para vocês e mais uma vez fui barrado pelo alto número de provas que me atormentam essa semana. Haja tempo para estudar para tanta prova. Desculpem o desabafo, mas não me privei de ao menos procurar algo interessante para compartilhar com todos os parceiros do blog Tom de Bola.

Não vou lembrar em qual programa esportivo deram o credito ao texto que segue abaixo, mas o achei tão interessante, espero que gostem e seja digno de comentários. Minha visão é uma cópia do que Julio Gomes expõe no excelente texto, aproveitem:

VÁ EMBORA, NEYMAR. NOSSO FUTEBOL NÃO TE MERECE

É a "autoridade" que faz um Vuaden se achar mais importante que a lei do país. E a "autoridade" que faz esse Nielson Nogueira Dias, que além de árbitro é PM, mostrar cartão amarelo para Neymar só porque o jogador se deu o direito de reclamar com ele porque estava apanhando muito em campo. 

Neymar não tem mais o que fazer no futebol brasileiro. Um craque, uma pedra preciosa, um gênio do futebol, desses que aparecem a cada 10, 15 anos. Não tem mais como evoluir taticamente, porque taticamente nosso futebol vive na idade da pedra. Não tem mais como evoluir tecnicamente, porque os jogadores que o defendem não exigem desafios maiores nem sabem fazê-lo. Não tem mais o que ganhar, porque já fez de tudo com o Santos (e o Brasileiro ele não vai ganhar nunca, já que a CBF o tira de mais da metade do campeonato). E agora, de quebra, virou o alvo preferido dos déspotas do apito, que querem aparecer às custas dele, que querem virar estrelinhas de papel da classe deles, os defensores dos pobres e oprimidos na turma de sopradores de apitos.

A fantástica, espetacular capa da Revista Placar tem de levar as pessoas a uma reflexão, como pediu o próprio Neymar. Muricy já refletiu, eu também já refleti. Ele tem que ir embora.

Que país é esse em que as autoridades, políticas, policiais, judiciárias e até mesmos do futebol querem nos fazer viver como cordeirinhos quietos diante de absurdos que ocorrem diante de nossos olhos?


Que país é esse em que pessoas se xingam, se agridem, se matam a troco de uma cor, de uma bandeira, de uma camisa, de um gosto desportivo?

Que país é esse que agride quem deveria ser seu maior ídolo, que sente inveja de quem se dá bem na vida, que não suporta o sucesso de quem nasceu fadado a sofrer e morrer pobre?

Que país é esse que sucateia o sistema educacional e que não investe toda sua riqueza no que realmente importa, que é a formação de pessoas, de cidadania, da preservação da vida em sociedade?

Que país é esse que vaia Neymar??

Nosso futebol não te merece, Neymar. A maioria dos frequentadores de nossos estádios, os árbitros, as pessoas que ganham dinheiro às tuas custas não te merecem, Neymar.
Perdoai-vos. Eles não sabem o que dizem e nem o que fazem. Perdoe. Mas não puna a si mesmo. Vá embora daqui e volte só daqui a dois anos, na Copa. Porque as pessoas só entendem o que têm quando deixam de ter. 

4 Comentários:

  1. Clériston,

    a verdade é que estamos vivendo um tempo de fraco futebol, e por isso também estamos invertendo alguns valores, e o pior é que isso só vem servindo para apequenar ainda mais o nosso futebol.

    SOMOS FLAMENGO
    somosflamengo33.blogspot.com

    BLOG DO CLEBER SOARES (4 ANOS NO AR)
    clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Passou da hora de ir embora

    ResponderExcluir
  3. Clériston parabéns pela postagem e tenho a dizer que: "Neymar, o Brasil não te merece, vá para a Espanha e seja feliz"!

    Abraços...

    ResponderExcluir