quinta-feira, 12 de abril de 2012

LUIS FABIANO SE ESPECIALIZA

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Ontem o São Paulo conquistou mais uma vitória importante na caminhada rumo ao retorno para a Libertadores da América. A vítima dessa vez foi o Bahia de Feira, surpreendido dentro de seus domínios por uma goleada sonora. No duelo dos Tricolores, o paulista goleou pelo placar de 5 a 2. Com o placar superior a dois gols, o jogo de volta não será necessário.

Até ai tudo bem, pois o São Paulo é mais time e tinha por obrigação a vitória e a eliminação do jogo de volta. No entanto, o Tricolor paulista vive uma fase em que a arbitragem anda dando algumas mãozinhas para que essas vitórias se tornem mais fáceis.

Foi assim contra o modesto Independente do Pará, no dia 07/03, que abriu o marcador com Tiago Floriano, mas o auxiliar Sergio Campelo Gomes, de maneira totalmente equivocada, anulou o lance, alegando impedimento do meio-campista, que não aconteceu. Favorecido, o Tricolor achou um gol, com Cicero, e permitiu que a decisão ficasse para o jogo de volta, onde goleou por 4 a 0.

E não foi apenas contra os pequenos não! O poderoso Santos também foi prejudicado e é onde começa a história desta postagem. Dia 18/03, Estádio do Morumbi, jogo favorável ao Santos, pois jogava com um a mais, no entanto, não contava com grande partida de Lucas e do arbitro, sr. Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, que assinalou um pênalti não existente sobre Luis Fabiano. 

No lance é nítido que Rafael, goleiro do Santos, não toca e Luis Fabiano salta, iludindo o arbitro. Isso sem falar no lance do gol da virada, em que Lucas está impedido. Cortez chuta, a bola bateu na trave e voltou para o meia, que estava em posição irregular, empurrar para o gol. A arbitragem ignorou e o Tricolor comemorou a vitória no jogaço do Morumbi.

E na noite dessa última quarta-feira, a vítima foi o coitado Bahia de Feira que almejava voos mais altos na competição. Atual campeão baiano, vai a campo com a missão de perder de placar minimo e ter a possibilidade de viajar para a capital paulista. Só que eles não contavam com mais uma mãozinha à favor do Tricolor.

Logo no início da partida, a arbitragem já dá indícios que seria favorável aos paulistas. Em jogada manjada dos tricolores, bola alçada na área, Rhodolfo, em posição duvidosa, sobe mais alto que a zaga e marca o primeiro. Tudo bem, esse lance é difícil, mas estava impedido.

Aos 35min do primeiro tempo, aconteceu a jogada mais polêmica da partida. Luis Fabiano recebeu lançamento, fintou o goleiro Dionatan, saltou, mais uma vez e o árbitro, sr. Marcos André Gomes da Penha, assinalou pênalti e expulsou o arqueiro do Bahia de Feira.

Como disse: mais uma vez o árbitro foi enganado por essa malandragem do "Maurren Maggi" do futebol. Não é possível que os árbitros não assistam aos jogos anteriores da equipe para saber como se portam alguns jogadores. Se esse senhor tivesse visto o jogo entre São Paulo e Santos, não teria marcado mais esse pênalti, pois saberia que Luis Fabiano e saltador. 

Sei que as chances do Bahia de Feira eliminar o São Paulo eram remotas, mas o pênalti, a expulsão foram fatores determinantes para essa goleada que sofreu o time baiano. 

Outra coisa, já está virando rotina o apito amigo à favor do São Paulo!

1 Comentários:

  1. A arbitragem no Brasil já é horrorosa, e com uns malandros como o LF9 á solta na áera, se ele perder as chuteiras já é pênalti. A mentalidade do brasileiro é pequena, vejamos o Messi e o C.Ronaldo, ficam de pé sempre e não tentam enganar ninguém. Mas esses erros não mudaram muito o panorama do jogo, contra o fraco Bahia de Feira, na minha opinião. Abraços!

    http://blogdopablosantos.blogspot.com.br/

    http://blogdopablosantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir