quinta-feira, 11 de abril de 2013

KLEINA TIRA LEITE DE 'PORCO' E VERDÃO ESTÁ NAS OITAVAS!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Quem nunca ouviu a expressão popular: 'Tirar leite de pedra'?

Essa frase é muito utilizada em períodos de crise, onde a situação não é muito favorável  Exatamente o cenário que vivem os palmeirenses nos últimos meses: rebaixamento, pouco dinheiro para investir em contratações, salários atrasados, conflito com a sua torcida e derrotas capitais.

Diante de tudo isso, podemos afirmar que Gilson Kleina utilizou de criatividade para vender sua ideia ao, fraco, elenco e com a garra e determinação desses atletas alcançar resultados que vão na contramão dos palpites e expectativas da maioria dos críticos e especialistas no assunto.


Dentre os clubes brasileiros que disputam a Libertadores da América, o Palmeiras era o único que entrou na disputa eliminado. Eliminado pela opinião pública e pela falta de motivação de seus atletas e torcida. Não havia nada que mostrasse uma luz no final do túnel.

Após a derrota humilhante por 6 a 2 para o Mirrasol, qualquer possibilidade de reação foi descartada e a mídia colocou como certa a queda do treinador alviverde, principalmente eu.

Mas a diretoria bancou a permanência de Kleina (acredito que por falta de opção e dinheiro) e não tenho a menor noção do que ele tenha vendido para esse elenco. Pois, desde então, os jogadores passaram a atuar com garra, determinação, alma e empenho. 

Não se ouviu mais falar em derrota dos palestrinos. Já são quatro vitórias em quatro partidas: Linense (2 a 0) e Ponte Preta (2 a 1) pelo Paulistão; Tigre (2 a 0) e Libertad (1 a 0) pela Libertadores.

A última vitória sacramentou o improvável, o Palmeiras está classificado para as oitavas de final do Torneio Continental. Em partida realizada no Pacaembu, o palmeirense viveu todos os sentimentos possiveis em menos de 45 minutos.

As equipes trocaram de lado sem mexer no marcador, logo no início da segunda etapa o Palmeiras, sem apresentar grande futebol, chega ao gol que ao final lhe daria a vitória (Chales, aos 2 min). Wesley muito nervoso em campo quase prejudicou o time ao ser expulso aos 16 minutos do segundo tempo. A situação só não foi pior por que os que ficaram em campo se desdobraram.

'E o Palmeiras no ardor da partida', fez valer a frase presente no hino do clube: 'Defesa que ninguém passa'! Todos estavam prontos para segurar o impeto paraguaio. A pressão era grande, mas a cada carrinho a torcida respondia nas arquibancadas e provava que é uma 'Torcida que canta e vibra!!!'

Ao final da partida, o alivio pela batalha vencida e mostrou que, de fato, quer ser campeão!

0 Comentários:

Postar um comentário