quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

SOFRIMENTO DESDE O INÍCIO!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

Quem disse que torcer para o Corinthians é fácil? Quem disse que se ganha jogo na véspera?

Essas são mentiras que o corintianos vivem a cada ano que passa, e quando o assunto é Libertadores, o sofrimento fica mais agudo, traumático e não precisa esperar muito para começar a sentir.

Jogo que parecia facil, devido adversário não ter tanta expressão no ambito continental, mas que diante do Timão aprontou, poderia dizer cresceu, só que estaria mentindo. O time paulista foi a Venezuela encarar o Deportivo Táchira, parecia ser uma missão fácil, porém não foi isso que aconteceu.

Como pode um time começar um jogo com imponência, domínio de posse de bola, tranquilidade e sofrer um gol bobo sem que o adversário tenha chutado a gol? Sim! O Timão sofreu um gol sem que o Deportivo Táchira desse um chute ao gol. Gol sofrido em jogada que é muito usada pelo elenco alvinegro e com direito a mais uma falha de Júlio César.

Mesmo com o gol sofrido, o Timão continuou pressionando e logo em seguida acertou uma bola na trave em cabeçada do "sumido" Danilo. O jogador que a dias atrás acabou com o jogo diante do São Paulo, nessa noite de quarta-feira não jogou um quarto do futebol que lhe rendeu o reconhecimento de melhor e rei do majestoso.

No clássico, o lado esquerdo foi o mais elogiado, já diante do time venezuelano, a vez foi do lado direito. Alessandro, Paulinho e Emerson não fizeram um ótima apresentação, mas dos que estavam em campo, foram os melhores em termos de setor.

O placar do primeiro tempo foi injusto pelo que o time da casa apresentou, nada, apenas uma bola em direção ao gol, pois não posso considerar como um chute, foi um golpe de sorte dos venezuelanos ou uma falta de para os corinthianos.

O Timão começou o segundo tempo indo para cima dos donos da casa, mas a quarta-feira não era de sorte para os brasileiros (começando pelo Santos que sofreu a virada diante do The Strongets). O time da casa ganhava tempo a cada falta, escanteio, lateral ou tiro de meta a seu favor, a boa e velha catimba.

O Tite, pediu para que os reservas estivessem prontos até o decimo minuto do segundo tempo, pedido atendido e aos 11, substituição em massa: Liedson, Emerson e, pouco tempo depois, Jorge Henrique dão lugar para Elton, Alex e Willian, respectivamente. Elton mais fixo dentro da área se tornava uma boa opção, pois Liedson não deu trabalho para o time aurinegro; Alex passou a explorar sua principal jogada, pela direita, puxava a bola para o meio e tentava o arremate, sem êxito; Willian, deu mais movimentação, mas acredito que quem deveria sair era o Danilo, que não jogou absolutamente nada.

O desespero tomou conta dos corinthianos, mas a torcida estava lá para apoiar a equipe e isso é o que diferencia o Timão das demais equipes. Os pouco mais de 60 apaixonados pelo Timão, tentavam de forma abafada o incentivo aos que estavam no gramado. esforço compensado aos 48 minutos, quando Alex, em falta pela esquerda colocou a bola na cabeça de Ralf. O volante testou para o fundo das redes e decretou o empate para o time paulista. Gol do alivio, gol de guerreiro!

Gol que transformou um placar considerado em tropeço para um placar que dá moral e motivação para a continuação do Torneio. Um empate fora de casa, nessa fase, não é um mal resultado, mas pelo que o Corinthians apresentou, a justiça seria uma vitória alvinegra.

No aspecto individual da equipe tenho de resaltar as atuações de Ralf, não só pelo gol, mas pelo que apresentou em campo, incansavel. Leandro Castán também fez uma ótima partida e quase marca um gol em jogada que parecia de atacante.

O empate não era o esperado, mas pelas circunstâncias da partida, o sabor foi de vitória.

Deixe sua opinião sobre o resultado!

1 Comentários:

  1. Jogou abaixo da média e se quiser ter chances de título precisa melhorar, o time foi muito lento na primeira etapa e tomou um gol ridículo. Ralf salvou a pátria, também contamos com a ótima cobrança de Alex. Este aliás foi o que mais se arriscou a chutar. No resumo de tudo, uma atuação regular, nota 6,0. Abraços!

    http://porpabloparaosapaixonadosporfutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir