quinta-feira, 25 de julho de 2013

PAREM DE ENCHER O SACO DO CUCA! AGORA ELE É CAMPEÃO DA AMÉRICA!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

“É o jogo mais importante da história do clube e automaticamente nosso, ou você acha que eu não quero ganhar uma Libertadores para vocês pararem de encher o saco e me chamarem de azarado. É a coisa que mais quero na vida.” Essa foi a frase e, por que não dizer, pedido do técnico Cuca em uma de suas entrevistas antes da final desta quarta-feira.

Pode ficar sossegado seu Cuca, agora você pode dizer que montou um time com jogadores desacreditados e o colocou (por enquanto) no topo da América. Ronaldinho, Richarlyson, Pierre, Junior Cesar, Rosinei... peças consideradas dispensáveis, se tornaram em boa sustentação para esse grupo.


Cuca entrou para o hall de treinadores campeões continentais e manteve a hegemonia brasileira nas últimas edições da Taça Libertadores da América. O treinador, além da realização pessoal, levou o Galo ao primeiro título na competição.

Desde 1998 como treinador, Cuca não possui um currículo recheado de títulos, mas o que compõem sua ficha são apenas estaduais. Carioca e mineiro preenchem os espaços. Agora, o técnico pode dizer que não é caseiro e já ganhou título continental.

Na partida, o Galo não fez um bom primeiro tempo e passou apuros com as investidas de Alejandro Silva (jogador veloz, habilidoso que encontrou espaços pela esquerda quando Michel apoiava o ataque). Com o gol saindo logo no inicio da segunda etapa, o Atlético, empurrado por mais de 60 mil, foi para cima e aos 41 marcou o gol que garantiu a prorrogação. 

No tempo extra, o resultado se manteve. Vamos para os pênaltis  Logo de cara, Vitor defende a primeiro cobrança (faltou peito para o arbitro mandar voltar, o arqueiro alvinegro andou e andou à la Rogério Ceni). A última cobrança do galo foi descartado por que Gimenez desperdiçou mais uma, acertando a trave.

Sai o Corinthians, entra o Atlético - MG, atual Campeão da Libertadores da América!

Que venha o Bayern de Munique!

1 Comentários:

  1. O que iria mudar o impacto causado pelos traumas marcados na historia do Galo, seria a ATITUDE de querer mudar! E a ATITUDE desse time era maior que o fracasso, o talento, a habilidade e circunstâncias! Somente um Clube organizado, mobilizado, motivado poderia despertar esse gigante ATITUDE que, na maioria das vezes, se encontra adormecido dentro de cada um de nós. www.assuntodofutebol.com.br

    ResponderExcluir