domingo, 16 de junho de 2013

BRASIL! DE PAÍS DO FUTEBOL PARA PAÍS DOS PROTESTOS!

E aí galera Patriota e Apaixonada por Futebol!

O brasileiro cansou de ser conivente com todas as atrocidades politicas que acontecem a anos em nosso país e nos últimos dias têm tomado as ruas para protestar contra tudo e todos.

Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e entre outras cidades passaram por semanas aterrorizantes e ainda não há sinal de trégua. O aumento no valor da tarifa de ônibus foi o estopim para tais manifestações.


Na capital paulista, os protestos tomaram proporções incontroláveis, violentas e traumáticas. Manifestantes agrediram policiais e policiais usaram de força excessiva para conter as caminhadas (não necessariamente nesta mesma ordem).

O inconformismo do brasileiro saiu do estado de hibernação e levou o povo as ruas.

O Brasil não tem mais uma seleção que causa medo aos adversários, mas os protestos tem deixado temor e apreensão.

Tal assunto está sendo tratado por esse blog, pois os protestos chegaram as portas dos estádios. De maneira estratégica, os manifestantes aproveitaram o momento de evento futebolístico no país para expor sua indignação para o mundo todo ouvir.

Nesta sexta-feira (14) ,antes do jogo entre Brasil e Japão, o entorno do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, foi palco de um protesto de cerca de 800 pessoas. Com barricadas e queima de pneus, os manifestantes interditaram parte do acesso à região da arena.

O grupo que protestou afirma que os terrenos vazios na região do estádio poderiam virar moradias populares. Segundo o MTST, mais de 1,5 mil famílias estão desabrigadas em Brasília e nas cidades-satélites.

A intenção dos manifestantes é denunciar as supostas violações de direitos humanos que estariam ocorrendo por conta da realização dos megaeventos esportivos (Copa do Mundo 2014 e Olimpíada 2016) e dos megaprojetos. Manifestação justa e coerente!

Hoje foi a vez do jogo entre Itália e México servir de promoção para que cerca de mil pessoas se manifestassem contra o aumento da tarifa de ônibus e do custo de vida. Foram dispersados e após duas horas de "combate" e do uso de muitas bombas de gás, tiros de bala borracha e gás de pimenta.

0 Comentários:

Postar um comentário