domingo, 4 de março de 2012

SANTOS PROCURA E ACHA!

E aí galera Apaixonada por Futebol!

A Vila Belmiro ficou fechada para reforma por aproximadamente três meses e foi reaberta nesse domingo e antes de sua reinauguração uma nota que entristece os amantes do futebol. Cerca de 60 torcedores do Timão, armados com barras de ferro, pedaços de madeira e pedra, surpreenderam alguns fãs do Peixe no Canal 2, a poucos metros da Vila Belmiro.
Voltando a falar de futebol, em campo estavam frente a frente a melhor defesa e o melhor ataque. O Corinthians havia sofrido apenas quatro gols, o Santos marcado vinte e sete vezes.

O Timão, visitante, entra em campo com uma equipe bem diferente da que entrou em campo na quarta-feira, diante do Grêmio Catanduvense. Tite deve ter se precavido para ao termino da partida ter como se defender e jogar a culpa no fato de entrar em campo com uma equipe com mais reservas.

O Peixe foi para o jogo com todos os seus jogadores titulares, não se importou com a possibilidade de desgaste para a partida de meio de semana, diante do Internacional, pela Libertadores da América.

O Santos foi uma equipe incisiva e objetiva na partida, buscou o jogo e levava perigo ao gol de Julio Cesar. Neymar não foi o Neymar de sempre, mas quando teve a bola em seus pés, deu trabalho e no primeiro tempo foi o que mais arriscou chutes a gol. 

Nas últimas partidas o craque vinha fazendo grandes apresentações, no entanto, nessa tarde os protagonistas foram Ganso e Ibson. O primeiro, sem duvida, é o cérebro da equipe, traz uma qualidade fora de serie ao meio campo, consegue cadenciar a partida e dar velocidade ao time no momento certo.

Ibson soube aproveitar os raros espaços na defesa corintiana e em com belo passe de Ganso, o meio-campista esperou Júlio César sair e colocou embaixo das pernas do goleiro corintiano, abrindo o placar. 

A partir do gol santista, o jogo passou a ser de paciência, pois o Santos não se arriscava ao ataque e esperava o Corinthians. 

Nos minutos finais, o Timão melhora e impõem uma pequena pressão, sem exito.

O Santos entrou em campo para vencer, analisou a equipe corintiana, pressionou, marcou e segurou o resultado.

Já o Corinthians se escorou na diferença que tinha para o segundo colocado e não correr risco em perder a liderança, entrou em campo displicente, buscou o empate e foi castigado. Tite sofreu o revés e não se encontrou em suas substituições, demonstrou grande duvida na hora de optar por Paulinho e Douglas. Optou por Paulinho e falhou quando deveria colocar o meia Douglas.

O Santos assumiu a vice liderança com 27 pontos e na quarta-feira recebe em casa, pela Libertadores, o Internacional.

O Corinthians perde a invencibilidade, continua líder, com dois pontos de vantagem, e na quarta-feira recebe no Pacaembu, pela Libertadores, o Nacional - PAR. 

2 Comentários:

  1. O que irrita no Tite ás vezes é o medo de vencer. Castán, Paulinho e Douglas pelo menos, poderiam ter jogado os 90 minutos, aumentando a qualidade técnica da equipe. São jovens e não sentiriam cansaço para o jogo de quarta-feira. Aliás eu não entendo essa de jogador ter de descansar, folgam toda segunda, não daria para descansar bem até quarta? Ontem foi ataque contra defesa, e alguns lances do timão. O Santos cumpriu seu papel de melhor time em campo e venceu merecidamente. Abraços!

    http://blogdopablosantos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo, Pablo!
      Concordo com você em número, genero e grau!!

      O Tite é muito passivo!!

      Excluir