sábado, 15 de outubro de 2011

QUEM SERÁ O GRANDE CAMPEÃO?


O Campeonato Brasileiro já realizou 76% dos jogos programados para a temporada. Foram 289 confrontos, foram marcados 780 gols, que dá uma média de 2,7 gols por jogo. Continuando a falar de números, o melhor ataque é o do Mengão, com 48 gols, e a melhor defesa e a do Palmeiras, com 28 gols sofridos.

Os lideres estão com um percentual muito abaixo dos últimos campeões (igualando-se apenas ao Flamengo de 2009), hoje o Corinthians e o Vasco têm um aproveitamento de 59% dos pontos disputados, enquanto a média desde 2006 é de 65%.

Mas vamos deixar os números para os matemáticos e vamos ver o que cada time precisa fazer para ficar com o caneco.
 A SORTE VOLTOU PARA O CORINTHIANS

Como são as coisas, o futebol nos reserva situações estranhas e difíceis de entender. O Timão fez um ótimo primeiro tempo diante do Atlético – GO e abriu uma vantagem de três gols, que garantiu a vitória no domingo passado. No mesmo Pacaembu, o Corinthians recebeu o Botafogo e fez um primeiro tempo deplorável, sofreu dois gols, que culminou a derrota.

Com dois primeiros tempos distintos, a quinta-feira rendeu apreensão por parte dos jogadores e torcida, pois a liderança voltava a ser ameaçada pelo Vasco, que foi até a Arena da Baixada para encarar o Atlético – PR.

Dentro do gráfico “SEQUÊNCIA PARA SER CAMPEÃO” (clique na imagem para ampliar), é o time, dentre os seis com chances, que não terá mais a dificuldade dos confrontos diretos. Em compensação terá a terceira pior sequência de jogos, pois encara os quatro times que estão na zona da degola e um que foge das posições indesejadas.

Próximo Confronto: Cruzeiro (16ª com 31 pontos, na Arena do Jacaré, 16/10/11) – No primeiro turno, a equipe mineira surpreendeu o então invicto Corinthians, pelo placar de 1 a 0.

QUE AZAR DO VASCO

O Trem bala da Colina fez um péssimo primeiro tempo e sofreu dois gols, quando tudo estava encaminhado para uma derrota, o Atlético – PR recuou para seu campo de defesa. Com o recuo do adversário, no segundo tempo o Vasco mudou a postura e buscou, na raça, o empate que o igualou em número de pontos com o Timão, perdendo em número de vitórias.

No gráfico, é o time com o maior grau de dificuldade. Terá pela frente quatro confrontos diretos, sendo que três são clássicos regionais, dois times que estão na zona da degola e um que briga para não entrar na parte indesejada da tabela.

Próximo Confronto: Atlético - MG (17ª com 30 pontos, em São Januário, 16/10/11) – No primeiro turno, o Vasco venceu fora de casa, pelo placar de 1 a 0.

LÍDER VIRTUAL

Com uma importante vitória sobre o líder, o Botafogo voltou a vislumbrar a primeira colocação do campeonato. Time que ainda tem um jogo atrasado diante do Santos, pode ultrapassar o líder caso vença essa partida. Sendo assim é o único time que só depende de suas próprias forças para conquistar o seu terceiro (contando o de 1968) título Nacional. Não depende de derrota das demais equipes, basta fazer sua parte para assumir a liderança e mantê-la até o fim do torneio.

No gráfico, é o segundo maior grau de dificuldade. Terá pela frente dois confrontos diretos, com a agravante de serem clássicos regionais, e encara os quatro times que estão na zona da degola.
Próximo Confronto: Atlético - PR (18ª com 28 pontos, no Engenhão) – No primeiro turno, o sofreu a derrota pelo placar de 1 a 0, jogando fora de casa.

EM BUSCA DO HEPTA

O São Paulo deixou escapar a chance de reassumir, após 23 rodadas, a liderança do campeonato e de quebra caiu da terceira para a quarta colocação do campeonato. Com dois empates nas últimas duas rodadas, o Tricolor tem, por obrigação, de vencer o próximo confronto para não ficar mais ameaçado pelo Mengão, que hoje está empatado em número de pontos.

No gráfico, passará por situações consideradas fáceis para a conquista e fica com o segundo melhor caminho. Pois tem apenas um confronto direto, encara três dos rebaixáveis e os clássicos regionais serão contra times que não estão mais brigando pelo titulo.

Próximo Confronto: Atlético - GO (12ª com 39 pontos, no Serra Dourada) – No primeiro turno, em pleno Morumbi, o Dragão arrancou o empate em 2 a 2.

EM BUSCA DO HEPTA 2

O Flamengo vencia o Palmeiras, mas permitiu o empate e permaneceu na quinta colocação. Sem duvida é o time com o menor grau de dificuldade pela frente. Levando em consideração as pretensões das equipes que vem pelo caminho. Tem apenas um confronto direto com o Vasco na última rodada; encara o Internacional, que tem chances de titulo; Ceará e Cruzeiro que estão perigando na zona da degola.

Próximo Confronto: Ceará (15ª com 32 pontos, no Pres. Vargas) – No primeiro turno, em Macaé, o Ceará arrancou o empate em 1 a 1.

DE BICICLETA RUMO AO TÍTULO

O grande destaque da 29ª rodada ficou por conta de Fred do Fluminense, que com três gols, um de bicicleta, garantiu a vitória do tricolor Carioca e o deixou a quatro pontos da liderança. O craque ainda se deu ao luxo de perder um pênalti, mas não tem como reclamar do cara. Ele só não foi nota 10 por conta desse detalhe.

Tem o terceiro maior grau de dificuldade, pois terá que passar por dois confrontos direitos em clássicos regionais, encara o Inter, dois times que estão na zona da degola e um que corre risco de rebaixamento.

Próximo Confronto: Palmeiras (9ª com 41 pontos, no Canindé) – No primeiro turno, vitória Tricolor por 1 a 0.

Deixe o seu comentário sobre qual time tem a vida mais fácil nessa reta final!

3 Comentários:

  1. Tom, boa rodada pra nós. Vencemos superando tudo, inclusive a má arbitragem. Mas tudo segue indefinido. Abraços!

    http://porpabloparaosapaixonadosporfutebol.blogspot.com/2011/10/so-os-guerreiros-sobrevivem-faltam-so-8.html

    ResponderExcluir
  2. o botafogo e um time bem montado e hoje nao vai dar chances ao santos por isso sera campeao vai BOTAFOGO

    ResponderExcluir