segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O CORINGÃO "JÁ" VOLTOU!

Vinte e um dias fora da primeira colocação! Quatro rodadas correndo para não se distanciar de seu lugar predileto! Isso tudo aliado às provocações dos adversários! Mas isso acabou nesse domingo! O Timão acabou com o fogo do Dragão goiano, que estava entalado na garganta desde o ano passado, e de quebra promoveu a estréia de Adriano.

E tudo aconteceu como no primeiro turno: bom resultado diante do São Paulo, campanha estabilizada, confiança de volta e liderança confirmada. Em minha opinião a liderança já se fazia merecida contra o Vasco, mas por falta de pontaria, o Timão saiu de São Januário com um empate frustrante.

Mas essa rodada foi muito boa para a equipe corintiana. Tudo começa na quarta-feira, quando o Tricolor empata com o Cruzeiro e estaciona na terceira colocação.

E para ficar tudo preparado para o Corinthians, o Vasco não suporta o Internacional e perde por três a zero. Pronto! Só faltava a vitória corintiana, mas o adversário era o Dragão que já havia aprontado contra o Timão e foi o grande responsável pelo fracasso no ano passado. Quem não se recorda das duas derrotas para o time goiano? Primeiro foi o 3 x 1 em Goiânia e 4 x 3 no Pacaembu. O segundo jogo culminou na demissão de Adilson Batista.

Esse raio não poderia cair duas vezes no mesmo lugar, e não caiu! No primeiro turno, uma vitória magra com um gol solitário de Willian e ontem uma elástica para tirar qualquer duvida a cerca do potencial corintiano.

Com um primeiro tempo irrepreensível, o Corinthians construiu a vitória por 3 a 0. Leandro Castan marcou o primeiro. Alex cobra escanteio, o zagueiro sobe para marcar e colocar o Timão na primeira colocação, isso aos 8 minutos de jogo. Antes disso, Danilo já havia acertado o travessão, em ótima triangulação pela esquerda.

E quase que o beque marca um gol antológico! Com um chutão de sua de seu campo de defesa, a bola engana o goleiro Marcio, que se recupera e impede o gol.

O Corinthians só voltou a marcar aos 37 minutos, com um golaço de Willian (tava na hora de acordar, olha o Adriano fungando no cangote), que acertou o ângulo direito do goleirão goiano. E para fechar com chave de ouro, nada melhor que o gol da inteligência. Danilo toca para Alex, o camisa 12 do Timão acerta um belo chute com o pé direito e deu números finais a partida. Sim! Números finais.

Para o segundo tempo, o Corinthians voltou com a estratégia “Sebastian Vettel”: Tirar o pé, administrar para garantir os pontos e assumir a liderança. Para que não viu ou não tomou conhecimento, o alemão Sebastian Vettel precisava de poucos pontos para garantir o Bicampeonato da F1. Para não correr risco, tirou o pé, administrou a corrida e com o terceiro lugar, se tornou o mais novo bicampeão.

O Dragão até esboçou uma reação, mas não teve forças para surpreender o Corinthians.

O Corinthians levou a partida em banho-maria, preparando e deixando tudo pronto para a entrada Adriano, que era solicitado pela torcida desde os 10 minutos de jogo. Tite com toda cautela e inteligencia, visando evitar protestos, colocou o Imperador para aquecer aos 10 minutos do segundo tempo. O chamou e o preparou para a entrada. Então, por volta dos 35 minutos, levanta a placa que apontava a estreia de Adriano no lugar de Alex.

Tocou duas vezes na bola e quase marcou num contra-ataque, que Catito Ramirez não foi egoísta e tentou passar para o Imperador.

Mas tudo isso ficou em segundo plano, pois o Timão é, pela 18ª rodada, o líder do campeonato.

1 Comentários:

  1. Tom, que semana feliz que se inicia para a nação alvinegra! Demos um baile no Dragão e pegamos o lugar que já era de merecimento na rodada anterior. O importante agora é ter humildade e saber que teremos 10 decisões pela frente. Enfrentando além de times, a torcida contra de quem não é Corinthiano, pois o nosso time incomoda, e nessa posição mais ainda. Vamos pro título! Passa lá no blog, abraços!

    http://porpabloparaosapaixonadosporfutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir